Comer rápido engorda (e a dica de 2 segundos que fará você comer 30% menos).

Comer rápido engorda (e a dica de 2 segundos que fará você comer 30% menos).

4 de janeiro de 2016

Você pode até achar que não, mas comer rápido engorda, sendo um fator muitas vezes não percebido no fato de você engordar ou não emagrecer.

Já parou para pensar quanto tempo você dedica a suas refeições?

Vivemos em um mundo cada vez mais corrido em que as atividades do dia a dia nos tomam cada vez mais tempo…

banner método emagrecimento fácil

Consequentemente acabamos nos prejudicando em relação a alimentação, pulando refeições ou comendo no menor tempo possível.

O fato é que ao fazer isso, por mais que sigamos uma dieta precisa, estamos contribuindo para o ganho de peso, pois comer rápido engorda sim.

Se assustou com essa informação, não?

Pois no artigo de hoje você poderá entender por que devemos comer devagar e quais os malefícios de se ignorar isso!

Além disso, você vai descobrir:

1- Qual a importância de uma boa mastigação

2- Quanto tempo o cérebro leva para registrar a experiência de comer e como isso pode impactar a quantidade que você come

banner método emagrecimento fácil

3- Por que comer devagar fará você reduzir automaticamente a quantidade de alimentos que come ao longo do dia

4- Por que comer rápido além de engordar, pode causar indigestão

5- 9 dicas práticas para comer mais devagar

6- A simples tática que não leva 2 segundos para ser implementada e faz você automaticamente diminuir em 30%  o que come.

7- Uma meta de número de mordidas ideal para mastigar adequadamente os alimentos, se você não sabe por onde começar

Saiba por que comer rápido engorda.

comer rápido engorda

Entenda as razões pela qual comer rápido engorda.

Quanto mais rápido você come uma refeição, seja ela saudável ou não, você provavelmente pula uma etapa muito importante da digestão: A mastigação.

A mastigação é a primeira etapa da digestão e seu objetivo é diminuir o tamanho do alimento que vai chegar ao resto do tubo digestivo, e também para que a ele se misture a saliva.

Nossa saliva possui amilase salivar, que ajuda na digestão do alimento ali mesmo, na boca. É o pontapé inicial de uma boa digestão do alimento ingerido.

Ao comer rápido, a amilase salivar não consegue cumprir sua função da forma mais eficaz possível, e o alimento segue para a próxima etapa de digestão numa forma “inadequada”, prejudicando todo o resto do processo digestivo.

Isso acaba gerando desconforto e aquela sensação de peso na barriga, que fará com que você prefira ficar mais tempo parado.

Mas o grande motivo de se engordar ao comer muito rápido acontece pelo fato de demorar mais para você se sentir satisfeito.

O cérebro leva um certo tempo, em torno de 20 minutos, para processar que o estomago está cheio.

Se você comer muito rápido acabará ingerindo muito mais calorias do que o necessário, além de aumentar a sensação de peso na barriga!

Vamos ilustrar hipoteticamente isso com dois exemplos, A e B.

No caso A, o indivíduo está comendo rápido, sem mastigar direito, e vamos supor que cada vez que engole, ingere 10 calorias.

No caso B, o indivíduo mastiga por longo tempo. Também ingere 10 calorias à cada engolida.

Obviamente, o individuo A vai levar muito menos tempo para comer tudo.

E se formos levar em consideração a quantidade de calorias ingeridas por minuto, ele certamente está ingerindo mais que o B.

Agora vamos determinar um momento X que o cérebro detecta a “saciedade”.

A chance que A tem de comer tudo antes de chegar o momento X é muito maior que B.

E certamente nesse momento, B terá ingerido menos calorias que A.

Então B ingeriu menos calorias e se sente satisfeito. Enquanto A ingeriu mais e corre risco de seu cérebro ainda não ter detectado a experiência de ter feito uma refeição.

Percebe onde isso pode parar? Se você está satisfeito, simplesmente não vai comer.

Mas se não está, deixo a conclusão por sua conta.

Outros malefícios de comer muito rápido.

O ganho de peso não é o único malefício que comer rápido pode trazer.

Você também pode desenvolver problemas digestivos!

A digestão começa durante a mastigação, e se o alimento não passar ao estômago no estado adequado este terá que “se esforçar” mais para digerir o que foi consumido.

Tente imaginar seu estômago e intestino, que mesmo com a ajuda de poderosos ácidos e enzimas, mas que são apenas músculos em termos mecânicos, tentando fazer o trabalho que deveria ter sido feito pelos seus dentes.

Pois é. Fica bem complexo, se você não mastiga direito.

Dicas para comer mais devagar.

comer devagar dicas

 

Mas antes de prosseguirmos... Que tal conhecer um método de emagrecimento totalmente sistematizado e fácil, onde você não precisa abandonar totalmente os alimentos que tanto gosta e acabar de vez com o tal do efeito sanfona, mudando sua vida e saúde para sempre?

Você está a um clique de uma verdadeira revolução na sua vida. Se você precisa perder 10, 20, 30kg ou mais, veio ao lugar certo. E se precisa perder só alguns quilinhos, é mais rápido ainda. Nada de medicações, dietas milagrosas, nada disso. Até porque nada disso é necessário.

E você também vai conhecer 7 alimentos que você provavelmente acha que são emagrecedores, mas que na verdade promovem justamente o efeito contrário.

Clique aqui para saber mais e bem vindo à sua nova vida.

Muitas pessoas nem percebem que estão comendo rápido demais. Isso acontece devido a correria do dia a dia…

Mas existem algumas atitudes que podem ajudar a comer mais devagar:

  • Levar pequenas quantidades de alimento a boca: Assim você se permite degustar melhor o que está comendo e não tem aquela sensação de que precisa engolir logo.
  • Focar na alimentação: Atividades como computador, TV e celular devem ficar longe da mesa enquanto você estiver comendo. Preste atenção na comida apenas. Parece nada, mas distrações reduzem a chance que seu cérebro tem de registrar a experiência de comer.
  • Conversas leves: Conversar é algo bem vindo, principalmente para fazer um momento de pausa na refeição. Mas evite assuntos estressantes que podem instigar a comer mais…
  • Não pule refeições: O ideal é comer de três em três horas, mesmo que sejam porções menores ou apenas uma fruta.
  • Não deixe para comer quando estiver com muita fome: Quanto mais fome você tiver mais pensará que precisa comer muito. Quando sentir que está com fome experimente comer algo leve como uma fruta ou iogurte se não é o horário da próxima refeição.
  • Mastigue com calma: Aquela dica de contar as mastigadas é válida, mas ninguém a mantém por muito tempo. Experimente mastigar com mais calma, degustando o alimento que colocou na boca. Se não tiver idéia de tempo de mastigação, faça uma contagem de mordidas, e tenha como meta entre 70-80 mordidas antes de engolir. Parece muito, mas você verá que faz diferença.
  • Espere antes de repetir: Ao invés de começar a refeição já pensando em repetir, deguste com calma o que tem à mesa e espere alguns minutos antes de encher o prato novamente. Você pode perceber que um prato foi mais do que suficiente!
  • Segure o garfo com a mão não dominante: Segurar o garfo com a outra mão funciona quase como mágica. Isso porque você não tem a mesma destreza na mão não dominante, e com isso, “passará perrengue” para pegar sua comida de forma eficiente. Só que isso também tem um efeito colateral desejável, justamente por obrigar você primeiro a prestar atenção no que está fazendo (o que aumenta a chance do seu cérebro perceber que você está se alimentando – e de enviar o sinal de saciedade); e segundo, porque isso vai fatalmente reduzir a velocidade com que você está comendo. Estudos demosntraram que só trocar o garfo de mão fará você automaticamente ingerir 30% a menos de comida em cada refeição.
  • Pouse os talheres a cada mordida: Criar esse hábito fará você reduzir automaticamente a velocidade com que come. Ao mesmo tempo, isso dará mais tempo para você mastigar cada garfada.

Agora que você sabe que comer rápido engorda procure organizar melhor os horários de suas refeições.

Alimentar-se com qualidade é tão importante quanto todas as outras atividades de nosso dia a dia!

Referências:

1- Eating slowly led to decreases in energy intake within meals in healthy women

2 – Slower eating speed lowers energy intake in normal-weight but not overweight/obese subjects.

3- Increasing the number of chews before swallowing reduces meal size in normal-weight, overweight, and obese adults.

Descubra quais são os 7 alimentos que parecem saudáveis, mas que na realidade não são.

Sim, eu quero.

Publicidade

O que você pensa sobre emagrecimento e dietas? Escreva abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *