Leptina: como ela faz você fechar a boca e emagrecer naturalmente.

Leptina: como ela faz você fechar a boca e emagrecer naturalmente.

27 de janeiro de 2016

O hormônio chamado leptina interfere no ganho e perda de peso das pessoas.

Assim, quem é resistente aos efeitos deste hormônio (chamado de resistência à leptina) costuma ter mais facilidade em ganhar peso.

Neste artigo você vai descobrir:

banner método emagrecimento fácil

1- Quem é a tal da leptina

2- Onde ela é produzida

3- Como ela age no seu cérebro

4- Por que a leptina está sendo constantemente sabotada pela nossa nutrição atual

5- Como funciona a resistência à leptina

6- Como o que você come sabota a resposta à leptina

7- O que fazer para reverter esse quadro (e emagrecer)

Vale dizer que ela é produzida pelas células de gordura do corpo, sendo conhecida também como hormônio da saciedade.

banner método emagrecimento fácil

O alvo principal do hormônio é o cérebro, particularmente uma área chamada hipotálamo, sendo que a sua função é a de informar ao cérebro que o corpo tem gordura armazenada suficiente e que, por isso, não precisa mais comer e pode queimar calorias em um ritmo normal.

Outras de suas funções estão associadas à fertilidade e imunidade.

Ou seja, o sistema da leptina impede que as pessoas passem fome ou comam mais do que o necessário.

Nos dias de hoje, entretanto, em pessoas obesas, estudos apontam que esse hormônio está perdendo a função de regular o peso.

Ela é produzida pelas células de gordura do organismo.

Quanto mais gordura corporal elas carregam, mais produzem o hormônio.

O hormônio é levado pela corrente sanguínea até o cérebro, onde envia um sinal para o hipotálamo (área do cérebro que controla quando e quanto comer).

O seu funcionamento se assemelha aos mecanismos de controle de muitas funções fisiológicas diferentes, como a respiração, pressão arterial, temperatura corporal e outras.

Já a resistência à leptina pode ser a anormalidade biológica principal da obesidade, pois os obesos possuem bastante gordura em suas células adiposas, as quais produzem leptina em proporção ao seu tamanho.

Assim, as pessoas obesas também têm níveis muito mais altos de leptina.

Mesmo assim, entretanto, elas continuam a sentir fome, depois de ingerirem a quantidade de alimentos suficiente.

Isto é, o sinal não está funcionando.

Como funciona a resistência à leptina.

Leptina

Um das explicações para a obesidade é a resistência à leptina.

Quando o cérebro não recebe o sinal da leptina, ele erroneamente pensa que o corpo está passando fome, mesmo que tenha mais do que suficiente de energia armazenada.

Isso faz com que o cérebro mude a fisiologia e comportamento, para recuperar a gordura que o cérebro pensa que falta.

Além disso, o cérebro pensa que o indivíduo precisa conservar energia, por isso, faz com que o seu corpo fique “preguiçoso”, para queimar menos calorias em repouso.

Desta forma, comer mais e se exercitar menos não é a causa do ganho de peso direto, mas sim, a consequência da resistência à leptina, um defeito hormonal.

Para a grande maioria das pessoas, exercer inibição cognitiva (força de vontade) sobre o sinal falho da leptina é quase impossível.

Além disso, perder peso reduz a leptina e o cérebro tenta ganhar o peso de volta.

Mas afinal, o que causa a resistência à leptina?

Pesquisas afirmam que vários mecanismos celulares por trás de resistência à leptina foram identificados.

Entre elas, estão as inflamações no hipotálamo; ácidos graxos livres, que quando presentes em altas taxas na circulação sanguínea podem aumentar metabólitos de gordura no cérebro e interferir na sinalização da leptina; e altos níveis de leptina, que pode levar à resistência à ela mesma.

Outro fator conhecido que afeta a resposta à leptina é um alto nível circulante de insulina no organismo.

É como se a insulina obstruísse a resposta à leptina, e assim, o cérebro deixasse de receber as mensagens que já estamos saciados e podemos (ou devemos) parar de comer.

Some-se isso à mecanismos provocadores de fome, como a saída rápida de glicose do sangue provocada pela insulina e ao efeito desta que provoca o sinal para absorver gorduras, que vão acabar produzindo mais células gordurosas que vão produzir mais leptina, agravando a resistência,  e está desenhado um verdadeiro caos hormonal.

Praticamente todos esses fatores estão associados ao aumento da obesidade, o que pode ser o responsável pelo desenvolvimento de um ciclo vicioso, onde as pessoas ficam mais gordas e cada vez mais resistentes ao hormônio.

A melhor maneira de saber se você tem resistência à leptina é observando se possui uma grande quantidade de gordura corporal, especialmente na região da barriga.

Se sim, você é um forte candidato.

O que fazer para reverter a resistência à leptina.

Para reverter o quadro e voltar a emagrecer, existem algumas formas de se livrar da resistência ao hormônio.

Entre elas, a primeira dica é evitar alimentos processados, pois eles podem comprometer a integridade do intestino.

 

Mas antes de prosseguirmos... Que tal conhecer um método de emagrecimento totalmente sistematizado e fácil, onde você não precisa abandonar totalmente os alimentos que tanto gosta e acabar de vez com o tal do efeito sanfona, mudando sua vida e saúde para sempre?

Você está a um clique de uma verdadeira revolução na sua vida. Se você precisa perder 10, 20, 30kg ou mais, veio ao lugar certo. E se precisa perder só alguns quilinhos, é mais rápido ainda. Nada de medicações, dietas milagrosas, nada disso. Até porque nada disso é necessário.

E você também vai conhecer 7 alimentos que você provavelmente acha que são emagrecedores, mas que na verdade promovem justamente o efeito contrário.

Clique aqui para saber mais e bem vindo à sua nova vida.

Outra dica é comer fibras solúveis, as quais podem ajudar a melhorar a saúde do intestino e proteger contra a obesidade.

A atividade física também pode ajudar a reverter casos de resistência à leptina, além de ser importante dormir bem e em torno de oito horas por dia.

Você também deve reduzir os triglicerídeos no sangue, quando estiverem elevados, caso contrário, o quadro pode prejudicar o transporte de leptina do sangue até o cérebro.

Para tanto, diminua a ingestão de carboidratos.

Esta dica visa jogar os níveis de insulina lá para baixo, provocando a reversão da cascata hormonal trágica que mencionamos mais acima.

Menos insulina circulante vai significar:

  • Ausência de estímulo para acúmulo de gordura
  • Ausência de saída rápida de glicose do sangue, o que evita o estímulo que pode ser intepretado como fome
  • Ausência de bloqueio da mensagem saciante ao cérebro
  • Em última análise: você vai comer menos naturalmente, sentir menos fome, enfim, emagrecer.

Para evitar ou reverter a resistência ao hormônio que regula o peso você deve ainda comer proteínas, a quantidade ideal para o seu organismo, o que pode levar a uma melhoria na sensibilidade à leptina.

De forma geral, essas dicas também são as dadas quanto às formas mais eficientes de ter uma boa saúde a partir de um cardápio nutritivo, saudável e equilibrado.

Por isso, essas dicas não precisam ser seguidas apenas por quem está querendo emagrecer e está com dificuldades, mas também por todos que se preocupam com a manutenção do seu peso.

A resistência à leptina pode ser catastrófica, mas conhecendo o seu funcionamento e sabendo como reverter, seus esforços para emagrecer serão menores.

 


 

Referências:

 

1- The role of leptin and ghrelin in the regulation of food intake and body weight in humans: a review.

2- Leptin signaling, adiposity, and energy balance.

3- Obesity and leptin resistance: distinguishing cause from effect.

Veja Mais Sobre Como Emagrecer

Seja bem-vindo! Saiba quem somos.   Olá! Gostaríamos de te dar as boas vindas ao site. Esperamos que, aqui, você aprenda e encontre todas as informações de que precisa para cons...
Dieta da água: a dieta mais simples do mundo (e fu... Calma, muita calma nessa hora! Dieta da água não significa que você vai ficar só tomando água o tempo todo.Pelo contrário, vai muito além disso. ...
Gengibre para emagrecer: turbine seu metabolismo. Para entender como funciona o uso do gengibre para emagrecer, é preciso lembrar que, da mesma forma que o exercício cria o calor necessário no corpo p...
Como perder barriga rápido: agora vai! Quando se trata de emagrecimento, perder a gordura abdominal é o principal objetivo de quem está tentando perder peso e melhorar a boa forma. Muitas p...

Descubra quais são os 7 alimentos que parecem saudáveis, mas que na realidade não são.

Sim, eu quero.

Publicidade

12 disseram o que pensam. Agora é sua vez.

  1. Estou cansada de tantas dietas e remédios e não ver resultados,preciso emagrecer urgente,tenho hipertiroidismo, seria esse o motivo de tantos fracasso?

    • Maria Angelina, talvez você tenha se confundido, porque uma pessoa com HIPERtireoidismo tende a ser magra. Você deve ter HIPOtireoidismo, e se tem, e ele não é tratado, é uma possível causa.

      Entretanto, não me admira dietas e remédios não te darem resultado. POr acaso você já parou para pensar que os seus hábitos podem ser engordativos? Sim, porque enquanto você os tiver, eles voltarão após o final da dieta, e assim você engordará de novo.

      Dessa forma, se eu puder sugerir uma coisa para você, é o seguinte: Reduza o quanto puder os carboidratos da sua dieta. Cada vez mais eu vejo que emagrecer comendo carboidrato é tarefa dificilima.

  2. Eu estou fazendo o inverso. Apesar da minha idade,62anos,atravessei no final do ano passado uma turbulencia financeira que me levou á depressão.Consegui me libertar após perder 14kg porém ficaram sequelas tipo falta de apetite e ás vezes insonia que não mais consegui recuperar meu corpo. Tenho 1.78de altura o que me deixa muito magra.estou com 63 quilos ainda que tomando buclina com rarivit na 5a caixa. Caso voces conheçam alguma medicação que me provoque a fome e a retomada do meu peso anterior eu agradeço.
    No aguardo da resposta,antecipadamente meu carinhoso agradeçimento

    • Dora, não é muito nossa praia falar sobre como ter fome novamente, mas é notorio efeito colateral de medicamentos contra a depressão, a falta de fome.

      Por questões eticas, eu não posso indicar remédios pela internet, portanto, o melhor a fazer e queixar-se diretamente ao seu médico, seja para reajustar a dose, ou para que ele lhe prescreva algo.

      Obg pelo comentário

  3. Eu não consigo emagrecer já fiz várias dietas mais nada agora tô fazendo atividade física dieta tentando de novo

  4. Achei a materia ótima. Estou acima do peso e não sei o que fazer.

  5. Bom dia! Onde compro esse remédio? Obrigada! Lucia

    • Leptina não é um remédio, mas um hormônio produzido pelo seu corpo. No texto está explicado como fazer para que a sua leptina aja da melhor forma!

  6. Boa tarde.
    Vou falar em um seminário sobre esse hormonio e gostei do texto ele explica bem. Sou muito sedentário não gosto de malhar e nao tem vontade de fazer nada

  7. Oi, tenho, problema s muito sério de formação de pedras nos rins, já implodir as pedras nos 2 rins, e continua se formando estou pesquisando isso com o meu médico, nessas condições eu poderia fazer esse regime

  8. O que é que se fazer DIETAS e ficarmos esperando o MILAGRE não adianta. Eu tinha 96 kilos e com uma altura de 1,63 de altura e 70 anos e idade, dá para entender que parecia um saco de batatas. Reagi.
    Fiz uma própria e através e pesquisas em SITE médicos e MUTROLOGOS.
    Retirei o GLUTEM, retirei a LACTOSE da minha alimentação. Declarei guerra a toda forma de Carboidrato Vasio.
    Passei a tomar : 2 cápsulas de Óleo de Côco(extra virgem pesando a frio ) no café da manhã. 2 cápsulas de Óleo de Cártamo 20 minutos antes do Almoço e a mesma coisa antes da Janta.
    Todo os dias faço Caminhada de 6Km. Tenho kilos e muita disposição. De quebra fiquei curado de uma Síndrome do Itestino Irritável e de severo Intestino Preso que me acompanhava por vários anos. Tudo por conta do ÓLEO DE CÔCÔ que cura tudo.
    E por seguir conselhos de Nutrologos ainda tomo 2 cápsulas de Magnésio PA e 2 cápsulas de ÔMEGA 3 por dia.
    Estou muito bem se saúde c meu pêso controlado e muita saúde.

  9. Bom dia ! Eu luto com a balança a 15 depois da minha primeira gestação.
    Hoje me encontro com 80 kg tenho 1,57 de altura e não mé sinto bem .
    Faço foncional ,caminhada mais não consigo descer o peso de jeito algum.

Trackbacks/Pingbacks

  1. Canela emagrece (e impede a formação de gordura). - […] problema é que muitas pessoas são resistentes aos efeitos da insulina. Dessa forma, a pessoa se torna propícia a…
  2. Cerveja engorda? Se moderar, não, e ainda previne Alzheimer e cura caspa. - […] Redução da sensibilidade à leptina, hormônio que informa ao seu cérebro que você já comeu o suficiente. Leptina ineficaz…
  3. Ômega 3 emagrece? O guia completo. - […] comemos, os tecidos gordurosos liberam um hormônio chamado leptina, e o pâncreas secreta insulina (dependedo da composição do que…

O que você pensa sobre emagrecimento e dietas? Escreva abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *