Não consigo emagrecer: você nunca mais dirá essas palavras malditas após ler esse texto.

Não consigo emagrecer: você nunca mais dirá essas palavras malditas após ler esse texto.

17 de fevereiro de 2016

Não são raros os casos de quem se aborrece porque chega a uma conclusão: não consigo emagrecer.

No entanto, possivelmente a pessoa esteja cometendo alguns erros bastante comuns quando o objetivo é a perda de peso.

O primeiro deles é aderir às dietas da moda, as quais são geralmente bastante restritivas e, por isso, perigosas à saúde.

banner método emagrecimento fácil
Neste artigo, você vai descobrir:

1- Por que os quilos perdidos voltam com dietas convencionais

2- Por que é importante ter um plano para quando o emagrecimento acabar

3- Por que a neurose em emagrecer é um problema sério

4- Por que comer menos não emagrece nada

5- Por que cortar um grupo alimentar completamente da dieta é um erro

6- Qual é a única exceção ao item 5

Em um primeiro momento, quem adere a elas pode até perder peso.

banner método emagrecimento fácil

Porém, depois que terminar a dieta, o que é uma exigência até mesmo de quem a aconselha, pois se ela se alongar por mais de algumas semanas pode prejudicar muito a saúde, os quilinhos perdidos voltam com tudo.

Aliás, é uma grande pergunta que deveria ser feita por qualquer pessoa que quer emagrecer: “o que eu faço quando a dieta acabar?”

Normalmente, a pessoa se desliga do mundo e acha que pode ficar livre. E ficar livre aqui signfica voltar aos hábitos ruins anteriores. Não é surpresa quando os quilos voltam.

A pessoa até tem razão em dizer que aquele dieta que seguiu não funciona, se pararmos para pensar. Não resolveu o problema de vez.

Por isso, o primeiro erro de quem não consegue emagrecer e optou pelas dietas da moda é não ter investido em uma reeducação alimentar.

Essa forma de emagrecer respeita o ritmo de cada pessoa, valoriza todos os grupos alimentares e a ingestão de muito líquido, todos os dias, principalmente água.

Ela pode ser consumida a qualquer hora, entre as refeições, nunca junto com elas, o mesmo serve para os sucos naturais (sem que exagere).

Veja mais erros comuns que tantas pessoas cometem ao tentar reduzir as medidas.

Não consigo emagrecer? Agora entendo o por quê!

não consigo emagrecer: saiba as razões.

  1. Não seja exigente demais;

Outro erro de quem não consegue emagrecer é pressionar-se, exigido que o organismo se adapte do dia para a noite com a nova dieta e mesmo colocando perspectivas demais em cima da perda de peso.

Claro que para muitas pessoas emagrecer é uma necessidade, inclusive, para evitar problemas de saúde, mas depois de uma vida inteira ingerindo alimentos ricos em gordura, sal e açúcar é preciso ter paciência com o próprio organismo.

A reeducação alimentar funciona justamente assim, tornando a mudança de hábitos gradativa, iniciando com as substituições, ou seja, escolher alimentos mais saudáveis e reduzindo aos poucos a quantidade de alimentos ingeridos.

Essas técnicas evitam a ansiedade, que costuma atrapalhar em muito a perda de peso.

Outra dica nesse sentido é não subir na balança todos os dias.

Pese-se apenas uma vez por semana, sendo que o melhor é fazer isso sempre na mesma balança e com o mesmo tipo de roupa.

E de preferência no mesmo horário.

Fará diferença se você em uma semana se pesa pela manhã em jejum, na seguinte, à noite, e por acaso num dia que não tenha evacuado.

O melhor é pesar-se toda semana, no mesmo horário, e de preferência, pela manhã em jejum.

Você pode ter uma balança portátil em casa para facilitar.

Além disso, lembre-se que existem períodos do ciclo menstrual em que a mulher retém mais líquidos, o que pode influenciar na pesagem.

não consigo emagrecer dica

  1. Não deixe de comer;

Um erro muito comum e extremamente perigoso de quem deseja emagrecer é ficar sem comer por horas a fio ou comer o mínimo possível.

Embora muitas pessoas digam que a melhor forma de emagrecer é “fechando a boca”, o que não está errado, porém, refere-se mais a segurar a gula e comer só o suficiente, há quem leve a expressão ao pé da letra.

O mais adequado, portanto, é justamente ao contrário, para emagrecer, é preciso fazer de cinco a seis refeições diárias, ou seja, as três principais (café da manhã, almoço e janta) e intercalar com pequenos lanches saudáveis entre elas.

Também está proibido a qualquer pessoa que queira emagrecer pular refeições ou ficar de jejum.

Sabe por quê? O organismo quando percebe que você está sem comer, acha que está faltando comida, então, quando você ingerir um alimento, ele vai tirar todas as calorias possíveis do mesmo, para armazenar, com medo que você fique sem comer por mais muitas horas e que ele não tenha mais combustível para funcionar.

Além disso, ficar sem comer provoca o efeito platô, isto é, o estacionamento na sua perda de peso porque foi realizada uma restrição calórica excessiva.

Além disso, quem faz atividade física não pode deixar de comer, sendo importante fazer uma pequena refeição saudável, pelo menos uma hora antes, de se exercitar.

Sem isso, você ficará sem energia para malhar.

Uma honrosa exceção a isso é o grupo de dieta de baixo carboidrato, sobre o qual falaremos mais abaixo.

 

Mas antes de prosseguirmos... Que tal conhecer um método de emagrecimento totalmente sistematizado e fácil, onde você não precisa abandonar totalmente os alimentos que tanto gosta e acabar de vez com o tal do efeito sanfona, mudando sua vida e saúde para sempre?

Você está a um clique de uma verdadeira revolução na sua vida. Se você precisa perder 10, 20, 30kg ou mais, veio ao lugar certo. E se precisa perder só alguns quilinhos, é mais rápido ainda. Nada de medicações, dietas milagrosas, nada disso. Até porque nada disso é necessário.

E você também vai conhecer 7 alimentos que você provavelmente acha que são emagrecedores, mas que na verdade promovem justamente o efeito contrário.

Clique aqui para saber mais e bem vindo à sua nova vida.

  1. Não comer todos os grupos alimentares (uma exceção)

Erra feio também quem deseja emagrecer e para isso come só frutas e salada, eliminando os demais grupos alimentares, como as gorduras, os quais são todos fundamentais para o bom funcionamento do organismo.

O organismo para as suas funções básicas, como escovar os dentes, caminhar e mesmo para dormir precisa de energia, que vem principalmente dos carboidratos.

Já a proteína forma os músculos e sem ingerir esses grupos alimentares você vai perder essas substâncias que estão alojadas nos órgãos, deixando-os deficientes.

Com a gordura acontece o mesmo. O que você deve fazer para emagrecer é escolher as fontes mais saudáveis desses nutrientes.

Os melhores carboidratos são aqueles provindos dos alimentos integrais, além de ingerir aveia, batata-doce e outros carboidratos complexos.

A proteína está nos ovos, no leite e nas carnes, sendo preferível consumir as opções magras desses alimentos, e as melhores gorduras são aqueles do azeite de oliva, das nozes, do abacate e demais fontes.

Claro, legumes, verduras e frutas são ricos em fibras, vitaminas e minerais, assim, não podem ser colocados de lado.

No entanto, tudo deve ser ingerido de forma moderada.

Mas espera, eu disse que havia uma exceção…

E sim, a exceção é o carboidrato. Mas o contexto dessa abordagem é outro.

São as chamadas dietas low carb, ou seja, de baixo carboidrato.

O que acontece é que quem dispara o sinal para engordar é a insulina, hormônio secretado pelo pâncreas em resposta à uma ingesta elevada de carboidrato.

As proteínas também são capazes de ativar a secreção da insulina, mas em menor grau, só para registrar.

Quando você elimina os carboidratos da dieta – uma abordagem que nem todo mundo consegue fazer – você não tem mais fontes de glicose, seu combustível básico.

Seu organismo é capaz de produzir um combustível alternativo, os corpos cetônicos. Eles são produzidos a partir da gordura, tanto da dieta, como corporal.

Além disso, sem os carboidratos, você não terá tanta produção de insulina, o que reduzirá o armazenamento de gordura.

E ainda além, a produção de corpos cetônicos acabará consumindo sua gordura corporal. É o melhor dos mundos.

As duas abordagens (comer de tudo um pouco e dieta de baixo carboidrato) são eficazes, em graus diferentes, sendo a pobreza em carboidratos mais eficiente.

O problema é que nem todo mundo vai conseguir fazer. Daí faz-se necessária explicação sobre uma reeducação alimentar, um plano que resolveu o problema para muita gente.

 

Concluindo

 

Analise os 3 pontos que abordamos acima e entenda melhor o que está acontecendo com o seu corpo e com a sua mente enquanto luta para ter um corpo mais bonito e saudável.

É importante que seus pensamentos reflitam o estado de espírito que deseja alcançar, assim o sucesso virá!

A única coisa que não pode acontecer é você desistir.

Persista, e “não consigo emagrecer” será apenas uma lembrança distante.

 


 

 

Referências

 

1 – Effects of low-carbohydrate and low-fat diets: a randomized trial.

2- Changes in diet and lifestyle and long-term weight gain in women and men.

3- 17

Veja Mais Sobre Como Emagrecer

Seja bem-vindo! Saiba quem somos.   Olá! Gostaríamos de te dar as boas vindas ao site. Esperamos que, aqui, você aprenda e encontre todas as informações de que precisa para cons...
Como emagrecer em casa: dicas incríveis para trans... Não, nós não enlouquecemos. Nosso tema de hoje é sobre como emagrecer em casa, isso mesmo que você leu.Vamos explicar.Você estar acima do peso...
17 dicas para perder barriga e nunca mais a encont... Se você é mais um na guerra contra a gordura abdominal, listamos neste artigo 17 sensacionais dicas para perder barriga. Principalmente, essas dicas ...
O pacotão de dicas de emagrecimento que fará você ... E seguimos em nossa missão para trazer as melhores dicas de emagrecimento para você.Hoje compilamos uma lista de 24 dicas, bem curtinhas e matador...

Descubra quais são os 7 alimentos que parecem saudáveis, mas que na realidade não são.

Sim, eu quero.

Publicidade

2 disseram o que pensam. Agora é sua vez.

  1. Mauricio…

    O texto caiu como uma luva! “Eu não consigo emagrecer”. rs
    Tenho feito tudo certinho… ao menos ao meu ver. Dieta equilibrada, exercícios diários, tudo! Mas não saio dos 70 quilos. É MUITO frustrante, a ponto de eu chegar a pensar em desistir, jogar tudo pra cima, sabe?
    Tenho a impressão de que meu organismo tá precisando de um choque, uma dieta radical, sei lá!
    Preciso muito de ajuda… 🙁

    • Juliane, bom dia.

      Eu diria que o ponto chave do seu comentário foi esse: “Tenho feito tudo certinho… ao menos ao meu ver.”, e me refiro ao “ao menos ao meu ver”.

      O problema é que se você estiver partindo de uma premissa errada (boas chances de estar), o “seu ver” será distorcido.

      Nada de dieta radical… Dá uma olhada nisso aqui, certeza que vai te dar uma luz diferente: http://comeceaemagrecer.com.br/dieta-cetogenica

O que você pensa sobre emagrecimento e dietas? Escreva abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *