Home / Alimentação / Dieta radical: vale a pena emagrecer a qualquer custo?

Dieta radical: vale a pena emagrecer a qualquer custo?

Quem está em busca de uma rápida perda de peso costuma aderir a uma coisa chamada dieta radical.

Uma dieta radical é aquela que restringe o consumo e quantidade de alimentos ingeridos no dia a dia até que a pessoa consiga atingir o peso desejado…

Algumas dessas dietas inclusive recomendam o consumo de um único alimento por um determinado período de tempo.

banner método emagrecimento fácil

A verdade é que a adoção desse tipo de dieta tem prós e contras que você poderá conhecer melhor nesse artigo.

Mais contras do que prós, diga-se de passagem

Então neste artigo, você vai descobrir:

1- O que é uma dieta radical

2- Quais os fundamentos (loucos) destas dietas

3- O alto preço que se paga ao fazer uma dieta radical

4- Qual a velocidade saudável de perda de peso.

banner método emagrecimento fácil

5- Por que ir rápido demais é um tiro no pé

6- Exemplos de dietas radicais (siga por sua conta e risco, nós avisamos)

7- Os pontos positivos e negativos das dietas radicais

8- Por que a chance de você engordar de novo é quase 100%

9- Qual a única chance de você quem sabe manter o que perdeu (e que você deveria fazer desde o começo)

10- Um desafio sobre dieta radical (calma, você não precisa fazer)

 

O que é uma dieta radical?

dieta radical: como identificar.
Conheça o que é uma dieta radical e como identificá-la.

Toda e qualquer dieta que restrinja em absoluto o consumo de um grupo alimentar pode ser considerada uma dieta radical.

Seu objetivo é causar um desequilíbrio no corpo – a falta de determinado alimento – para incentivar a quebra de gordura.

Dietas que incentivam longos períodos de jejum ou o consumo de um único alimento – às vezes apenas de líquidos – durante uma semana ou mais podem ser consideradas dietas radicais.

Cabe um esclarecimento à respeito das dietas low carb. Apesar das low carb recomendarem um baixo consumo de carboidratos, há uma diferença entre baixo consumo e zero consumo.

Portanto, dietas low carb não se encaixam numa definição de dieta radical.

 

Qual o objetivo de uma dieta radical?

O objetivo de uma dieta radical é apenas um: emagrecer de forma rápida. Custe o que custar.

E pode apostar que custa algo.

Normalmente adotada por pessoas que precisam perder determinada quantidade de peso no menor tempo possível.

Funcionam melhor em casos em que a perda de peso a ser realizada é menor, obviamente.

Em se tratando de saúde, é necessário frisar que existe um equilíbrio entre a velocidade de perda de peso e o nível de saúde. Acelere demais e você estará prejudicando sua saúde.

Uma velocidade razoável de perda de peso é entre 500g a 1kg por semana.

Menos que isso significa que pode-se melhorar, e mais que isso, deve ligar os sinais de alerta.

Porque seu organismo é sábio e pode cobrar a conta depois. Aliás, ele vai!

 

Que dieta radical devo fazer?

Qual dieta radical deve ser feita?
A resposta é bem simples: nenhuma. Conheça a razão.

A resposta é nenhuma delas. Você está colocando seu corpo em risco, e será à toa, como veremos mais abaixo.

Mas se ainda assim insistir (por sua conta e risco), existem várias dietas radicais à disposição de quem deseja aplicá-las.

Como exemplos pode-se citar a Dieta da USP que gera um emagrecimento de até 10 Kg em 15 dias.

Muito semelhante a dieta da proteína, recomenda uma drástica redução no consumo de carboidratos.

Outro exemplo de dieta é a famosa dieta dos três dias que aumenta o consumo de alimentos termogênicos e inclui alimentos integrais no cardápio.

Nessa dieta, o consumo de doces e alimentos gordurosos é proibido, sendo permitido a quem a adota apenas alimentos cozidos ou integrais…

Também existem dietas que recomendam o consumo apenas de sucos detox e naturais ou de determinadas frutas e verduras…

Todas elas duram no máximo 15 dias, por questões de saúde!

Pontos positivos de uma dieta radical.

 

Mas antes de prosseguirmos... Que tal conhecer um método de emagrecimento totalmente sistematizado e fácil, onde você não precisa abandonar totalmente os alimentos que tanto gosta e acabar de vez com o tal do efeito sanfona, mudando sua vida e saúde para sempre?

Você está a um clique de uma verdadeira revolução na sua vida. Se você precisa perder 10, 20, 30kg ou mais, veio ao lugar certo. E se precisa perder só alguns quilinhos, é mais rápido ainda. Nada de medicações, dietas milagrosas, nada disso. Até porque nada disso é necessário.

E você também vai conhecer 7 alimentos que você provavelmente acha que são emagrecedores, mas que na verdade promovem justamente o efeito contrário.

Clique aqui para saber mais e bem vindo à sua nova vida.

  • Rápido emagrecimento.
  • Desintoxicação do organismo: A maior parte dessas dietas exige que a pessoa pare de consumir produtos industrializados, doces, frituras e bebidas alcoólicas.
  • Satisfação pelos resultados atingidos em pouco tempo.
  • Ideal para quem tem objetivos de curto prazo, como ir a uma festa no final de semana seguinte.

Pontos negativos de uma dieta radical

  • Estimula o efeito sanfona (eu diria garante o efeito sanfona)
  • Redução de gasto calórico, resultando em ganho de peso assim que parar a dieta.
  • Podem ser prejudiciais a saúde, devido a restrição de alimentos.
  • Não podem ser usadas por um período maior que quinze dias.

 

O que devo fazer?

Seu objetivo é entrar em um vestido para uma festa ou qualquer outra situação em curto prazo?

Você pode até adotar uma dieta radical, mas deve ter em mente os riscos de voltar a engordar e prejudicar a saúde!

Risco esse que aliás beira os 100%.

E a razão é a seguinte: fazer uma dieta radical é algo que você não consegue sustentar por muito tempo.

E antes da dieta radical, você tinha certos hábitos e preferências automáticas por comida.

Depois de tanto sofrimento para perder o peso, seu organismo vai forçar você a voltar com tudo para os hábitos anteriores.

Os mesmos hábitos que deixaram você precisando emagrecer. Preciso desenhar qual será a tendência?

Some-se a isso um organismo sedento por nutrientes, e você terá a receita para algo chamado supercompensação.

E aí, você engorda tão rapidamente quanto emagreceu.

 

Qual sua única chance de tentar manter o resultado obtido?

Qual seria a melhor opção a uma dieta radical?
É importante reeducar a sua alimentação e fazer exercícios.

O ideal é que após atingir o objetivo pretendido com a dieta radical, a pessoa adote outra dieta que inclua uma reeducação alimentar e não restrições de grupos alimentares!

Além disso, os exercícios físicos são muito importantes para quem deseja se manter em forma e com saúde.

Se seu objetivo é perder peso e não tornar a engordar, mantendo o padrão atingido o ideal é não fazer uso de dietas radicais…

Afinal, elas são feitas para um curto período de tempo e realmente emagrecem.

Mas para que essa perda de peso seja realmente efetiva, será preciso mudar hábitos alimentares após o termino da dieta!

Lembre-se que apenas a reeducação alimentar e a prática de exercícios físicos ajudam a emagrecer de forma definitiva, sem riscos de engordar novamente!

Ou seja, para manter o que perdeu, você precisará fazer o que tinha que ser feito desde o começo.

 

Por fim, um desafio.

Você deve conhecer algumas coisas que apesar de teoricamente existirem, você nunca viu.

Orelha de freira, enterro de anão, cabeça de bacalhau, enfim, coisas do tipo.

Eu me arrisco a colocar mais uma coisa nessa lista:

“Alguém que fez dieta radical e não engordou de novo”.

Lanço aqui o desafio.

Achar alguém que emagreceu EM DEFINITIVO com uma dieta radical.

Boa sorte, porque você vai precisar!

 

Referências:

1- Who succeeds in maintaining weight loss? A conceptual review of factors associated with weight loss maintenance and weight regain.

2- The defence of body weight: a physiological basis for weight regain after weight loss.

3- Effects of rapid weight loss on mood and performance among amateur boxers.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *