7 hábitos altamente eficazes para emagrecer (com o hábito 4, fica fácil).

7 hábitos altamente eficazes para emagrecer (com o hábito 4, fica fácil).

16 de dezembro de 2016

Em seu livro “Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes”, Stephen Covey basicamente aborda a modelagem de comportamentos comprovadamente bem sucedidos, que se adotados, permitem que tenhamos uma chance muito maior de obter sucesso.

De fato, não é necessário reinventar a roda para obter sucesso em determinada área, bastando observar e adotar as atitudes e comportamentos de pessoas bem sucedidas na área referida.

O que uma pessoa pode fazer, provavelmente outra pessoa também poderá.

banner método emagrecimento fácil

E quando se trata de emagrecimento, existem hábitos que são mais do que testados e aprovados, e funcionarão independente do seu gênero, idade, peso que você precisa perder ou filosofia de dieta.

Claro que você precisará encontrar o seu plano de dieta e atividade física, que se adapte à suas necessidades cotidianas, mas existem certos hábitos que pessoas naturalmente magras, e também as que conseguiram perder muito peso têm em comum, que você pode aprender e deve aplicar em sua vida.

Confira a versão em video:

 

Aproveite e inscreva-se no nosso canal do Youtube clicando na imagem abaixo

 

banner método emagrecimento fácil

Veja abaixo os 7 hábitos altamente eficazes para emagrecer

 

1. Faça algum tipo de exercício na maioria dos dias da semana

fazer exercicios é um bom hábito.

Praticar exercícios é uma ótima forma de queimar as calorias extras e ter um corpo mais saudável.

Uma pessoa altamente eficaz em perder peso não põe foco apenas na dieta, mas também incorpora alguma forma de exercício, pelo menos 4 vezes por semana. Não é necessário um exercício exaustivo, mas deve ser pelo menos desafiador. Lembre-se que o condicionamento físico vêm com o tempo, e desta forma, se você está começando, não espere que consiga fazer tanto quanto alguém já condicionado.

2. Tome seu café da manhã

cafe-da-manha

Procure tomar um café da manhã balanceado. É a refeição mais importante do dia.

Como já mencionamos aqui no site, tomar um bom café da manhã é um hábito importante para a perda de peso. A imensa maioria das pessoas que perderam muito peso, e depois permaneceram magras, têm esse hábito.

Alem disso, pessoas que pulam o café da manhã tendem a ter uma menor qualidade das refeições em geral, comendo mais gordura, poucas frutas, refeições maiores e aqueles assaltos à geladeira durante a noite.

Adicionalmente, indivíduos que pulam o café da manhã regularmente têm 4,5 vezes mais chances de ficarem obesos. Um estudo feito pelo Imperial College London, com auxílio de ressonância magnética, separou dois grupos: Um havia tomado um café da manhã, e outro não. Uma hora e meia depois, todos foram submetidos a ressonância magnética, para avaliar a resposta cerebral a fotos de determinados alimentos. E descobriram que a resposta a alimentos calóricos – e não aos saudáveis – mudava, nas pessoas que não tomaram o café. Havia uma ativação maior do córtex orbitofrontal nas pessoas em jejum, que é a parte cerebral envolvida no apelo à comida. Depois do exame, foi servida uma refeição para os participantes, e aqueles que não tomaram café comeram 20% a mais de calorias.

3. Controle suas porções

controlar porcao hábitos

Com o tempo, você conseguirá controlar suas porções sem precisar de muito esforço.

Controlar calorias pode ser uma regra, mas controlar o tamanho de suas porções é (ou pelo menos deveria ser) tão regra quanto. Controlando suas porções, você perderá peso mais facilmente. Combinando contole de porções com controle de calorias, você acabará se surpreendendo com o quão fácil será para você reconhecer o tamanho certo de uma porção adequada dos alimentos que come. É importante ficar de olho nas porções, para evitar que seu olho fique “treinado” para porções acima do ideal.

A habilidade simples de saber o quanto se deve comer, de saber qual o tamanho certo de uma porção de alimentos, é importantíssima no processo de emagrecimento e manutenção de peso. Além disso, comer porções adequadas é algo que permite que comamos apenas até o ponto onde estamos confortavelmente saciados, e isso evita arrependimentos posteriores por ter comido demais.

4. Escolha alimentos básicos/naturais/integrais

alimentos naturais

Incorporar alimentos naturais à sua é um bom caminho para perder peso e manter a saúde. Prefira os orgânicos.

Provavelmente você conhece pessoas que emagreceram usando alimentos processados e embalados específicos para uma dieta, mas quantas destas conseguiram manter o peso depois? Quando você escolhe alimentos básicos (como eles vêm da natureza, sem processamento), você torna fácil a tarefa de evitar as toneladas de ingredientes prejudiciais à sua saúde que são adicionados em alimentos processados. Ao mesmo tempo, você está aprendendo a preparar e saborear alimentos em que pode realmente confiar. Uma regra divertida a seguir é escolher um personagem histórico do século XIX (por exemplo, Dom Pedro II) e “levá-lo” ao supermercado: A partir daí, você não pode comprar nenhum alimento que ele nunca tenha visto!

Alternativamente, uma regra que pode lhe ajudar é a regra dos 3 ingredientes. Passe a olhar as tabelas nutricionais e listas de ingredientes dos produtos, e saiba que quanto mais ingredientes, maiores as chances de estarem ali porcarias com nomes esquisitos que jamais deveriam ter acesso ao seu organismo. Como linha de corte, se o produto passar de 3 ingredientes, não consuma! Invariavelmente você vai acabar consumindo coisas mais naturais, afinal, elas só contém 1 ingrediente.

5. Tenha um método de controle de calorias e nutrientes

diario-alimentar

Mantenha o hábito de controlar o que você come. Um diário alimentar pode ser um grande aliado para descobrir onde está errando.

Pode ser porcentagem de gordura, número de calorias por porção, as famosas “dietas de pontos”. Seja como for, desde que funcione para você, é necessária uma forma de monitorar regularmente sua alimentação, para garantir que você está ingerindo calorias e nutrientes de forma otimizada. Você pode usar papel e caneta, mas já existem até sites na internet e aplicativos para smartphones que ajudam a fazer esse controle.

Um diário alimentar, por exemplo, é uma forma de avaliar constantemente o que você está ingerindo, de forma que posso escolher refeições mais saudáveis e manter seu foco. Anotar o que você come durante o dia torna você mais responsável sobre as escolhas alimentares que faz. O simples ato de estar vigilante com o que você ingere é um bom lembrete do seu compromisso em se alimentar melhor.

Além disso, também permite que você controle não só o que come, mas também aprenda a identificar as emoções que podem servir como gatilhos para uma comilança fora de hora. Você vai perceber que tipos de estímulos te fazem comer, que tipos de alimentos você tende a ingerir nesse momento, e perceberá quando esses padrões de comportamento surgem. E também poderá monitorar seu progresso durante toda a experiência.

E por falar em emoções…

6. Aprenda a lidar com alimentação emocional

alimentacao-emocional

Não deixe que suas emoções influenciem na qualidade e quantidade de alimentos que você ingere.

Este item é importantíssimo e tem que ser abordado de forma eficaz. Muitas pessoas acabam comendo para compensar algum problema emocional, o que é um efeito bola de neve: A pessoa tem uma angústia, e acaba usando a comida para obter alívio. Porém, o alívio é apenas temporário, e o problema não foi resolvido, a angústia continua, e a pessoa volta a comer, e assim acumula calorias e você já imagina onde isso vai parar, não é? Essa alimentação emocional é apenas uma fuga, e você vai ter que abordar esse problema de forma direta, procurando soluções reais, e sem precisar de comida.

Para você ter uma idéia, são sinais de alimentação emocional:

  • Comer mais quando sob stress;
  • Comer quando não está com fome ou quando já está satisfeito;
  • Comer para se sentir melhor;
  • Recompensar-se com comida;
  • Sentir que a comida é como uma “melhor amiga” ou que ela a faz se sentir seguro;
  • Sentir-se sem controle em relação à comida.

7. Tenha um “grupo de apoio”

Os amigos certos ajudam a emagrecer

Crie um grupo de amigos e/ou familiares que te darão suporte e motivação durante o seu processo de emagrecimento.

Entenda por “grupo de apoio”, uma ou mais pessoas que te darão apoio durante o processo de perda de peso. Encarar o processo de forma solitária requer uma disciplina e força de vontade imensas, e é praticamente impossível que a pessoa não tenha algum momento de fragilidade. Ter um sistema de apoio vai lhe ajudar imensamente não só nos momentos difíceis, mas provendo suporte e motivação de forma constante.

Conte-nos quais desses hábitos você não está fazendo e como pretende fazer para colocar em prática. Faça um comentário!

Descubra quais são os 7 alimentos que parecem saudáveis, mas que na realidade não são.

Sim, eu quero.

5 disseram o que pensam. Agora é sua vez.

  1. Foi muito eu entrar nesse site Parabéns

    • Em nome da equipe, agradeço os elogios, Yoneida!

      É por coisas assim que seguiremos em frente, trazendo muita informação de qualidade para nossos leitores.

  2. JA ESTOU FAZENDO A MINHA REEDUCAÇÃO ALIMENTAR, FAÇO CAMINHADAS DIARIAS PELA MANHA, ESTOU USANDO O GOOD BERRY

  3. Olá! Estou adorando as dicas de alimentaçao do site! Quando me deparei com o item “alimentaçao emocional” ou para tentar resolver alguma angústia, me identifiquei muito. Sou magra, nunca estive fora do peso. Sempre fiz atividade física, sou bailarina,rs. Contudo, tenho dificuldades de manter uma alimentaçao saudável devido aos meus costumes, o que inclui os hábitos alimentares familiares, dentro de casa, e também devido à ansiedade. Como faço para descontar minha ansiedade de outra forma, que nao seja na comida?

    • Raquel, obrigado pelo comentário.

      Na minha experiência pessoal, a melhor forma de combater a ansiedade se chama atividade física. Isso porque a prática constante aumentará a produção de hormônios que acalmam e causam bem estar. Se você é sedentária, isso pode acabar aumentando ansiedade, e aí já viu…

      Outras idéias são hobbies e passatempos. Você já deve ter notado que quando sua mente está ocupada com algo, você não tem tempo para sentir a ansiedade. A idéia é ocupar a mente com alguma atividade que te distraia e te mantenha concentrada. Aprender a tocar um instrumento musical e meditação, são alguns exemplos. A internet está cheia de idéias boas para você utilizar.

Trackbacks/Pingbacks

  1. Como treinar a sua mente para emagrecer - Comece a Emagrecer - […] o diário alimentar permite que você descubra onde está errando, e onde precisa fazer […]
  2. Bebidas com açúcar: Seus efeitos e como eliminá-las. - Comece a Emagrecer - […] já falamos anteriomente, beber bastante água é muito importante para sua saúde e ajuda a emagrecer. A desidratação pode…

O que você pensa sobre emagrecimento e dietas? Escreva abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *