Emagrecer é caro? Novo estudo diz o contrário!

Emagrecer é caro? Novo estudo diz o contrário!

22 de novembro de 2017

É normal as pessoas acharem que emagrecer é caro.

Afinal, tem-se a idéia que você precisa comprar equipamentos para malhar, suplementos, comidas mais custosas…

E normalmente o que você lembra é da conta do supermercado no momento que começa a buscar o emagrecimento.

banner método emagrecimento fácil

Mas será que emagrecer é caro mesmo?

Não é o que foi encontrado em um estudo publicado recentemente na revista Obesity.

Emagrecer é caro? O estudo

Economiza ou não?

O estudo avaliou quanto de dinheiro as pessoas podem economizar apenas por emagrecer, em idades diferentes.

E a chave para a questão são os problemas de saúde potenciais que advém da obesidade.

E claro, isso tem custo. E não é barato.

Infelizmente ocorre uma miopia em enxergar o impacto no longo prazo.

emagrecer e caro

Miopia é só enxergar o que está perto.

Mas a conta vem, pode apostar.

banner método emagrecimento fácil

Pesquisadores do Centro de Prevenção Global da Obesidade na Universidade Johns Hopkins desenvolveram um modelo que simula adultos em idades diferentes, e pesos variando de normal a obeso, passando por sobrepeso.

Com isso, foram calculados possíveis problemas de saúde e seus custos associados ao longo das vidas dessas pessoas.

O modelo desenvolvido levou em consideração diversos fatores como custos de hospitalização e medicamentos, bem como perdas salariais potenciais associadas com incapacidade laborativa, invalidez e morte prematura.

As idades iniciais simuladas variavam entre 20 a 80 anos.

Os resultados

 

O estudo descobriu que pessoas de 20 anos de idade e obesas gastavam 28000 dólares a mais, ao longo da vida, do que pessoas de 20 anos de idade com peso normal.

Na faixa dos 50 anos, esse valor aumenta para 36278 dólares a mais, de obesos para normais.

No grupo mais idoso, a diferença era menor, mas ainda assim o grupo obeso gastava 16880 dólares a mais.

 

Tá, mas quanto fica isso em reais?

Aqui é real, pô!

Ah tá, mas a nossa moeda é o real. Vamos usar o valor aproximado da conversão dólar-real para você ter uma idéia do que isso representa, mesmo que seja ao longo de uma vida:

28000 dólares = 90440 reais

36278 dólares = 117177 reais

16880 dólares = 54522 reais

Uma grana e tanto, não acha? (Valor usado foi 1 dólar = 3,23 reais)

A maioria dos custos em todas as idades vieram de perda de produtividade.

Ou seja, as doenças fizeram as pessoas perderem capacidade de trabalho.

Se em qualquer dos grupos, os indíviduos emagrecessem, passando de obesos para sobrepeso, uma quantidade significativa de dinheiro poderia ser economizada, com a maior dessas quantias na faixa etária de 60 anos.

Uma economia de 18600 dólares ao longo da vida nessa faixa, ou seja, 60078 reais.

Aqueles na faixa etária de 20 anos teriam uma economia menor, aproximadamente 10360 dólares ao longo da vida, o que dá 33462 reais.

O estudo usou dados de várias fontes e estudos prévios, incluindo o Estudo Cardiaco de Framingham, o mais longo e completo estudo já realizado sobre patologias cardiovasculares no mundo.

 

Concluindo

A conta da obesidade sempre chega

Especialmente quando alguém começa uma dieta low carb, onde os alimentos são mais caros que os convencionais, é muito frequente que a pessoa diga que gastou muito no supermercado.

O que a pessoa não enxerga é que:

1- Ao longo do tempo, a pessoa comerá menos. Mesmo que os produtos sejam mais caro, no médio e longo prazo, você pode até gastar mais na compra, mas irá menos ao mercado. E isso fatalmente representa economia.

2- O impacto de tudo o que foi demonstrado no estudo no longo prazo, doenças, incapacidades, perdas produtivas no trabalho, custos com hospitais e medicações (e isso não é nada barato).

Menos quilos, mais grana… O que mais posso querer?

O estudo apenas prova que emagrecer faz bem tanto para sua saúde propriamente dita, como para sua saúde financeira!

E aí, tá esperando o que para economizar uma grana e entrar em forma?

Descubra quais são os 7 alimentos que parecem saudáveis, mas que na realidade não são.

Sim, eu quero.

Publicidade

O que você pensa sobre emagrecimento e dietas? Escreva abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *