Dieta do carboidrato: como queimar gordura o tempo inteiro.

Dieta do carboidrato: como queimar gordura o tempo inteiro.

2 de março de 2016

Uma forma simples de emagrecer é com a dieta do carboidrato.

Ela alia comer bem, melhorar a saúde e perder peso.

Neste artigo, você vai descobrir:

banner método emagrecimento fácil

1- O que é a dieta do baixo carboidrato

2- Como funciona a dieta do carboidrato

3- O que comer

4- O que não comer nem que a vaca tussa

5- Quem é o responsável pelo sinal que manda o organismo acumular gordura

6- Por que a dieta do carboidrato anula esse sinal

7- O que acontece no corpo que torna a dieta do carboidrato extremamente eficiente em queimar gordura

 

banner método emagrecimento fácil

O método chamado LCHF –Low Carb, High Fat -traduzindo: baixo carboidrato e alto teor de gordura– aproxima-se em muito da reeducação alimentar, sem restrições, sem remédios.

É importante apenas usar o bom senso na hora de escolher os alimentos que serão ingeridos em cada refeição.

Uma dieta LCHF significa comer menos alimentos ricos em carboidratos e mais daqueles que tenham uma maior proporção de gordura. O mais importante, aqui, é reduzir a ingestão de açúcar e amidos.

Você pode comer outros alimentos deliciosos até que esteja satisfeito – e ainda perder peso.

Uma série de estudos científicos recentes de alta qualidade mostra que o LCHF torna mais fácil tanto a perda de peso como o controle de açúcar no sangue.

Basicamente, na dieta você deve ingerir carnes, peixe, ovos, hortaliças e gorduras naturais (como a manteiga).

Por outro lado, é preciso evitar açúcar e alimentos ricos em amido, entre eles, batatas, pão e massas.

O método também permite que você coma quando estiver com fome e o suficiente até ficar satisfeito.

Não é necessário contar calorias ou pesar a sua comida.

É preciso apenas esquecer-se de que existem produtos industrializados com baixo teor de gordura.

Esse método é eficiente por que quando você evita alimentos ricos em açúcar e amidos, é mais fácil estabilizar o açúcar no sangue e os níveis de insulina, o hormônio responsável, em última análise, pelo armazenamento de gordura.

Isso aumenta a sua queima de gordura e faz você se sentir mais saciado.

Como funciona a dieta do carboidrato.

dieta do carboidrato

Na dieta do carboidrato você dá foco a todos os alimentos que encontraria na natureza.

 

A dieta segue a alimentação praticada pelos humanos ao longo de milhões de anos como caçadores-coletores, que não ingeriam grandes quantidades de carboidrato.

Como eles, o mais adequado é comer o que está disponível na natureza pela caça, pesca e coleta.

Para os diabéticos, o método LCHF é ainda mais saudável, pois evitando os hidratos de carbono (carboidratos) que aumentam o açúcar no sangue, é possível reduzir a necessidade de medicação para abaixá-lo, e quem sabe até deixar de depender dela.

Mesmo assim, é importante ter o acompanhamento médico nessa hora.

De forma geral, quem adere à dieta pode comer qualquer tipo de carne, incluindo a bovina e de porco.

Se possível, consuma carne orgânica ou que seja menos processada.

Inclua no seu cardápio ainda o frango e o peixe, podendo ingerir todas as variedades.

O melhor é equilibrar o consumo dos diferentes tipos de carne, sendo que a de peixe é mais saudável.

Prefira ainda os peixes que são comercializados na sua região, quando possível.

Com os ovos acontece o mesmo, você pode consumi-los de qualquer forma, cozidos ou em omeletes.

Fritos também, mas não com frequência.

Também é melhor se você puder consumir os ovos caipiras (orgânicos, de galinhas criadas livres).

Para você inserir a gordura natural na sua dieta, uma dica é preparar deliciosos molhos, nos quais você pode usar manteiga.

O óleo de coco e o azeite de oliva também são boas opções.

Quanto aos vegetais, quase todos eles são bem vindos, como o repolho, couve-flor, brócolis, repolho e couve de Bruxelas, aspargos, abobrinha, berinjela, azeitonas, espinafre, cogumelos, pepino, alface, cebola, pimentão, tomate e outros.

Na hora de escolher os produtos lácteos não opte por aqueles que dizem “menos gordura” no rótulo, porque a retirada da gordura necessariamente significa a adição de carboidratos.

Isso vale para o leite, queijos, manteiga, requeijão, nata, iogurte grego e natural.

 

Mas antes de prosseguirmos... Que tal conhecer um método de emagrecimento totalmente sistematizado e fácil, onde você não precisa abandonar totalmente os alimentos que tanto gosta e acabar de vez com o tal do efeito sanfona, mudando sua vida e saúde para sempre?

Você está a um clique de uma verdadeira revolução na sua vida. Se você precisa perder 10, 20, 30kg ou mais, veio ao lugar certo. E se precisa perder só alguns quilinhos, é mais rápido ainda. Nada de medicações, dietas milagrosas, nada disso. Até porque nada disso é necessário.

E você também vai conhecer 7 alimentos que você provavelmente acha que são emagrecedores, mas que na verdade promovem justamente o efeito contrário.

Clique aqui para saber mais e bem vindo à sua nova vida.

Evite os leites e mesmo iogurtes com sabor, pois eles são ricos em açúcar.

Na hora de fazer as compras é sempre importante ler o rótulo dos produtos.

Ao invés de comer doces entre as refeições, prefira as castanhas, nozes, amendoim e mesmo as frutas secas, mas não as variedades cristalizadas.

Por que a dieta do carboidrato emagrece

Para entender isso, primeiro precisamos saber por que engordamos.

E a chave disso está no hormônio que dispara o sinal para armazenar gordura, a insulina.

Dos 3 macronutrientes mais importantes (gorduras, carboidratos e proteínas), os carboidratos são campeões em disparar a insulina.

Dessa forma, eliminando os carboidratos, você reduz a produção de insulina, e reduz o sinal para acumular gordura.

Ao menos isso deixa o corpo em paz para emagrecer.

Talvez você esteja se perguntando:

“Mas se a glicose é o principal combustível do organismo, e nós paramos de ingerir sua principal fonte, como vai funcionar?”

Aí é que entra a segunda vantagem da dieta do carboidrato.

Seu corpo tem a capacidade de funcionar em um combustível alternativo, os corpos cetônicos.

Esse estado se chama cetose, que está explicada no infográfico abaixo:

cetose dieta do carboidrato

Clique na imagem para ampliar

Os ácidos graxos que seguem para o fígado serão transformados em corpos cetônicos.

Esses ácidos graxos são advindos tanto da gordura da dieta, como da gordura corporal.

Isso quer dizer que você, além de não armazenar a gordura, ainda obtém energia da gordura da dieta, e na falta dessa, da gordura corporal.

O que é ótimo para quem quer emagrecer!

O que evitar na dieta do carboidrato.

dieta do carboidrato: o que evitar

Na dieta do carboidrato você evita tudo o que contém açúcar, como doces, chocolates, bolos…

 

O açúcar está em refrigerantes, doces, sucos industrializados, bebidas esportivas, chocolates, bolos, pães, sorvetes e cerais industrializados.

Por isso, é preciso evitá-los também, assim como os adoçantes, apenas os naturais podem ser usados, como o stévia.

Já o amido que deve ser reduzido ao máximo do seu cardápio também está nos pães, massas, arroz, batatas, mingau e outros.

Mesmo as opções integrais devem sofrer restrição, sendo que quando ingerir carboidrato, opte por elas.

Embora a manteiga possa ser ingerida, o mesmo não serve para a margarina, que é uma “manteiga” industrial com alto teor de ômega-6, o qual não pode ser consumido em excesso (diferente do ômega 3).

A cerveja também deve ser eliminada, pois é como se você comesse pão líquido.

A bebida é cheia de carboidratos de rápida absorção.

Já as frutas devem ser ingeridas com moderação, podendo substituir um doce, quando você tiver vontade.

No entanto, o abacate pode ser consumido à vontade.

Quanto às bebidas alcóolicas prefira beber, com moderação, vinho seco tinto ou branco, uísque, conhaque, vodca e coquetéis sem açúcar.

Bebidas e mesmo o chocolate em barra pode ser consumido apenas se tiver mais de 70% de cacau, mas sem exagero.

Por outro lado, água pode ser bebida à vontade, bem como chás naturais.

Concluindo

A dieta do carboidrato é uma das melhores em termos de velocidade de emagrecimento.

Em todos os estudos, quando comparada com as dietas de baixa gordura, ela foi vencedora.

O grande vilão da alimentação atual é o carboidrato, então, retirá-lo da dieta tem inúmeros benefícios.

 


 

 

Referências:

1- Effects of low-carbohydrate and low-fat diets: a randomized trial.

2-A lower-carbohydrate, higher-fat diet reduces abdominal and intermuscular fat and increases insulin sensitivity in adults at risk of type 2 diabetes.

3- Low-carbohydrate diets: nutritional and physiological aspects.

Veja Mais Sobre Como Emagrecer

Tipos de dieta cetogênica – Qual o melhor pa... Dependendo de seus objetivos e níveis de atividade, você pode precisar experimentar diferentes tipos de dieta cetogênica para obter os melhores result...
Pão sem glúten: 4 receitas deliciosas que vão faze... Que é possível ter pão sem glúten você já deve saber.O problema é que as alternativas de pão sem glúten acabam apenas por substituir a farinha de ...
Abacate engorda? Saiba como ele vai te emagrecer. Muitas pessoas deixam de fora do cardápio o abacate, quando estão controlando o seu peso. No entanto, é verdade que abacate engorda?Na realidade, ...
Batata doce engorda? Não, se você souber usar. Muita gente tem dúvidas se a batata doce engorda e, por isso, costumam excluí-la do seu dia a dia.No entanto esse alimento, além de contar com mui...

Descubra quais são os 7 alimentos que parecem saudáveis, mas que na realidade não são.

Sim, eu quero.

O que você pensa sobre emagrecimento e dietas? Escreva abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *