Gordura trans: mesmo tentando evitar, você pode estar sendo enganado sem saber.

Gordura trans: mesmo tentando evitar, você pode estar sendo enganado sem saber.

5 de novembro de 2015

Pode parecer inacreditável, mas você sabia que a gordura trans chegou a ser, no passado, considerada uma coisa boa?

Isso porque a gordura trans tem as propriedades de melhora do sabor e consistência dos alimentos, e aumento da vida útil do produto nas prateleiras.

Infelizmente, essas vantagens, como se descobriria depois, tinham um preço. Bem caro.

banner método emagrecimento fácil

É como se os alimentos ricos em gorduras trans enfeitiçassem suas papilas gustativas, para então atravessar seu sistema digestório e atingir suas artérias.

Onde então causariam seus danos.


O que é a gordura trans?

Pequenas quantidades de gordura trans ocorrem naturalmente em alimentos como carne bovina e ovina, e laticínios integrais.

Mas a maioria vêm do processamento de óleos vegetais líquidos para se torrnarem gorduras sólidas.

Hoje em dia, a indústria de alimentos processados é obrigada a listar o teor de gordura trans nas tabelas nutricionais.

Isto facilitou a vida dos consumidores que se preocupam com a saúde.

Mas ainda sim, existem alguns cuidados que devem ser tomados, mesmo quando você vê escrito “Zero gordura trans” na embalagem.

banner método emagrecimento fácil

 

Limites recomendados de gordura trans

Gorduras são essenciais para uma boa saúde, principalmente as insaturadas.

As saturadas podem causar danos, se em excesso, mas em quantidades moderadas, são benéficas.

Porém, ao contrário das outras gorduras alimentares, gorduras trans não são essenciais, e não promovem a boa saúde.

Assim como as gorduras saturadas, a gordura trans aumenta os níveis de colesterol LDL, e com isso, o risco de doenças cardíacas.

Porém, as gorduras saturadas pelo menos não causam alteração no colesterol HDL, que é o chamado “bom” colesterol. Quanto maior o nível de HDL, melhor.

Já a gordura trans, além de aumentar o LDL, ainda abaixa os níveis de HDL, ou seja, é ruim em dose dupla.

A recomendação de consumo de gorduras saturadas é que estas correspondam a menos de 7% das calorias diárias, e gordura trans no máximo 1%.

Considerando que 1g de gordura tem 9 calorias, um consumo de 2000 calorias diárias deve ter, no máximo, 2g de gordura trans.

A indústria alimenticia, face às regulações da lei e ao fato de os consumidores estarem mais atentos, precisou reformular seus produtos para reduzir ou eliminar a gordura trans.

Hoje em dia você pode comprar biscoitos ou margarinas com zero gordura trans, mas cuidado, porque elas ainda existem em alguns produtos.

É necessário ter atenção ao ler as tabelas nutricionais, e procurar marcas que não usem gorduras trans, e também tenham baixo teor de gordura saturada.

Veja abaixo uma lista de produtos que podem conter gordura trans.

Veja abaixo uma lista de produtos que podem conter gordura trans.

  1. Biscoitos, crackers, bolinhos, massa de pizza, alguns pães;
  2. Margarinas;
  3. Misturas para bolos, panquecas e bebidas achocolatadas;
  4. Frituras, dentre as quais: batata frita e nuggets;
  5. Salgadinhos como batata chips, doces e pipoca embalada ou de micro-ondas;
  6. Refeições congeladas.

O que significa “zero gordura trans”?

Então é tudo muito simples, basta procurar no rótulo as palavras “zero gordura trans”, e problema resolvido, certo?

Não é bem assim.

Segundo a ANVISA, os produtos podem conter o máximo de 0,2g de gordura trans por porção, para que possam estampar “zero gordura trans”.

Ou seja, mesmo que o rótulo mostre que o produto teoricamente não tem nada, você estará ingerindo alguma gordura trans sim.

E de porção em porção, pode facilmente superar a quantidade diária máxima.

Tendo isto em mente, lembre-se:

  • É fácil ingerir uma quantidade significativa de gordura trans sem perceber, mesmo que você seja um comsumidor consciente. Por exemplo, se você come uma tigela de cereal “zero trans” na manhã (que na verdade tem 0,2g), um pedaço de bolo de aniversário no escritório e pipoca de microondas vendo um filme à noite, o estrago está feito.
  • Acostume-se a olhar as tabelas nutricionais e lista de ingredientes. Observe todas as gorduras ali contidas. As gorduras saturadas, em excesso, não são saudáveis. Se o rótulo indicar zero gordura trans, procure a lista de ingredientes e veja se esta contém os termos “parcialmente hidrogenada”. Qualquer óleo parcialmente hidrogenado é gordura trans.
  • Normalmente as pessoas comem mais de uma porção. Muitos pacotes de biscoitos descrevem uma porção como 3-4 biscoitos, e ao comermos um pacote supostamente zero trans, que como já vimos, não é tão zero assim, podemos ingerir uma quantidade significativa delas.
  • Ao escolher alimentos “zero gordura trans”, avalie o conteúdo total de gordura. Procure alimentos com o mínimo possível de gorduras saturadas, e que usem gorduras boas, como o óleo de canola.

Um exemplo prático disso:

Você comprou um pacote de salgadinhos com o rótulo de zero gordura trans.

Mas como o máximo por porção é 0,2g, o fabricante coloca um pouco menos que o máximo (digamos 0,1g).

Você, se sentindo seguro em relação às gorduras trans, enfia o pé na jaca e come o pacote inteiro.

Mesmo que saiba disso, pode ter pensado que “ah, é só 0,1g, então tá tudo bem”.

Mas se esquece das porções do pacote. Digamos que o pacote contém 5 porções.

Então você botou para dentro 0,5g de gordura trans, achando que estava seguro.

Repita isso diversas vezes, e temos a receita para uma possível catástrofe.

 

Um alerta sobre gordura trans e preços

A adição de gorduras trans nos alimentos acaba por torná-los mais baratos.

Com isso muitos consumidores preocupados com a conta final podem cair na armadilha de tomar decisões baseadas mais em preços e menos em nutrição.

A reformulação de alimentos para eliminar as gorduras trans é custosa para os fabricantes.

 

Mas antes de prosseguirmos... Que tal conhecer um método de emagrecimento totalmente sistematizado e fácil, onde você não precisa abandonar totalmente os alimentos que tanto gosta e acabar de vez com o tal do efeito sanfona, mudando sua vida e saúde para sempre?

Você está a um clique de uma verdadeira revolução na sua vida. Se você precisa perder 10, 20, 30kg ou mais, veio ao lugar certo. E se precisa perder só alguns quilinhos, é mais rápido ainda. Nada de medicações, dietas milagrosas, nada disso. Até porque nada disso é necessário.

E você também vai conhecer 7 alimentos que você provavelmente acha que são emagrecedores, mas que na verdade promovem justamente o efeito contrário.

Clique aqui para saber mais e bem vindo à sua nova vida.

Alguns podem acabar substituindo gorduras trans por outras versões baratas de gorduras saturadas, que podem contribuir para doenças cardíacas. Portanto, esteja sempre atento às tabelas nutricionais e lista de ingredientes.

 

Alternativas mais saudáveis que as gorduras trans

Apesar do esforço dos fabricantes para eliminar ou reduzir as gorduras trans, mesmo os alimentos reformulados raramente fornecem bons nutrientes.

Muitos são repletos de calorias vazias, e devem ser evitados, de qualquer forma.

Portanto, uma alimentação baseada em frutas, vegetais, grãos integrais, alimentos sem ou com baixo teor de gorduras, legumes, carnes magras e peixes, será sempre a melhor escolha.

Uma dica interessante é usar o que chamo de “regra dos 3 ingredientes”.

Funciona assim: se qualquer alimento tiver mais que 3 ingredientes, recuse-se a comprá-lo. Não poderia ser mais simples.

Porque assim você comprará mais e mais alimentos naturais. O ingrediente de um ovo é apenas um, o próprio ovo.

E isso ajuda você não só a evitar as gorduras trans, bem como outros componentes químicos como corantes, espessantes e outros “faz-mal-zantes” da vida.

Parece restrito? Não se você passar a enxergar os alimentos mais processados como realmente eles são: verdadeiros lixos que jamais deveriam ter acesso ao seu organismo.

Você não comeria uma refeição se soubesse que a carne era de cachorro, certo? Isso porque você sabe que não deve (salvo se for coreano), então você nem precisa pensar para se decidir.

Mas por uma série de fatores, você acaba pensando que os alimentos ruins são “comestíveis”, então quando alguém fala em restringí-los, isso parece reduzir suas escolhas.

Comece a enxergar os alimentos que você não deve ingerir como eles realmente são, como se fossem “carne de cachorro”, e você verá que a sua nova alimentação na verdade não é tão “restrita” assim.

E inclua nisso todo e qualquer alimento que contém gordura trans.

Veja Mais Sobre Como Emagrecer

Seja bem-vindo! Saiba quem somos.   Olá! Gostaríamos de te dar as boas vindas ao site. Esperamos que, aqui, você aprenda e encontre todas as informações de que precisa para cons...
Dieta da água: a dieta mais simples do mundo (e fu... Calma, muita calma nessa hora! Dieta da água não significa que você vai ficar só tomando água o tempo todo.Pelo contrário, vai muito além disso. ...
Gengibre para emagrecer: turbine seu metabolismo. Para entender como funciona o uso do gengibre para emagrecer, é preciso lembrar que, da mesma forma que o exercício cria o calor necessário no corpo p...
Como perder barriga rápido: agora vai! Quando se trata de emagrecimento, perder a gordura abdominal é o principal objetivo de quem está tentando perder peso e melhorar a boa forma. Muitas p...

Descubra quais são os 7 alimentos que parecem saudáveis, mas que na realidade não são.

Sim, eu quero.

Publicidade

Uma pessoa comentou aqui

  1. Muito bom! Parabéns e obrigado!

Trackbacks/Pingbacks

  1. 6 dicas para uma dieta balanceada. - Comece a Emagrecer - […] gorduras trans: Alguma gordura trans ocorre naturalmente em carnes e laticínios, mas a maioria é adicionada artificialmente, e essas […]
  2. Óleo de canola é saudável ou não? - […] Um estudo analisou os óleos de canola e de soja nas prateleiras dos EUA. Os níveis de gorduras trans…
  3. As maiores mentiras da indústria alimentícia. | Comece a Emagrecer - […] gordura trans”. Ou seja, mesmo que o rótulo mostre que o produto teoricamente não tem nada, você estará ingerindo…
  4. Gordura saturada: será que é ruim mesmo? | Comece a Emagrecer - […] são seguras e saudáveis. E que a real vilã que deve ser evitada a todo custo é a gordura trans. Além…
  5. As 5 dicas de dieta mais idiotas e sem noção de todos os tempos. - […] sem falar que no processamento desses óleos, pode ocorrer a formação de gorduras trans, extremamente danosas. Cozinhar com esses…
  6. Como ter uma boa alimentação em 8 passos simples (e emagrecer imediatamente). - […] ruins, incluindo gorduras trans e óleos vegetais refinados. Mesmo com todo o alerta sobre as gorduras trans, o seu…
  7. Produtos light: tudo o que você tem que saber para não ser enganado e sabotar seu emagrecimento. - […] Mesmo que o rótulo mostre que o produto teoricamente não tem nada, você pode estar ingerindo alguma gordura trans sim.…

O que você pensa sobre emagrecimento e dietas? Escreva abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *