Gordura saturada: por anos vilã, mas nunca fez mal.

Gordura saturada: por anos vilã, mas nunca fez mal.

26 de fevereiro de 2016

Desde “sempre”, a gordura saturada é algo demonizada em matéria de alimentação.

Parece ser senso comum que ela não é saudável, que aumenta o colesterol, que causa ataques cardíacos, etc.

Entretanto, estudos recentes demonstram que a realidade não é bem esta.

banner método emagrecimento fácil

Sendo assim, trazemos aqui justamente essa realidade, para desmistificar essa aura vilanesca da gordura saturada.

Neste artigo, você vai descobrir:

1- O que é a gordura saturada

2- Por que acreditou-se que a gordura saturada faz mal

3- Por que essa crença é rasa

4- Um gráfico que mostra as consequências catastróficas da retirada da gordura saturada da dieta

5- Por que na verdade a gordura saturada MELHORA o seu colesterol

banner método emagrecimento fácil

6- Uma hipótese que explica a explosão dos níveis de obesidade observada após a retirada das gorduras saturadas, das recomendações dietéticas. 

7- E quais são as reais gorduras que devem ser evitadas

Qual é a tal da gordura saturada?

As gorduras podem ser saturadas, monoinsaturadas, ou polinsaturadas.

Na verdade, nenhuma gordura encontrada na alimentação é puramente de apenas um tipo.

E além das diferenças químicas, a gordura saturada tende a ser mais sólida em temperatura ambiente, enquanto as insaturadas são líquidas.

Por que acreditam que a gordura saturada faz mal?

gordura saturada

A gordura saturada foi transformada em vilã com base em suposições, dados observacionais e estudos com animais. Estavam errados.

Com a epidemia de obesidade e doenças do coração, até então mais raras, na população americana no século 20, pesquisadores procuravam as causas desse fenômeno.

E pelas evidências até então encontradas, tudo parecia apontar que a gordura saturada aumentava os níveis de colesterol no sangue.

Então como se sabia que o nível elevado de colesterol estava correlacionado com o aumento de doenças do coração, a conclusão foi que se a gordura saturada eleva o colesterol, então isso iria aumentar a incidência de doenças cardíacas.

O problema foi que essa hipótese acabou prevalecendo, à despeito de nunca ter sido demonstrada em seres humanos.

Foi pura e simplesmente baseada em suposições, dados observacionais e estudos com animais.

E inclusive os dados mais modernos mostram que essa hipótese está errada, e mesmo assim, continuam os conselhos para evitar a gordura saturada.

gordura saturada dica drm

 

Sobre o aumento do colesterol que a gordura saturada gera.

O primeiro grande engano é sobre o aumento do colesterol total.

Como sabemos, o colesterol é formado por diversas frações, dentre elas o LDL, que é considerado danoso, e o HDL, o chamado colesterol bom, que reduz a incidência de doenças cardiovasculares.

E apesar da gordura saturada elevar o LDL, ela também aumenta o HDL, fato esse que foi ignorado por muitos cientistas.

E a coisa fica ainda pior, porque o LDL não é necessariamente ruim.

Isso porque existem diversos subtipos de LDL. São eles o LDL pequeno e denso, e o LDL grande.

O LDL pequeno e denso é o real vilão da história, pois está relacionado ao processo de inflamação que leva às doenças do coração.

Mas o LDL grande parece não estar envolvido nesse processo.

Desta forma, quanto mais LDL grande você tiver, melhor.

E a gordura saturada entra justamente aí, porque o seu consumo promove a mudança do padrão de LDL de pequeno e denso para o grande.

Mesmo aumentando os níveis totais de LDL, a gordura saturada aumenta o subtipo mais saudável desse LDL, ou seja, é um aumento benéfico.

Inúmeros estudos demonstraram a falta de correlação entre a gordura saturada e doenças cardiovasculares.

Será que ela é mesmo esse bicho de sete cabeças?

Além disso, outros estudos também já demonstraram que dietas com baixo teor de gordura saturada não trazem mais benefícios para a saúde ou fazem você viver mais.

E entrando na questão do emagrecimento, parece ser coincidência demais que quando as diretrizes gerais sobre dietas com baixo teor de gordura saíram, foi justamente quando os níveis de obesidade e diabetes dispararam.

Caso duvide, confira o gráfico abaixo.

infografico gordura saturada

Clique na imagem para ampliar

À medida que o consumo de fontes de gordura saturada como laticínios integrais e carnes vermelhas foi sendo reduzido, graças às recomendações dos especialistas em saúde, a epidemia de obesidade começou a explodir.

 

Mas antes de prosseguirmos... Que tal conhecer um método de emagrecimento totalmente sistematizado e fácil, onde você não precisa abandonar totalmente os alimentos que tanto gosta e acabar de vez com o tal do efeito sanfona, mudando sua vida e saúde para sempre?

Você está a um clique de uma verdadeira revolução na sua vida. Se você precisa perder 10, 20, 30kg ou mais, veio ao lugar certo. E se precisa perder só alguns quilinhos, é mais rápido ainda. Nada de medicações, dietas milagrosas, nada disso. Até porque nada disso é necessário.

E você também vai conhecer 7 alimentos que você provavelmente acha que são emagrecedores, mas que na verdade promovem justamente o efeito contrário.

Clique aqui para saber mais e bem vindo à sua nova vida.

Isso é no mínimo interessante, porque na hora de estabelecer uma correlação rasa entre a gordura saturada e o aumento do colesterol, assumiu-se este fato como verdade absoluta.

Mas ninguém costuma enxergar essa correlação entre a redução do consumo das gorduras saturadas e a explosão dos níveis de obesidade?

Coincidência?

Uma hipótese para o aumento da obesidade após a retirada das gorduras saturadas

Basicamente, as recomendações para a retirada da gordura saturada, embora bem intencionadas a princípio, criaram um problema.

Isso porque as gorduras têm poder saciante.

Se duvida, tente comer 3 pratos de feijoada seguidos. Volte aqui e me conte como foi fracassar.

Mas passa a acontecer um problema sério quando você retira fontes dessa gordura.

Primeiro porque algo vai ter que entrar no lugar.

A porca começou a torcer o rabo aí, porque a indústria alimentícia substituiu as gorduras por carboidratos.

Carboidratos em excesso, além de não saciar, ainda fazem o seu pâncreas produzir insulina em demasia.

Essa insulina vai, em última análise:

1- Reduzir a disponibilidade de energia fora das células, o que causa falta de disposição.

2- Sabotar mecanismos de controle da fome, ou seja, você vai sentir fome o tempo todo.

3- Disparar o sinal para o armazenamento de gordura.

Junte a essa mistura explosiva, toda a exploração do marketing em torno do “baixo teor de gordura”.

O resultado é que as pessoas começaram a comer carboidratos de forma descontrolada, e agora você já deve ter entendido o gráfico postado anteriormente.

 

Quais as gorduras que você realmente deve evitar?

gorduras a evitar: trans

Evite as gorduras trans e busque o equilíbrio na ingestão de ômega 6 e 3.

As evidências mostram que a gordura saturada e a monoinsaturada são seguras e saudáveis.

E que a real vilã que deve ser evitada a todo custo é a gordura trans.

Além disso, você deve se atentar para o equilíbrio na ingestão dos ácidos graxos Ômega 6 e Ômega 3.

Nos padrões alimentares atuais, come-se muito mais ômega 6 do que ômega 3.

Procure dar mais preferência a alimentos contendo ômega 3 (peixes, por exemplo), e reduzir o consumo de ômega 6 (alimentos contendo óleos comestíveis, como: soja, girassol e milho e certos cortes de aves).

Evite, também, alimentos processados que os contém.

Vale lembrar que a fritura, mesmo se feito com óleos saudáveis como o azeite, é capaz de criar gorduras trans durante o processo.

Concluindo

A falta de evidência dos males atribuídos à gordura saturada é notória.

Ou seja, não passa de mito que a gordura saturada causa todos esses problemas.

Os seres humanos consumiram gordura saturada por milênios e milênios, e os problemas de coração apenas começaram há 100 anos, ou seja, culpar alimentos “velhos” por problemas novos não faz o menor sentido.

Agora… se você resolver comer gorduras e se empanturrar de pães, massas, doces e outras fontes de carboidratos (principalmente os refinados), não só vai engordar, como – com o passar do tempo – pode estimular o desenvolvimento dos problemas cardiovasculares, diabetes etc.

 


 

 

Referências:

1- Intake of carbohydrates compared with intake of saturated fatty acids and risk of myocardial infarction: importance of the glycemic index.

2- Saturated fat, carbohydrates and cardiovascular disease.

3- Saturated fat and cardiovascular disease: the discrepancy between the scientific literature and dietary advice.

Descubra quais são os 7 alimentos que parecem saudáveis, mas que na realidade não são.

Sim, eu quero.

Dê a sua opinião sobre emagrecimento e dietas.

Trackbacks/Pingbacks

  1. Dicas de dieta: As 5 piores de todos os tempos. - […] sem evidências que a gordura saturada causava doenças do coração, alguns cientistas estavam convencidos que ela fazia mal, e…
  2. Uma boa alimentação em 8 dicas. - […] fazer uma substituição adequada, escolha gorduras saturadas ou monoinsaturadas, como manteiga (de preferência vinda de vacas criadas no pasto),…
  3. Óleo de cozinha: Qual usar? - […] se você acha que as gorduras saturadas do óleo são um problema, leia este artigo e veja que as…
  4. 7 mitos sobre o consumo de carne na dieta. | Comece a Emagrecer - […] se fale muito nos problemas do consumo de carne porque ela possui altos níveis de gordura saturada e colesterol,…
  5. Óleo de cártamo: Não embarque nessa! | Comece a Emagrecer - […] ao colesterol elevado, você sabia que o conteúdo gorduroso do organismo humano é de 97% de gorduras saturadas e…
  6. Dieta Atkins: tudo o que você precisa saber. | Comece a Emagrecer - […] Desde então, a Dieta Atkins se tornou muito popular em todo o mundo. Porém, inicialmente, ela foi considerada insalubre…
  7. Como faço para emagrecer? Um plano fácil em 3 passos. - […] Não há razão para temer essas gorduras naturais, além disso, novos estudos mostram que mesmo a gordura saturada não…
  8. Óleo de canola: após ler esse artigo, você nunca mais chegará perto. - […] à luz das novas evidências científicas, a gordura saturada cada vez menos está associada a doenças cardíacas e riscos…
  9. Emagrecimento rápido: por que você está armando uma bomba relógio que fará você recuperar o peso mais rápido ainda. - […] como vilões, eles são essenciais para as funções vitais do nosso organismo, inclusive, as gorduras, sendo que elas devem…
  10. 8 alimentos para emagrecer, mas que vão é fazer você ganhar quilos e quilos. - […] luz de estudos recentes, as gorduras saturadas contidas no iogurte natural são comprovadamente saudáveis. Daí elas são retiradas para…

O que você pensa sobre emagrecimento e dietas? Escreva abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *