Dieta alcalina: funciona, mas não é bem pelo que você pensa.

Dieta alcalina: funciona, mas não é bem pelo que você pensa.

8 de fevereiro de 2016

A dieta alcalina costuma soar bem aos ouvidos, sendo que ela se baseia na substituição de alimentos que formam ácidos pelas opções alcalinas, as quais costumam ganhar o crédito de melhorar a saúde.

Além de emagrecer, os defensores dessa dieta afirmam que ela também pode combater doenças graves como o câncer.

Neste artigo você vai descobrir: 

banner método emagrecimento fácil

1- O princípio fundamental da dieta alcalina

2- Quais são os alimentos ácidos, neutros e alcalinos

3- Como ocorre o controle do pH em nosso organismo e como a alimentação pode afetar isso. 

4- Potenciais problemas das dietas alcalinas

5- O real motivo oculto pelo qual uma dieta alcalina emagrece

A sua ideia fundamental é que os alimentos que são consumidos podem alterar a acidez ou a alcalinidade (o valor do pH) do organismo.

Para entender melhor, vale dizer que quando uma pessoa metaboliza os alimentos e extrai deles energia (calorias), na verdade, a pessoa está queimando os alimentos.

Assim, eles deixam um tipo resíduo, como cinzas, se for comparar a queima de alimentos à queima de madeira em uma fornalha.

banner método emagrecimento fácil

Portanto, a cinza pode ser ácida, alcalina ou neutra. Assim, quem ingere alimentos que resultam em cinza ácida vai tornar o seu organismo ácido.

Se você comer alimentos com cinza alcalina, seu corpo ficará alcalino.

Já as cinzas neutras não possuem efeitos.

Além disso, acredita-se que a cinza ácida torna o corpo vulnerável a doenças.

Enquanto isso, a cinza alcalina é considerada protetora.

Ao escolher os alimentos mais alcalinos, portanto, você será capaz de “alcalinizar” sua dieta e melhorar a saúde.

Componentes alimentares que deixam uma cinza ácida incluem proteínas, fosfato e enxofre, enquanto que os componentes alcalinos incluem cálcio, magnésio e potássio.

Veja a classificação dos principais alimentos que são considerados ácidos, alcalinos ou neutros:

Ácido: carnes, aves, peixes, laticínios, ovos, grãos e álcool.

Neutro: gorduras naturais, amidos e açúcares.

Alcalina: frutas, nozes, legumes e verduras.

Como entender melhor a dieta alcalina.

dieta alcalina: nozes e castanhas

A dieta alcalina indica a ingestão de alimentos como nozes, frutas e verduras.

Para entender melhor como funciona a dieta alcalina, vale lembrar que o valor de pH é uma medida de quão ácida ou alcalina é algo.

O valor de pH varia de 0 a 14, sendo que 0 a 7 é ácida; 7 é neutro; e 7 a 14 é alcalino (alcalina é muitas vezes chamado de base).

Muitos defensores desta dieta sugerem que as pessoas devem monitorar o pH da sua urina usando tiras de teste.

No entanto, é importante notar que o valor de pH varia muito dentro do corpo.

Algumas partes são ácidas, outras são alcalinas.

Não existe um nível de ajuste.

O estômago é carregado com ácido clorídrico, dando-lhe um valor de pH entre 2 e 3,5 (altamente ácida).

Isso é necessário para quebrar as moléculas do que ingerimos.

Por outro lado, o sangue humano é sempre ligeiramente alcalino, com um pH entre 7,35 e 7,45.

Existe um sistema chamado “tampão” no nosso organismo que, através de mecanismos de feedback (basicamente uma espécie de “termostato” que grosso modo afere o pH do sangue, e envia um sinal para ajuste), vai ativar outros mecanismos que acabam por regular esse pH.

Ou seja, se começa a ficar ácido, o corpo trabalha para alcalinizar o sangue, e vice-versa caso fique alcalino demais.

O valor de pH do sangue quando sai desse parâmetro de normalidade torna-se preocupante e deve ser tratado.

Porém, esse tipo de situação ocorre somente em alguns estados de doença e não tem absolutamente nada a ver com os alimentos que você come no dia a dia.

Já os alimentos afetam sim o pH da urina.

O corpo tem muitos mecanismos eficazes para regular de perto o equilíbrio do pH em seu corpo.

Isto é conhecido como homeostase ácido-base, o já referido sistema tampão.

Felizmente, esses mecanismos tornam quase impossível para as influências externas alterarem o valor de pH do sangue, como já explicado anteriormente.

Por isso, quem afirma que a dieta alcalina não é realmente eficaz usa justamente esse motivo: comida simplesmente não pode mudar o seu pH do sangue.

Mas o alimento pode definitivamente mudar o valor do pH da urina que, por sua vez regula, o pH do sangue.

 

Mas antes de prosseguirmos... Que tal conhecer um método de emagrecimento totalmente sistematizado e fácil, onde você não precisa abandonar totalmente os alimentos que tanto gosta e acabar de vez com o tal do efeito sanfona, mudando sua vida e saúde para sempre?

Você está a um clique de uma verdadeira revolução na sua vida. Se você precisa perder 10, 20, 30kg ou mais, veio ao lugar certo. E se precisa perder só alguns quilinhos, é mais rápido ainda. Nada de medicações, dietas milagrosas, nada disso. Até porque nada disso é necessário.

E você também vai conhecer 7 alimentos que você provavelmente acha que são emagrecedores, mas que na verdade promovem justamente o efeito contrário.

Clique aqui para saber mais e bem vindo à sua nova vida.

Também deve-se levar em consideração que o pH da urina é realmente um indicador muito pobre de pH total do corpo e saúde em geral.

Ele pode ser influenciado pela dieta e por muitos outros fatores.

Afinal, dieta alcalina funciona ou não?

Para responder a essa pergunta, vale lembrar que a osteoporose é uma doença óssea progressiva caracterizada por uma diminuição no conteúdo mineral do osso.

Também é particularmente comum entre as mulheres na pós-menopausa, podendo aumentar drasticamente o risco de fraturas.

Mas por que diabos falamos de osteoporose aqui?

Muitos entusiastas da dieta alcalina acreditam que, a fim de manter um pH sanguíneo constante, o organismo leva minerais alcalinos (como o cálcio) de seus ossos para compensar os ácidos dos alimentos ingeridos.

De acordo com esta teoria, as dietas ricas em alimentos ácidos podem causar uma perda de densidade mineral óssea.

Esta teoria é conhecida como a “hipótese de ácido de sódio de osteoporose”.

Todavia, na dieta alcalina a função do rim é completamente ignorada.

Nossos rins são fundamentais para a remoção de ácidos e regulação do pH do corpo.

É um dos seus principais papéis.

Os rins são capazes de neutralizar os ácidos no sangue.

O sistema respiratório também está envolvido no controle do pH do sangue.

Além disso, a hipótese de “ácido-cinza” ignora um dos principais motores da osteoporose, a perda de colágeno do osso.

Ironicamente, essa perda de colágeno é fortemente associada a baixos níveis de ácido ortosilícico e ácido ascórbico (vitamina C) na dieta.

Além disso, já foi provado que dietas ricas em proteínas (ácidas) estão associadas a ossos saudáveis.

Sendo assim, a dieta alcalina é sim bastante saudável e emagrecedora, mas porque estimula o consumo de frutas, legumes e alimentos vegetais saudáveis, enquanto restringe alimentos processados, e não pelo fato de ser propriamente alcalina.

E toda e qualquer dieta, por qualquer que seja o fundamento, que indiretamente reduza a quantidade de carboidratos ingeridos, vai ser emagrecedora e eficaz.

Já está mais do que comprovado que, devido ao estímulo insulinêmico, os carboidratos são os principais responsáveis pelo processo de engorda. O fato de as dietas low carb superarem as dietas de baixa gordura em todos os estudos possíveis e imagináveis só comprova isso.

E sendo assim, é mais ou menos como você proclamar que a dieta alcalina emagrece por motivo X, quando na verdade, ela emagrece por motivo Y.


 

Referências:

 

1- The Alkaline Diet: Is There Evidence That an Alkaline pH Diet Benefits Health?

2- Acid/alkaline ash diets: time for assessment and change.

3- Nutritional disturbance in acid-base balance and osteoporosis: a hypothesis that disregards the essential homeostatic role of the kidney.

Veja Mais Sobre Como Emagrecer

Seja bem-vindo! Saiba quem somos.   Olá! Gostaríamos de te dar as boas vindas ao site. Esperamos que, aqui, você aprenda e encontre todas as informações de que precisa para cons...
Refrigerante faz mal (e se bobear, mata). Aviso: antes de começar a ler, deixe essa lata de refrigerante que você está tomando agora de lado. Que refrigerante faz mal à saúde, você já deve ima...
4 dietas saudáveis (e que emagrecem muito). Para manter a boa forma e a saúde em dia, existe atualmente uma série de estratégias que podem ser usadas. Confira 4 dietas saudáveis e emagrecedoras ...
Gengibre para emagrecer: turbine seu metabolismo. Para entender como funciona o uso do gengibre para emagrecer, é preciso lembrar que, da mesma forma que o exercício cria o calor necessário no corpo p...

Descubra quais são os 7 alimentos que parecem saudáveis, mas que na realidade não são.

Sim, eu quero.

Publicidade

O que você pensa sobre emagrecimento e dietas? Escreva abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *