Ansiedade engorda? Descubra por que você come quando está ansioso e o que fazer a respeito.

Ansiedade engorda? Descubra por que você come quando está ansioso e o que fazer a respeito.

17 de novembro de 2015

Para sabermos se a ansiedade engorda, precisamos entender que uma das características mais comuns de muita gente acima do peso, é a chamada alimentação emocional, ou seja, come-se em resposta a sentimentos negativos.

E um desses sentimentos é a ansiedade. Mas afinal de contas, ansiedade engorda?

O fato é que ela pode facilitar o processo engordativo por diversos mecanismos.

banner método emagrecimento fácil

Neste artigo, definiremos o que é ansiedade, como ela pode fazer você engordar, e o que fazer para controlar os danos óbvios.

O que é ansiedade?

A ansiedade é um distúrbio emocional, um sentimento de insegurança, de perigo imediato.

Ela está presente em todas as pessoas, mas a sua intensidade varia em cada indivíduo.

Sentir medo é, dependendo do contexto, uma ferramenta útil, que permite ao ser humano escapar de situações perigosas.

Imagine se você visse um cão raivoso correndo em sua direção.

Seu medo fará você tentar se proteger, então nesse caso ele é útil para sua segurança.

Da mesma forma a dor é algo útil, por exemplo, se você não sentisse dor ao encostar seu braço num ferro de passar quente, poderia sofrer queimaduras mais sérias. Ao contrário, quando você encosta no ferro, a dor faz você reagir automaticamente, reduzindo o dano.

banner método emagrecimento fácil

O problema é quando o grau de ansiedade é desproporcional à gravidade de uma determinada situação, e com isso a pessoa perde o controle de sua angústia.

Se isso persiste diariamente ou na maioria dos dias, por 6 meses ou mais, passamos a chamar de distúrbio de ansiedade.

A ansiedade pode ser sinal de uma patologia de origem nervosa, no caso, a depressão.

E também pode acompanhar doenças sistêmicas como cardiovasculares e respiratórias.

 

Ansiedade engorda? Como?

ansiedade engorda? o papel do cortisol

O cortisol e a alimentação emocional possuem papéis importantes no acúmulo de gordura.

O problema não é a ansiedade em si, mas a reação do indivíduo quando está ansioso. Porque uma das reações mais comuns é buscar alívio na comida.

Desde pequenos, somos condicionados a associar comida com conforto.

Situações sociais mais “felizes”, como festas e reuniões de família, invariavelmente envolvem comida.

Some-se a isso a sensação de bem estar proporcionada pelos sabores deliciosos, por conta de uma descarga de serotonina no cérebro, e temos a receita de um “antidepressivo”, mas de efeito curto, e com um efeito colateral devastador para a forma física e até mesmo para a saúde.

Se considerarmos o fato de alguns alimentos comumente usados nessa situação, como os ricos em açúcar, terem um potencial viciante, tem-se um quadro que leva a um ciclo vicioso e engordativo.

Aliás, se você parar para pensar, dificilmente verá alguém que busca comer uma alface quando está triste ou ansiosa. É sempre um doce, sorvete, chocolate e afins.

Não é à toa que existe aquela cena clichê famosa do cinema, onde uma pessoa que sofreu uma desilusão amorosa chafurda num pote de sorvete (um clássico, aliás).

A pessoa está buscando alívio de seu sofrimento, e estes alimentos ricos em açúcar são capazes de causar boa sensação no cérebro, aliviando a pressão, digamos assim.

E este é justamente um dos motivos que causa a necessidade de voltar para consumir mais, porque o efeito é breve. Em outras palavras, causa vício.

Isso tende a se perpetuar, pois um dos sintomas mais comuns é o sentimento de culpa e fracasso que vem logo a seguir da comilança, aliás, o que caracteriza ainda mais o vício naqueles alimentos específicos.

Daí a ansiedade piora, a pessoa come para se aliviar, e repete-se todo o ciclo.

E aí podemos afirmar que ansiedade engorda.

Para agravar ainda mais a situação, a ansiedade acaba potencializando o acúmulo de gordura, através de uma secreção aumentada de cortisol.

O cortisol é um hormônio que exerce diversas funções importantes, mas quando em excesso, como ocorre em casos de stress crônico e ansiedade, ele pode ter efeitos colaterais danosos.

Basta dizer que um desses efeitos é a facilitação do acúmulo de gordura na barriga. Lá mesmo!

Outro problema que dificulta toda a abordagem é que muita gente simplesmente não faz ideia que sofre de ansiedade.

Esses indivíduos normalmente comem muito por uma questão de mau hábito, e frequentemente procuram métodos para emagrecer.

Mas sequer sabem que o stress e ansiedade podem ser a causa disso tudo.

Por fim, é necessário saber que a tal fome que é gerada pela ansiedade, é basicamente uma fome emocional.

Uma fome verdadeira não escolhe que tipo de alimento é necessário, ao passo que sentir uma fome específica por chocolate, é mais uma reação emocional do que fome propriamente dita.

Ter essa informação em mente é um passo importante para atingir o controle da ansiedade.

 

Devo tomar remédios?

Casos graves de ansiedade podem necessitar tratamento medicamentoso, e obviamente, isto deve ser prescrito por um profissional.

Mas muita gente acha que remédio é a solução para tudo, quando na verdade a primeira linha de tratamento para resolução do problema é não medicamentosa: medidas para aliviar o stress, simplificar sua vida, um passatempo interessante para distrair sua mente, suporte familiar, psicoterapia, e um potente antidepressivo natural, talvez o menos utilizado de todos: a prática de atividade física.

Isso tem explicação bioquímica: exercícios físicos aumentam a produção de endorfinas pelo organismo, o que causa sensação de bem estar, e comprovadamente ajuda no controle da ansiedade.

 

Mas antes de prosseguirmos... Que tal conhecer um método de emagrecimento totalmente sistematizado e fácil, onde você não precisa abandonar totalmente os alimentos que tanto gosta e acabar de vez com o tal do efeito sanfona, mudando sua vida e saúde para sempre?

Você está a um clique de uma verdadeira revolução na sua vida. Se você precisa perder 10, 20, 30kg ou mais, veio ao lugar certo. E se precisa perder só alguns quilinhos, é mais rápido ainda. Nada de medicações, dietas milagrosas, nada disso. Até porque nada disso é necessário.

E você também vai conhecer 7 alimentos que você provavelmente acha que são emagrecedores, mas que na verdade promovem justamente o efeito contrário.

Clique aqui para saber mais e bem vindo à sua nova vida.

Em outras palavras, pratique atividade física e não só você emagrecerá mais rápido, como sentirá menos essa ansiedade que te faz enfiar comida goela abaixo!

 

É preciso resolver o problema!

Lembre-se que comer em resposta a um problema, além de não resolver nada, ainda cria outro que vai trazer mais infelicidade.

E isso pode te prender num ciclo insolúvel, e bem engordativo.

Para finalizar, deixamos algumas dicas práticas para ajudar você a reagir melhor àquilo que te causa ansiedade, enfrentar o problema, e assim ter melhores chances de resolvê-lo, livrando-se dos sentimentos ruins e assumindo o controle da sua vida e também do seu peso.

Todas estas dicas visam colocar você num estado mental mais positivo. Desfocando do problema que te causou a ansiedade, você tem mais possibilidades de escapar da comilança, que vai causar mais problemas em troca de um alívio apenas temporário.

  • Se estiver deprimida ou sozinha, ligue para alguém que sempre faz você se sentir melhor, brinque com seu cão ou gato, ou olhe algum álbum de fotos de bons momentos.
  • Se você está ansiosa, gaste essa energia dançando sua música favorita, espremendo uma bolinha de borracha tipo fisioterápica ou ir fazer uma caminhada.
  • Se você está exausta, tome uma xícara de chá quente, tome um banho, acenda algumas velas aromatizadas, ou enrole-se num cobertor quente.
  • Se está entediada, leia um bom livro, veja um show de comédia, dê uma saída de casa, ou faça alguma atividade que você goste.

Descubra quais são os 7 alimentos que parecem saudáveis, mas que na realidade não são.

Sim, eu quero.

Publicidade

4 disseram o que pensam. Agora é sua vez.

  1. Eu não consigo emagrecer eu estou muito triste com meu corpo minha auto estima está lá em baixo.

    • Epollyana, eu entendo você, já estive no mesmo lugar. Tem horas que nada parece funcionar. Mas sabe qual a “vantagem” de estar no fundo do poço? É que só tem um lugar para ir, e esse lugar é para cima.

      Minha sugestão para você é tentar uma dieta com baixo teor de carboidratos. São as mais eficientes (paleo, cetogenica) e os resultados aparecem logo. Você vai se animar, garantido!

      O que não pode é desistir, porque aí garante que você vai ter essa sensação ruim para sempre! Te desejo toda a força!

  2. Sofro de fome emocional isso me prejudica muito quando tento realizar uma dieta,e tem mais tenho vergonha de comer alimentos diferentes quando estou em dieta por medo de comentários maldosos, por volta desse período minha mãe saiu de casa abandonando td por amizades, e isso foi o meu cair em tentação, hj estou cm 30kg acima do meu peso ideal.

    • P., vamos aos fatos:

      Se o seu medo dos comentários prevalece, você continuará desse jeito, infeliz. E tenho certeza que já está ouvindo comentários maldosos por sua obesidade, então o que você tem a perder?

      Outra coisa: Comentários maldosos SEMPRE VÃO ACONTECER. Se você começar a perder peso, vão dizer que vc não vai conseguir. Se você emagrecer, vão dizer que vc era mais bonita antes. Ou seja, a melhor coisa a fazer é ignorar.
      Até porque muita gente não vai querer ver você tendo sucesso, porque isso fere o seu pobre ego! Então é melhor manter você insegura e submissa.

      Novamente, você não tem nada a perder. E faça um favor a si própria, RISQUE do seu livro de amizades pessoas que fizerem esses comentários, porque elas não são suas amigas. E nunca foram! Uma amiga de verdade vai te apoiar.

      Sobre a fome emocional, isso está muito relacionado com comer doces e açúcares. Leia aqui para mais detalhes: http://comeceaemagrecer.com.br/compulsao-doces

Trackbacks/Pingbacks

  1. Fluoxetina emagrece? | Comece a Emagrecer - […] dá por conta do melhor controle da ansiedade. Como já sabemos, a ansiedade pode fazer muita gente comer para…

O que você pensa sobre emagrecimento e dietas? Escreva abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *