Home / Alimentação / Alimentos funcionais: os remédios da natureza que farão você viver mais, com saúde, e emagrecer.

Alimentos funcionais: os remédios da natureza que farão você viver mais, com saúde, e emagrecer.

Alimentos funcionais são assim chamados por conter nutrientes benéficos à saúde.

Desta forma, estão associados com a prevenção do risco de doenças, inclusive, muitas vezes sendo chamados de remédios naturais.

E claro que isso tem a ver com emagrecimento, afinal, quanto melhor, balanceada, e mais rica em nutrientes for a sua dieta, menos espaço você dará para que seu corpo manifeste desejos por certos alimentos.

banner método emagrecimento fácil

Em outras palavras, você tenderá a sentir menos fome. Eles são vitais para uma dieta saudável.

Além disso, os alimentos funcionais também ajudam a reduzir a absorção de gorduras pelo organismo.

E outras vantagens adicionais, como prevenção do envelhecimento precoce, melhora da função intestinal e redução dos níveis de colesterol.

Então nós preparamos uma lista de alimentos funcionais com alguns dos melhores dentre eles.

 

Conheça alguns exemplos de alimentos funcionais, os nutrientes que eles contém, e os benefícios por eles trazidos.

Lista de Alimentos Funcionais
O chá verde é um dos alimentos funcionais mais ricos em catequinas, que são antioxidantes que combatem os radicais livres.

Peixes marinhos: Atum, sardinha, arenque, anchova e salmão são ricos em ácidos graxos ômega 3.

Atuam reduzindo os níveis de triglicerídeos e a aterosclerose (acúmulo de placas de gordura nas paredes de artérias e veias), diminuindo o risco de doenças cardiovasculares em geral.

banner método emagrecimento fácil

Além disso, também são antioxidantes e auxiliam o sistema imunológico.

Para se ter uma idéia, peguemos o salmão como exemplo: além do já citado ômega 3, ainda contém minerais como o selênio, fósforo e magnésio.

O salmão ainda é rico em vitaminas B3, B6 e B12 e é uma ótima fonte de triptofano. O ômega 3 é anti-inflamatório, selênio e magnésio diminuem a formação de radicais livres, que em excesso causam o envelhecimento precoce.

Já o fósforo atua melhorando o metabolismo ósseo, juntamente com o cálcio.

As vitaminas do complexo B são necessárias para o funcionamento do sistema nervoso central e triptofano é essencial para a formação de serotonina, um neurotransmissor importantíssimo.

 

Frutas vermelhas: As frutas vermelhas são ricas em vitamina C, o que traz benefícios para a pele, e também flavonóides, que são antioxidantes, atuando contra a formação de radicais livres e também reduzindo o nível de colesterol ruim, o que é importante na prevenção de doenças cardiovasculares, pois assim reduzem a incidência de aterosclerose.

Além disso tudo, o consumo regular de frutas vermelhas, segundo pesquisas, tem o poder de atrasar processos demenciais relativos à idade em até 2 anos e meio, reduzindo a incidência de doenças como Parkinson e Alzheimer.

Outra vantagem do consumo de frutas vermelhas é a baixíssima densidade calórica.

No geral, frutas vermelhas contém uma quantidade muito pequena de calorias – claro, se você não adicionar açúcar – e este fato já traz um benefício emagrecedor óbvio, logo de cara.

As frutas vermelhas também contém grande quantidade de água. Isso dá mais peso, volume e torna as refeições mais suculentas, e melhor, sem adicionar calorias extras.

Alimentos com grande quantidade de água ajudam a aumentar a saciedade após comer, o que indubitavelmente fará você comer menos, no total.

 

São exemplos: morango, mirtilo (blueberry), amora e framboesa.

 

Linhaça: A linhaça contém proteínas, vitaminas e minerais, além de também ter ômega 3, já comentado, e fibras.

Seu óleo contém ácido linoleico, que estimula o sistema imunológico e também tem ação antinflamatória.

Uma característica que torna a linhaça tão associada à perda de peso é que ela tem a capacidade de inchar quando entra em contato com os líquidos do estômago.

O resultado é a promoção de uma maior saciedade, e assim a fome demora mais para aparecer.

Sobre as fibras, a linhaça possui esse benefício em dobro, uma vez que conta com as versões solúveis e insolúveis.

Enquanto as primeiras têm o poder de baixar os níveis de colesterol, as insolúveis movem os resíduos através dos intestinos mais rapidamente.

 

Iogurtes e leites fermentados: Contém os chamados probióticos, que são micro-organismos que chegam vivos ao intestino, e auxiliam no controle da flora local, impedindo a proliferação de outras bácterias nocivas à saúde.

Sem falar que a ingestão de iogurte, principalmente, para ajudar no crescimento de ossos e dentes de crianças e prevenir a osteoporose, principalmente em mulheres.

Quanto antes você iniciar a ingestão de cálcio para prevenir a perda de massa óssea, melhor.

O pico de massa óssea é geralmente alcançado por volta dos 30 anos.

Por volta dos 40 anos e com a chegada da menopausa, começa a diminuição da massa óssea, sendo a mulher mais vulnerável à osteoporose por causa da mudança na produção de hormônios.

Aveia: Possui um tipo de fibra chamado betaglucana, que é útil para reduzir a absorção do açúcar. Além disso, atua na redução dos níveis de colesterol LDL.

Como se não bastasse, além de ter poucas calorias, fornece vitaminas, minerais, e antioxidantes.

Novamente sobre as fibras, a aveia é uma grande fonte de fibras insolúveis e solúveis, sendo que estas últimas têm papel fundamental na diminuição do teor de gordura no organismo, proporcionando a redução do chamado colesterol ruim.

Mas antes de prosseguirmos... Que tal conhecer um método de emagrecimento totalmente sistematizado e fácil, onde você não precisa abandonar totalmente os alimentos que tanto gosta e acabar de vez com o tal do efeito sanfona, mudando sua vida e saúde para sempre?

Você está a um clique de uma verdadeira revolução na sua vida. Se você precisa perder 10, 20, 30kg ou mais, veio ao lugar certo. E se precisa perder só alguns quilinhos, é mais rápido ainda. Nada de medicações, dietas milagrosas, nada disso. Até porque nada disso é necessário.

E você também vai conhecer 7 alimentos que você provavelmente acha que são emagrecedores, mas que na verdade promovem justamente o efeito contrário.

Clique aqui para saber mais e bem vindo à sua nova vida.

Isso ocorre porque as moléculas de gordura se associam às fibras solúveis, que se transformam em um tipo de gel viscoso, reduzindo a absorção e facilitando o seu descarte pelo sistema digestivo.

Já as fibras insolúveis, como a beta-glucana, presente na aveia, tem a função de limpar o cólon, removendo toxinas e, por consequência, dando fim aos possíveis sintomas de constipação.

 

Chá verde: É rico em catequinas, que são antioxidantes que combatem os radicais livres.

Como já mencionado nesse artigo, o chá verde possui uma certa quantidade de cafeína, o que acelera o metabolismo e potencializa o emagrecimento.

Um outro benefício do chá verde é que ele contém quantidade elevada de polifenóis, que ativam uma enzima que acaba por dissolver os triglicerídeos.

Isso pode ajudar a diminuir o conteúdo gorduroso do corpo, se você beber chá verde regularmente.

 

Soja: A soja é um ótimo alimento funcional, especialmente no que tange à saúde feminina.

Por exemplo, é rica em isoflavonas, que são substâncias semelhantes ao estrogênio humano.

Na menopausa, as isoflavonas ajudam a atenuar os sintomas como os fogachos, irritabilidade, insônia e depressão.

Também são úteis para reduzir os riscos de cânceres, como útero, ovário e mama.

 

Tomate: Mais uma fruta (sim, tomate é fruta) que ajuda a prevenção do câncer, principalmente o de próstata, graças a substância funcional chamada licopeno, abundante neste.

O licopeno é antioxidante e também ajuda a reduzir o colesterol.

Além disso, ele é rico em vitaminas C, vitamina A e B9, sais minerais como cálcio, fósforo, magnésio e potássio.

Todos esses nutrientes melhoram o desenvolvimento de dentes, ossos e músculos e também ajudam a proteger o sistema imunológico.

 

Suco de uva e vinho tinto: A uva escura é rica em antioxidantes, especialmente na casca e sementes. Por exemplo, assim como as frutas vermelhas, também é rica em catequinas.

Substâncias como o resveratrol e quercetina têm papel na redução de riscos de doenças cardiovasculares e prevenção de cânceres.

Além disso tudo, a uva contém vitamina C, ferro e potássio, e boa quantidade de fibras.

A moderação é necessária no caso do vinho tinto, por se tratar de bebida alcoólica.

 

Cebola e alho: Possuem oligossacarídeos e sulfetos alílicos, que ajudam a evitar a constipação, protege a função hepática do corpo, reduz a pressão arterial, baixa o colesterol e também podem ter efeitos anti-cancerígenos.

Além disso ajudam também na prevenção da osteoporose.

 

Conclusão sobre alimentos funcionais

Algo importante sobre alimentos funcionais é que eles devem ser consumidos da forma mais “crua” possível.

Isto porque, se processados, a concentração dos nutrientes benéficos tende a diminuir, o que obviamente reduz a sua eficácia.

Um comentário

  1. Ótima dicas , eu estou procurando algo a respeito , por ordens médicas estou precisando urgentemente mudar meu estilo de viver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *