Laxante emagrece? Besteira!

Laxante emagrece? Besteira!

28 de março de 2016

É bem provável que você já tenha ouvido alguém falando que laxante emagrece.

No entanto, não é bem assim que ele funciona no organismo.

Neste artigo você vai descobrir:

banner método emagrecimento fácil

1- Os três mecanismos de ação dos laxantes

2- Qual a real função do laxante

3- Qual o laxante natural que você provavelmente já usa (e se não, deveria)

4- Por que usar laxante sem orientação médica é perigoso

5- Por que evacuar menos pode ser na verdade um bom sinal

6- Por que o tal do “inchaço” não é esse bicho de sete cabeças, e dicas para reduzi-lo sem laxantes

7- O que realmente emagrece

 

banner método emagrecimento fácil

O que o laxante faz é ajudar a pessoa a evacuar, por isso, é indicado apenas em casos severos de constipação.

Nem mesmo quem sofre com prisão de ventre moderada necessariamente precisa de laxante.

Para esses casos, uma alimentação rica em fibras já é o suficiente para ajudar a regular o intestino.

É o que chamo de “laxante natural”.

 

Como age um laxante

laxante emagrece - tipos 

Existem três tipos de mecanismos de ação dos laxantes:

O primeiro tipo são os agentes formadores de volume. A maior presença de fezes estimula as contrações do intestino. Além disso, as fezes volumosas são mais moles e em consequência, a eliminação fecal é mais fácil.

Os agentes formadores de volume atuam de forma lenta e suave e representam uma das formas mais seguras para promover evacuações regulares. O uso desses agentes de volume sempre exige a ingestão de grande quantidade de água.

Será que você conseguiu identificar algo em comum com a fibras que ingerimos na dieta?

O segundo tipo são os emolientes fecais. Eles atuam reduzindo a tensão superficial das fezes, permitindo que a água penetre com mais facilidade no bolo fecal, amolecendo-o. O volume maior estimula as contrações naturais do intestino grosso, o que colabora para o deslocamento das fezes amolecidas para fora do corpo.

Um laxante que se encaixa nessa categoria é o óleo mineral, comumente utilizado nos hospitais, para casos de constipação. Na verdade ele não tem essa ação de permitir a entrada da água nas fezes, mas mais por lubrificar a superfície.

Por fim, temos os agentes osmóticos, que atraem grandes quantidades de água para o intestino grosso, tornando as fezes amolecidas, O excesso de líquido também distende as paredes do intestino grosso, estimulando as contrações.

Um exemplo de agente osmótico é o manitol, utilizado para preparo (limpeza) intestinal antes de cirurgias, pois a presença de fezes no local durante o ato operatório pode causar infecções graves e problemas de cicatrização, todos eventos cuja consequência pode ser a morte.

 

 

Laxante emagrece ou apenas atrapalha?

Embora existam diferentes marcas de laxantes e mesmo alguns deles sejam naturais, é importante saber que mesmo pacientes que fazem uso dele devem seguir à risca as recomendações do médico para evitar a série de efeitos colaterais que o laxante pode provocar.

Se o seu uso deve ser cauteloso até para quem possui um problema crônico de constipação, e imagine o estrago que ele pode causar em pessoas que nem de prisão de ventre estão sofrendo.

Já a ideia de que o laxante emagrece é erroneamente imaginada, porque a pessoa que não consegue evacuar acaba ficando com um abdome um pouco mais inchado.

Dessa forma, logo após tomar o laxante há uma natural redução do volume, uma vez que a fórmula cai no estômago e leva tudo embora, inclusive, os líquidos do organismo.

Quem tentar usar esse errôneo método de emagrecimento vai perceber que os gramas perdidas ou mesmo quilos são logo recuperados.

 

Efeitos colaterais do uso de laxante

laxantes emagrecem - efeitos colaterais

Além de não ser um método de emagrecimento, o uso de laxantes de forma indiscriminada causa uma série de efeitos colaterais.

Entre eles as cólicas, as quais podem ser bem fortes de acordo com o medicamento, já que ele “força” a evacuação.

Outro sintoma bem comum são as náuseas, uma vez que o laxante age no trato intestinal, sendo que elas podem se prolongar por até três dias.

Os vômitos também não são raros, porque o remédio provoca uma perturbação no revestimento do estômago, o que além de vômitos pode queimar as paredes do órgão.

Já a diarreia não é apenas um efeito colateral como também um efeito “desejado” do laxante.

Mas se o problema se prolongar pode levar a um caso sério de desidratação, causando tonturas e desmaios.

Quando o remédio é usado de modo errôneo pode ocorrer também o sangramento retal, muitas vezes, uma consequência da diarreia causada pelo laxante.

 

Mas antes de prosseguirmos... Que tal conhecer um método de emagrecimento totalmente sistematizado e fácil, onde você não precisa abandonar totalmente os alimentos que tanto gosta e acabar de vez com o tal do efeito sanfona, mudando sua vida e saúde para sempre?

Você está a um clique de uma verdadeira revolução na sua vida. Se você precisa perder 10, 20, 30kg ou mais, veio ao lugar certo. E se precisa perder só alguns quilinhos, é mais rápido ainda. Nada de medicações, dietas milagrosas, nada disso. Até porque nada disso é necessário.

E você também vai conhecer 7 alimentos que você provavelmente acha que são emagrecedores, mas que na verdade promovem justamente o efeito contrário.

Clique aqui para saber mais e bem vindo à sua nova vida.

Embora todos os sintomas citados sejam sérios e mereça atenção dos usuários de laxantes, outro efeito colateral muito perigoso do seu uso é o desequilíbrio eletrolítico.

Os eletrólitos são os minerais como cálcio, potássio e sódio, que são de extrema importância para o bom funcionamento do organismo e os quais podem ser perdidos com o uso de laxantes.

 

A ação do laxante em longo prazo

Em longo prazo, os efeitos colaterais do laxante podem provocar diversas complicações, entre elas, cansaço muscular, alterações mentais, batimentos cardíacos irregulares e até mesmo a morte.

Os distúrbios intestinais são outras consequências desastrosas, ainda mais quando se usa laxante com muita frequência.

Se organismo ficar dependente do remédio para evacuar, ele pode não mais conseguir fazer isso sozinho.

Como diminuir o inchaço sem laxantes

dieta vegetariana

Por tudo isso, é de extrema importância evitar o uso desses produtos, sendo que pessoas com problemas de evacuação devem ingerir mais alimentos ricos em fibras, que são principalmente os legumes, verduras, frutas e cereais.

Novamente, as fibras são laxantes naturais, e com uma vantagem extra: elas alimentam bactérias benéficas do intestino grosso, o que contribui para controle da população de bactérias nocivas e impede a absorção de toxinas por estas produzidas.

Outra dica é beber muita água, todos os dias, no mínimo, dois litros, o que ajuda em muito a tratar e mesmo prevenir a prisão de ventre.

Já quem deseja emagrecer deve seguir as mesmas recomendações, além de fracionar o consumo de alimentos.

O ideal é fazer as principais refeições do dia e entre elas consumir lanches nutritivos, bem como adquirir demais hábitos saudáveis.

Aproveite para conhecer abaixo nove alimentos que combatem a constipação intestinal

laxante emagrece

Clique na imagem para ampliar

 

A realidade sobre prisão de ventre

 

Quando você segue uma dieta com alimentos mais saudáveis, haverá uma redução natural do seu ritmo de evacuação.

Mas muita gente, especialmente aqueles que aderem a uma dieta low carb, acaba tendo “problemas” com evacuação, ou pelo menos acha que tem.

E essa redução se deve ao fato que a qualidade dos nutrientes por você ingerido melhorou substancialmente.

E você vai absorver mais nutrientes. O que reduz o bolo fecal. Parece óbvio, mas quando vem a redução do ritmo de evacuação, a pessoa se assusta, e até crê que “está mais inchada”.

laxante emagrece dica drm

Realmente um efeito colateral de uma dieta low carb é o potencial endurecimento das fezes. Mas isso se resolve com a ingesta de alimentos ricos em fibras e muita, mas muita água, como anteriormente descrito.

Seu intestino não precisa funcionar 20 vezes por dia para estar tudo bem. Isso aliás, significa que você anda comendo muito lixo, porque está eliminando muito lixo.

Quando você come só alimentos nutritivos, você naturalmente eliminará menos fezes.

 

Concluindo

 

A crença que laxante emagrece pode ser (e é) um verdadeiro tiro no pé.

O que emagrece mesmo é o de sempre, mudança de hábito alimentar e atividade física.

Laxante, só com indicação médica. Ou então prefira a versão natural, que são alimentos ricos em fibras + muita água.

 


Referências:

1- Benefits of dietary fiber in clinical nutrition.

2- Wretched excess: stool-softener abuse and cardiogenic shock.

3- Comparing Drugs for Chronic Constipation

Veja Mais Sobre Como Emagrecer

Metformina emagrece (mas você é inteligente e não ... A metformina emagrece mesmo?Essa é uma dúvida de muitas pessoas, uma vez que o cloridrato de metformina é um medicamento que se tornou popular ao ...
Percentual de gordura corporal: todas as formas de... Já falamos sobre percentual de gordura corporal aqui no Comece a Emagrecer, mas trata-se de um assunto importante que merece enfoque exclusivo.Mui...
Como comer 30% menos, de forma automática! Isso aqui tá longe de ser promessa de político (leia-se, que não vai ser cumprida). E sim, é possível sim comer 30% menos comida, de forma automática....
Dieta para perder barriga: o guia definitivo sobre... Eu já começo esse texto enfiando o pé na jaca: toda e qualquer dieta para emagrecer, é uma dieta para perder barriga.Isso é claro e cristalino com...

Descubra quais são os 7 alimentos que parecem saudáveis, mas que na realidade não são.

Sim, eu quero.

Publicidade

O que você pensa sobre emagrecimento e dietas? Escreva abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *