10 alimentos para perder barriga (e todo o resto das gorduras).

10 alimentos para perder barriga (e todo o resto das gorduras).

11 de setembro de 2015

Como você já deve saber, para perder barriga não basta confiar em soluções milagrosas, ou seja, a receita é boa alimentação e atividade física regular.

Porém, informação nunca é demais, e toda ajuda é válida. Sendo assim, listamos 10 alimentos para perder barriga, que vão lhe ajudar, por diversos mecanismos, a se livrar daquelas gordurinhas incômodas.

Confira 10 alimentos para perder barriga.

alimentos para perder barriga

A aveia é um bom alimento para perder barriga porque diminui a velocidade de absorção de açúcar.

1- Aveia: Por ser rica em fibras, a aveia ajuda tanto a reduzir a velocidade de absorção da glicose (o que reduz a produção de picos de insulina e consequentemente, o acúmulo de gordura), como mantém você saciado por períodos prolongados.

banner método emagrecimento fácil

Vale lembrar que quando se fala das vantagens da aveia, isso é sobre o cereal puro e não com outros ingredientes, como açúcar ou qualquer outro sabor.

Infelizmente é comum que fabricantes destaquem a aveia como componente de seus produtos, esperando que os clientes se encantem com os potenciais benefícios contidos no ingrediente.

Um biscoito doce de aveia não vai te dar os benefícios dela, muito pelo contrário.

2- Abacate: É gorduroso sim, mas rico em gorduras monoinsaturadas, que são gorduras saudáveis e promovem a mobilização de gorduras armazenadas no corpo.

E também saciam mais, ou seja, você tenderá a comer menos, isso o torna um ótimo alimento para perder barriga.

Um fator que explica essa fama “engordativa” do abacate, é o fato de que, além de ser sabidamente gorduroso, muitas pessoas o misturam com açúcar, pois é assim que se tem o costume de ingeri-los.

No entanto, o abacate pode ser consumido em receitas salgadas, bem como junto a saladas.

banner método emagrecimento fácil

3- Pera: É riquíssima em fibras e com isso ajuda a eliminar a barriga também. Detalhe importante é que há uma grande concentração de fibras na casca da pera, portanto, evite descascar a fruta.

Uma pera lhe fornecerá 24% da sua dose diária recomendada de fibras. Fibras não são digeridas, logo não adicionam calorias, e são um elemento necessário de uma dieta saudável, pois ajudam a manter os níveis de açúcar no sangue estáveis, algo importantíssimo no controle da fome.

A pectina é um tipo de fibra solúvel que se liga às substâncias gordurosas no digestivo e promove a sua eliminação. Isso parece ajudar a reduzir os níveis de colesterol no sangue.

A fibra solúvel também ajuda a regular o uso do açúcar do corpo. Peras são ricas em um tipo de fibra solúvel, a pectina, que se liga às substâncias gordurosas no tubo digestivo e promove a sua eliminação.

Isso parece ajudar a reduzir os níveis de colesterol no sangue. A fibra solúvel também ajuda a regular o uso do açúcar do corpo.

4- Vinho: O vinho possui uma substância chamada resveratrol, um antioxidante que atua dificultando o armazenamento de gordura. Foi demonstrado em estudos que pessoas que bebem vinho em quantidades moderadas tinham cinturas menores que quem ingeria outros tipos de bebidas alcoólicas.

Um estudo publicado em 2015 pelo Journal of Nutritional Biochemistry demonstrou que o ácido elágico, um composto encontrado em uvas escuras, inibe o crescimento de células adiposas e impede a formação de novas células deste tipo. Mesmo o suco de uvas escuras pode ser benéfico.

O ácido elágico pode ainda ser benéfico em reduzir o acúmulo de gordura no fígado.

Em um período de 10 semanas, ratos com uma dieta elevada em gorduras desenvolveram doença gordurosa no fígado e outros problemas metabólicos.

Mas aqueles que receberam extrato de ácido elágico junto com a dieta, acabaram acumulando menos gorduras e tiveram níveis menores de açúcar no sangue do que os que não receberam extrato.

Outro estudo, desta vez da Universidade de Purdue, demonstrou que o piceatanol, um composto produzido pelo nosso organismo após o metabolismo do resveratrol, reduz a criação de células adiposas e previne que estas evoluam para a maturidade.

5- Chá verde: Atua por diversos mecanismos, sendo o principal deles, a aceleração do metabolismo, que vai levar você a queimar mais gordura.

O chá verde contém uma substância chamada epigalocatequina-galato (EGCG), e ela tem a habilidade de estimular o seu metabolismo e acelerar a perda de peso.

Junto com a cafeína que também existe no chá verde, a ECGC estimula o sistema nervoso central, e acaba por liberar gorduras na corrente sanguínea, de modo que o corpo passe a utilizá-la como combustível, e todo o processo envolve consumo de energia extra.

A cafeína pode causar isso por si só, mas é muito mais efetiva quando combinada com ECGC e outras substâncias contidas no chá verde.

Também contém quantidade elevada de polifenóis, que ativam uma enzima que acaba por dissolver os triglicerídeos. Isso pode ajudar a diminuir o conteúdo gorduroso do corpo, se você beber chá verde regularmente.

E por ser estimulante, melhora sua performance na atividade física. O chá verde é um alimento para perder barriga fácil de incorporar na alimentação diária. É só colocá-lo no lugar das bebidas açucaradas que te engordam.

6- Lentilha: Já sabemos que proteínas e fibras promovem saciedade e fazem você comer menos no geral, e com isso, a lentilha, rica em ambas, tem que entrar nesta lista.

Sobre os benefícios das fibras, um estudo publicado no Archives of Internal Medicine confirma que a ingestão de alimentos ricos em fibras, tais como lentilhas, ajuda a prevenir doenças cardíacas.

Quase 10 mil adultos americanos participaram do estudo e foram acompanhados por 19 anos. As pessoas que comem mais fibras, 21 gramas por dia, tinham 12% menos doença coronariana e 11% menos doenças cardiovasculares, em comparação com aquelas que comem menos, 5 gramas por dia.

Aqueles que comem mais fibra dietética solúvel em água se saíram ainda melhor, com uma redução de 15% no risco de doença coronariana e uma redução do risco de 10% em doenças cardiovasculares.

7- Laranja: Rica em fibras, a laranja é capaz de trazer um alto grau de saciedade, e sem com isso te dar um grande aporte calórico, pois uma laranja possui apenas 59 calorias.

É importante comer a fruta para ter os benefícios das fibras. Se você preferir o suco, perderá a maioria das fibras, além de ingerir o açúcar de várias laranjas.

Um dado interessante: Trocando um copo de suco de laranja para uma laranja inteira por dia, você vai deixar de ingerir 19.345 calorias por ano – o equivalente a 2,5 kg de gordura.

8- Feijão: Feijões são ótimos alimentos para a perda de peso, e estabilização do açúcar no sangue. Eles ajudam seu organismo a liberar um hormônio chamado leptina, que atua acelerando o metabolismo.

Além disso, devido ao alto teor de fibras, feijões causam mais saciedade, levam mais tempo para serem digeridos, e ajudam a manter a saúde do trato digestório.

O feijão é um dos alimentos para perder barriga mais fáceis de incorporar na dieta, pois é muito comum na alimentação regular do brasileiro.

Outra vantagem do feijão é o seu teor relativamente elevado de proteínas. Isso ajuda a manter os níveis de energia e de açúcar no sangue estável, o que ajuda a evitar aqueles desejos súbitos por algo doce, que fatalmente vão ser ricos em calorias e vazios em nutrientes reais. 

9- Quinoa: É rica em vitaminas, proteínas, minerais e fibras, que além de diminuir o apetite, causa mais saciedade e fará você sentir menos fome, e consequentemente, comer menos.

Uma característica que torna a quinoa muito útil para quem quer emagrecer é a facilidade para adicioná-la em qualquer receita.

 

Mas antes de prosseguirmos... Que tal conhecer um método de emagrecimento totalmente sistematizado e fácil, onde você não precisa abandonar totalmente os alimentos que tanto gosta e acabar de vez com o tal do efeito sanfona, mudando sua vida e saúde para sempre?

Você está a um clique de uma verdadeira revolução na sua vida. Se você precisa perder 10, 20, 30kg ou mais, veio ao lugar certo. E se precisa perder só alguns quilinhos, é mais rápido ainda. Nada de medicações, dietas milagrosas, nada disso. Até porque nada disso é necessário.

E você também vai conhecer 7 alimentos que você provavelmente acha que são emagrecedores, mas que na verdade promovem justamente o efeito contrário.

Clique aqui para saber mais e bem vindo à sua nova vida.

E ao contrário de muitos grãos, não contém glúten, o que é bastante vantajoso.

10- Pimentas: Você terá um gasto energético maior se adicioná-las à sua dieta.

Vários estudos têm colocado o tempero em teste para determinar se podem ajudar as pessoas a perder peso, acelerando o metabolismo.

De acordo com o Journal of Biological Chemistry, a ardência da pimenta é produzida pela capsaicina, a qual gera os processos químicos no interior de estruturas das células, que têm um efeito sobre o trifosfato de adenosina (ATP) reacções envolvidas num processo conhecido como termogênese, pelo qual o corpo gera calor ou energia, que por sua vez aumenta não só a temperatura do corpo, mas também o metabolismo.

Três exemplos de pimentas que cumprem esse papel são a habanero, a caiena e a jalapeño. 

Descubra quais são os 7 alimentos que parecem saudáveis, mas que na realidade não são.

Sim, eu quero.

Publicidade

Uma pessoa comentou aqui

  1. Qero emagrecer mas nao consigo tenho dificuldade pra perde peso

O que você pensa sobre emagrecimento e dietas? Escreva abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *