Gengibre para emagrecer: turbine seu metabolismo.

Gengibre para emagrecer: turbine seu metabolismo.

10 de fevereiro de 2016

Para entender como funciona o uso do gengibre para emagrecer, é preciso lembrar que, da mesma forma que o exercício cria o calor necessário no corpo para que haja a queima de calorias, o gengibre também cria calor interno e acelera o metabolismo, pois ele causa a termogênese, uma ação que estimula o metabolismo, facilitando o processo de perda de peso.

Neste artigo, você vai descobrir:

1- As vantagens do consumo de gengibre para emagrecer

banner método emagrecimento fácil

2- Por que, apesar de vantajoso, ele não faz milagre sozinho

3- Outros benefícios do gengibre para a saúde

4- Outros alimentos que ajudam a queimar gordura, assim como o gengibre

5- O limite máximo de consumo de gengibre, para evitar outros problemas

6- Uma receita para fazer chá de gengibre para emagrecer

Além disso, essa raiz termogênica é quase livre de calorias, cerca de 1 por grama, e é muito versátil na culinária.

Quando usado na preparação de pratos ou chás é um grande aliado da perda de peso, embora não substitua outros alimentos para uma dieta reduzida em calorias.

A raiz é usada há muitos anos para tratar náuseas e outros males digestivos, mas só mais recentemente ganhou atenção como auxiliar na dieta.

banner método emagrecimento fácil

Porém, quem deseja acrescentar o gengibre no seu dia a dia, não pode consumi-lo em formatos açucarados.

O mais indicado é fazer extrato de gengibre, fervendo-o em água, ou dissolver o seu pó em água quente e mesmo ingeri-lo em cápsulas.

O gengibre está no topo da lista de alimentos que ajudam a queimar gordura, sendo que outros são: grãos integrais, amêndoas, abacate, carne magra, laticínios de baixo teor de gordura, alho, grão de bico, frutas cítricas, frutas vermelhas e pimenta caiena.

Todos esses alimentos termogênicos são compatíveis com o emagrecimento por meio de um cardápio balanceado e nutritivo.

No entanto, mesmo a ingestão diária de gengibre deve ser moderada e não passar de 4 gramas por dia, o que vai evitar efeitos colaterais como diarreia e azia.

Já quem possui problemas de cálculos biliares é melhor evitar o gengibre.

Além disso, quem está para fazer uma cirurgia deve avisar o seu médico que está consumindo gengibre.

Já se você está tomando aspirina ou outro medicamento que “afina o sangue”, o gengibre pode interferir na sua eficácia.

Mais vantagens do gengibre para emagrecer.

A raiz termogênica ajuda a regular o colesterol, já que o seu consumo reduz significativamente os níveis de colesterol sérico (nível de colesterol total no sangue) e colesterol hepático.

Outro benefício do gengibre é que ele ajuda a melhorar o sistema imunológico, sendo que o seu uso para combater o frio, náuseas e gripe já são bem conhecidos.

A raiz possui propriedades antifúngicas e antivirais, auxiliando no combate às bactérias nocivas.

Além disso, quando o gengibre é bebido em forma de chá, ele alivia a dor de garganta, tosses incessantes e reduz até mesmo situações de congestão nasal.

O gengibre contém crômio, magnésio e zinco, que previnem calafrios, febre e suor excessivo.

Além disso, ele age como um anti-histamínico e, portanto, é útil no tratamento de alergias.

O chá de gengibre é usado para perda de peso à medida que aumenta o metabolismo, estimula a circulação e excreção de toxinas do corpo.

O gengibre é ainda muito eficaz na prevenção dos sintomas da chamada doença do movimento, que se caracteriza por mal-estar, dor de cabeça, vômitos, náuseas, suor excessivo e tontura durante viagens de avião, barco ou carro.

A raiz diminui e mesmo evita todos esses sintomas.

A cinetose, como também é conhecida, é uma doença pouco divulgada, mas que afeta muitas pessoas.

Outros problemas que milhões de indivíduos têm são de azia e indigestão, os quais podem ser tratados com chá de gengibre.

A raiz também facilita a limpeza do cólon, o que ajuda na boa digestão.

Ele tem um efeito benéfico sobre o sistema digestivo porque ajudaa regular e a facilitar o movimento do alimento através do estômago e intestinos delgado e grosso.

A raiz tem alto teor de fibras, o que aumenta a motilidade gastrointestinal, além de reduzir a absorção de gorduras e também diminuir a velocidade de absorção de açúcares.

Açúcares nunca são bons, mas se absorvidos rapidamente, contribuem muito para o processo de engorda, além de provocarem flutuações tão grandes dos níveis de insulina circulante, que em última análise, isso resulta num descontrole dos mecanismos de saciedade do corpo.

Se não entendeu o que isso quer dizer, eu traduzo: uma fome incessante. Tente emagrecer assim e volte aqui para me contar o resultado.

Vale lembrar que uma boa digestão também facilita a perda de peso.

Mais informações, e como usar o gengibre para emagrecer.

gengibre para emagrecer

Além de aumentar a perda de gordura, o gengibre ajuda o organismo a sentir-se por mais tempo saciado.

Também está provado que o gengibre funciona como um inibidor de apetite natural, que é a melhor maneira de perder peso.

Inibidores de apetite naturais são seguros e não causam nenhum rebote, o popular efeito sanfona.

O gengibre também suprime o cortisol – hormônio esteroide que regula a energia e sua mobilização.

 

Mas antes de prosseguirmos... Que tal conhecer um método de emagrecimento totalmente sistematizado e fácil, onde você não precisa abandonar totalmente os alimentos que tanto gosta e acabar de vez com o tal do efeito sanfona, mudando sua vida e saúde para sempre?

Você está a um clique de uma verdadeira revolução na sua vida. Se você precisa perder 10, 20, 30kg ou mais, veio ao lugar certo. E se precisa perder só alguns quilinhos, é mais rápido ainda. Nada de medicações, dietas milagrosas, nada disso. Até porque nada disso é necessário.

E você também vai conhecer 7 alimentos que você provavelmente acha que são emagrecedores, mas que na verdade promovem justamente o efeito contrário.

Clique aqui para saber mais e bem vindo à sua nova vida.

Ou seja, ele deixa o organismo preparado para situações de perigo, mas também serve para ajudar o organismo a controlar o estresse, reduzir inflamações, bem como auxilia no adequado funcionamento do sistema imunológico.

Também manter os níveis de açúcar no sangue constantes, assim como a pressão arterial.

Porém, o estresse frequente pode causar níveis de cortisol muito altos, o que resulta em aumento excessivo de gordura da barriga e ganho de peso.

Para agregar essa raiz versátil à sua vida, é possível acrescentar raspas de gengibre à limonada, às saladas e mesmo a pratos quentes, como arroz.

No entanto, evite beber o chá de gengibre à noite, pois como ele é algo estimulante, pode atrapalhar o seu sono.

O gengibre não deve ser utilizado por gestantes e lactantes.

gengibre para emagrecer

Por fim, fica o lembrete que não se deve utilizar qualquer alimento como “suplemento milagroso” que vai resolver seu problema sem você precisar mudar sua alimentação ou de forma mágica.

Parece inacreditável, mas a quantidade de pessoas que come toneladas de porcarias e “brilhantemente”, começa a tomar chá de gengibre junto ou botar pimenta na sua pizza diária acha que vai emagrecer.

E quando obviamente não conseguem o resultado que desejam, ainda sentenciam que o gengibre não emagrece coisa nenhuma.

Novamente, ele não faz milagre.

O gengibre para emagrecer será apenas um ótimo auxiliar para as mudanças realmente necessárias, visando acelerar todo o processo.

E nisso ele é bastante competente!

 

Receita de chá de gengibre para emagrecer

 

Ingredientes

  • 1 colher de chá de gengibre ralado ou 4 rodelas de gengibre cortado
  • 1 xicara de chá de água

Modo de Fazer

Opção 1: Coloque a água em uma panela ao fogo e despeje o gengibre ralado nela. Aqueça até quase começar a borbulhar, mas antes de ferver. Desligue o fogo.

Opção 2: Deixe a panela com água sobre o fogo até que chegue ao mesmo ponto imediatamente antes de levantar fervura. Neste momento, adicione as rodelas de gengibre à agua, tampe a panela e desligue o fogo. Deixe descansar por 10 minutos, coe e beba em seguida.

 


 

Referências:

 

1 – Anti-Oxidative and Anti-Inflammatory Effects of Ginger in Health and Physical Activity: Review of Current Evidence

2- Ginger consumption enhances the thermic effect of food and promotes feelings of satiety without affecting metabolic and hormonal parameters in overweight men: a pilot study.

3- A review of the gastroprotective effects of ginger (Zingiber officinale Roscoe).

Veja Mais Sobre Como Emagrecer

Seja bem-vindo! Saiba quem somos.   Olá! Gostaríamos de te dar as boas vindas ao site. Esperamos que, aqui, você aprenda e encontre todas as informações de que precisa para cons...
Refrigerante faz mal (e se bobear, mata). Aviso: antes de começar a ler, deixe essa lata de refrigerante que você está tomando agora de lado. Que refrigerante faz mal à saúde, você já deve ima...
4 dietas saudáveis (e que emagrecem muito). Para manter a boa forma e a saúde em dia, existe atualmente uma série de estratégias que podem ser usadas. Confira 4 dietas saudáveis e emagrecedoras ...
Como perder barriga rápido: agora vai! Quando se trata de emagrecimento, perder a gordura abdominal é o principal objetivo de quem está tentando perder peso e melhorar a boa forma. Muitas p...

Descubra quais são os 7 alimentos que parecem saudáveis, mas que na realidade não são.

Sim, eu quero.

Publicidade

4 disseram o que pensam. Agora é sua vez.

  1. Bom dia! Comprei a dieta com vocês e estou adorando. Quero comprar o livro sobre se libertar dos doces, mas, perdi minha senha e não consigo entrar nem para ouvir a auto hipnose. Gostaria muito que vocês me ajudassem.Me enviem a senha, por favor. Grata por tudo. Thereza

  2. gostaria de saber quem tem pressão pode tomar esse chá de gengibre..

Trackbacks/Pingbacks

  1. 9 erros que você comete sem saber, que vão reduzir seu metabolismo e não deixam você emagrecer. - […] estoques não forem repostos, o resultado é anemia, baixo nível de disposição e energia, e um metabolismo mais lento.…

O que você pensa sobre emagrecimento e dietas? Escreva abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *