Exercícios para gestantes: como evitar engordar ainda mais, e de quebra, facilitar o parto.

Exercícios para gestantes: como evitar engordar ainda mais, e de quebra, facilitar o parto.

12 de maio de 2016

Mesmo durante a gravidez as mulheres podem, e devem se exercitar. No entanto, existem certos exercícios para gestantes mais adequados.

Mulheres que engravidam e que tinham uma vida mais sedentária, por exemplo, devem ter ainda mais atenção e não se esforçar em demasia.

Neste artigo, você vai descobrir:

banner método emagrecimento fácil

1- Por que, se possível, você deve praticar exercícios na gravidez

2- Quais são os exercícios mais recomendados

3- Um infográfico mostrando os 8 melhores exercícios para gestantes

4- Quando interromper a atividade física e procurar o médico

5- Qual o ganho de peso esperado na gravidez

6- O que são os exercícios de Kegel e como fazê-los

 

Mas na medida certa, os exercícios oferecem vários benefícios e ajudam a futura mamãe a cuidar da forma física.

banner método emagrecimento fácil

Entre as vantagens, vale destacar que a atividade física reduz o risco de complicações obstétricas, além de ajudar no controle do ganho de peso da mãe e na melhora do condicionamento físico.

Outras vantagens são a redução de quadros de estresse e do risco de depressão.

Dicas de exercícios para gestantes.

exercícios para gestantes

Caminhadas são ótimos exercícios para gestantes, sendo que é fundamental vestir roupas leves e manter-se hidratada durante a atividade.

Recomenda-se que as mulheres grávidas evitem caminhar quando estiver muito quente.

Outra dica para as gestantes é praticar atividades físicas realizadas na água.

Nesse sentido, destacam-se atividades como hidroginástica e natação, uma vez que elas evitam as forças gravitacionais, as dores lombares e os inchaços pelo corpo.

Já a yoga, outra opção de exercício para gestantes, oferece, entre os seus benefícios, a manutenção do tônus muscular e melhora da flexibilidade, o que ajuda em muito, inclusive, na hora do parto.

Mesmo que você escolha entre uma dessas opções de atividade física que melhor se enquadram à gravidez, é importante conversar com o seu médico se você está apta a realizá-las.

Informe-se com o profissional, ainda, sobre as suas possibilidades a respeito de intensidade dos exercícios e qual deles pode lhe trazer mais benefícios.

Além disso, existem mulheres que devem evitar os exercícios, no caso de possuírem doenças cardíacas, gravidez múltipla ou terem trabalho de parto prematuro.

Já na hora de fazer a atividade, é importante que você tenha orientação de um profissional da educação física.

Existem locais que oferecem aulas de yoga e hidroginástica exclusivas para gestante, prefira esses lugares, com profissionais capacitados e experientes.

Confira um infográfico com um guia geral sobre exercícios na gestação abaixo:

exercicios para gestantes

Clique na imagem para ampliar

Gravidez e a alimentação.

O ganho de peso durante a gestação é normal, sendo que a mulher pode ganhar de 7 kg e 15 kg, o que varia em cada situação.

No entanto, é melhor não engordar mais do que previsto, o que pode trazer complicações para a gravidez.

Por isso, é importante seguir uma alimentação saudável, mas sem fazer dietas para perder peso.

O bebê vai se desenvolver à partir dos alimentos que a mãe ingerir e, por isso, ela deve fornecer todos os nutrientes que ele precisa, evitando o desejo desenfreado por alimentos ricos em açúcar, sal e gordura.

Assim, ao mesmo tempo em que se deve cuidar do peso para não engordar demais, é preciso manter um cardápio rico em nutrientes.

Já na hora de montar o cardápio da gestação, as recomendações nutricionais devem estar de acordo com as necessidades de cada mulher, o que pode mudar conforme o seu ganho de peso, tamanho do feto, o que dizem os exames do pré-natal, etc.

Quanto ao uso de suplementos alimentares, como o ácido fólico, a mulher deve conversar com o seu médico e usar de acordo com a sua necessidade.

Exercícios para ajudar na hora do parto.

Além dos exercícios para gestantes serem benéficos para o bem estar da mãe e bebê ao longo da gravidez, muitos deles são recomendados para ajudar na hora do parto.

Os principais músculos que devem ser trabalhados nessa hora são os do assoalho pélvico, que ficam entre as pernas, a partir do osso púbico na frente até a base da espinha nas costas.

A função desse assoalho é de sustentar a bexiga, o útero e o intestino, bem como são responsáveis pelo controle dos músculos que fecham o ânus, a vagina e a uretra.

O parto, inclusive, pode afetar esses músculos, se eles não estiverem fortes.

Com isso, pode haver incontinência urinária, redução no prazer sexual e prolapso – quando um órgão sai do lugar.

Os exercícios nos músculos do assoalho pélvico também são chamados de exercícios de Kegel e, ao serem realizados, garantem o adequado apoio ao peso extra da gravidez.

Outros benefícios são a colaboração que oferecem ao segundo estágio do trabalho de parto e são fundamentais para a recuperação do períneo (área entre a vagina e o ânus), quando o parto é normal.

 

Mas antes de prosseguirmos... Que tal conhecer um método de emagrecimento totalmente sistematizado e fácil, onde você não precisa abandonar totalmente os alimentos que tanto gosta e acabar de vez com o tal do efeito sanfona, mudando sua vida e saúde para sempre?

Você está a um clique de uma verdadeira revolução na sua vida. Se você precisa perder 10, 20, 30kg ou mais, veio ao lugar certo. E se precisa perder só alguns quilinhos, é mais rápido ainda. Nada de medicações, dietas milagrosas, nada disso. Até porque nada disso é necessário.

E você também vai conhecer 7 alimentos que você provavelmente acha que são emagrecedores, mas que na verdade promovem justamente o efeito contrário.

Clique aqui para saber mais e bem vindo à sua nova vida.

Para saber quais são os músculos do assoalho pélvico basta imaginar que você está tentando impedir a defecação e o fluxo de urina ao mesmo tempo.

Já para realizar os exercícios de Kegel você não deve encolher a barriga, nem enrijecer o bumbum, prender a respiração e tampouco apertar as pernas uma contra a outra.

Assim, apenas os músculos certos serão trabalhados.

Você pode praticar o exercício a qualquer momento, seja deitada, sentada ou em pé, enquanto realizar tarefas cotidianas.

Repita a contração e relaxamento dos músculos três vezes. Enquanto estiverem contraídos, não pare de respirar.

Depois relaxe, empurrando os músculos para fora e, em seguida, faça o movimento novamente. Faça a sequências várias vezes ao longo do dia.

Por fim, aproveite essa deliciosa etapa da sua vida e cuide do seu corpo como cuida do seu bebê.

Com os devidos cuidados, naturalmente seu organismo irá se adequar e promover um aumento de peso saudável e controlado.

 


 

Referências:

 

1- Physical exercise during pregnancy: a systematic review.

2- Effect of exercise on pregnancy outcome.

3- Exercise during pregnancy and pregnancy outcome.

Veja Mais Sobre Como Emagrecer

Para quem este site foi criado.   Como você pôde ver no post em que nos apresentamos, nós criamos este site com o desejo de ajudar outras pessoas a perderem peso, emagrecendo c...
Pipoca engorda? Depende… Eu espero que você não esteja acessando esse artigo no cinema, porque senão eu preciso te alertar sobre alguns fatos, se pipoca engorda ou não.Nes...
Natação emagrece (e mais 4 benefícios que você não... Para quem está em busca de uma atividade física para perder peso, a natação pode ser uma boa pedida, porque se trata de um esporte que proporciona, al...
Treino intervalado de alta intensidade (adeus hora... Hoje existe um bom treino que garante conseguir queimar calorias, perder mais gordura e até melhorar o seu nível cardiovascular, garantindo mais condi...

Descubra quais são os 7 alimentos que parecem saudáveis, mas que na realidade não são.

Sim, eu quero.

Publicidade

O que você pensa sobre emagrecimento e dietas? Escreva abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *