Home / Comportamento / Fluoxetina emagrece, mas é 99% certo que você vai engordar de novo.

Fluoxetina emagrece, mas é 99% certo que você vai engordar de novo.

Na ânsia de encontrar uma pílula mágica para emagrecer, um número considerável de pessoas acaba apelando para os medicamentos.

Um dos mais utilizados para este fim é a fluoxetina.

Mas afinal, fluoxetina emagrece mesmo? Neste artigo, vamos esclarecer as principais características do medicamento, assim como fazer diversos alertas.

banner método emagrecimento fácil

O que é fluoxetina (ou cloridrato de fluoxetina)?

É um antidepressivo, que atua inibindo a receptação da serotonina, um neurotransmissor que está relacionado com sensação de bem estar no organismo.

Desta forma, os níveis de serotonina tendem a permanecer elevados, o que reduz a chance de sentimentos depressivos e afins.

O mecanismo de ação da fluoxetina é o mesmo de todos os antidepressivos inibidores seletivos da recaptação da serotonina.

A serotonina é um neurotransmissor, ou seja, é uma substância envolvida na comunicação entre os neurônios. A serotonina age sobre a regulação do humor, das emoções, do sono e do apetite.

Níveis reduzidos de serotonina no sistema nervoso central podem causar redução do humor, alterações de comportamento, e ainda provocam distúrbios no sono e no apetite.

A quantidade de serotonina disponível para os neurônios depende do quanto é produzido e do quanto é removido (esse último processo chama-se recaptação) no cérebro.

Os inibidores seletivos da recaptação de serotonina agem diminuindo a taxa de remoção da serotonina da fenda sináptica, que é o local onde este neurotransmissor exerce suas ações.

banner método emagrecimento fácil

Deste modo, os inibidores seletivos de recaptação fazem com que a serotonina permaneça disponível por mais tempo para os neurônios, levando a uma melhora do humor dos pacientes.

Normalmente é utilizada em casos de transtorno obsessivo compulsivo (TOC), depressão moderada a grave, e tratamento de síndromes de ansiedade, transtornos alimentares (como a bulimia) e de personalidade, e síndrome do pânico.

A fluoxetina é um medicamento que já possui uma versão genérica, no Brasil e em Portugal.

Além da forma genérica, a fluoxetina também pode ser encontrada sob os seguintes nomes comerciais:

  • Daforin
  • Depress
  • Prozac
  • Fluxene
  • Digassim
  • Psiquial
  • Psipax
  • Prozen
  • Verotina S

No Brasil, a fluoxetina pode ser encontrada em comprimidos de 10 ou 20 mg e em solução oral na concentração de 20 mg/ml.

Em Portugal, as apresentações disponíveis são comprimidos de 20 mg ou solução oral na concentração de 4 mg/ml.

O medicamento costuma ser tomado em dose única diária, mas doses acima de 20 mg podem ser divididas em 2 tomadas ao longo do dia.

A dose efetiva da fluoxetina costuma ser de 20 mg por dia, porém, para minimizar os efeitos colaterais, o seu médico pode iniciar o tratamento com uma dose de apenas 10 mg por dia, autorizando o aumento para 20 mg após 1 semana, prática que costuma ser comum quando o paciente é idoso.

A dose da fluoxetina pode ser progressivamente elevada em 10 a 20 mg a cada 4 semanas até que o efeito desejado seja alcançado.

Os efeitos clínicos da fluoxetina demoram cerca de 15 a 20 dias para se tornarem evidentes, por isso, não é recomendado fazer elevações da dose com menos de 1 mês de tratamento.

A dose máxima recomendada é 80 mg por dia. Na maioria dos casos, o paciente consegue controle dos seus sintomas com doses entre 20 e 40 mg por dia.

Afinal, o cloridrato de fluoxetina emagrece?           

Uma espécie de “efeito colateral” da fluoxetina acabou por fazê-la ser utilizada por pessoas que buscavam atalhos para emagrecer.

Esse efeito se dá por conta do melhor controle da ansiedade.

Como já sabemos, a ansiedade pode fazer muita gente comer para se aliviar, e atuando nesse sentido, a fluoxetina acaba por evitar a comilança, e em consequência, ocorre emagrecimento.

Além disso, um outro efeito colateral da fluoxetina é a anorexia, ou seja, redução ou mesmo perda da fome, o que terá consequências óbvias num processo de emagrecimento.

Este efeito ocorre em até 10% das pessoas que ingeriram o medicamento.

E um terceiro motivo pelo qual ocorre o uso de fluoxetina para emagrecer, é porque ocorre uma sonolência maior quando se usa o medicamento.

Com isso, a qualidade do sono tende a melhorar, o que pode trazer benefícios para quem quer emagrecer.

Apesar disso tudo, a fluoxetina não foi feita para ser usada como remédio para emagrecer.

E seu uso não é recomendado para tal. Isso por conta de uma série de outros efeitos colaterais prejudiciais, que veremos abaixo.

Para se ter uma idéia da “panacéia emagrecedora” envolvendo a fluoxetina, um estudo feito na cidade de Santo André (SP) teve como objetivo investigar o uso da fluoxetina na cidade, por meio de coleta e análise das receitas especiais prescritas por médicos e arquivadas nas farmácias e drogarias daquela cidade.

Foram coletadas as receitas especiais retidas durante os meses de agosto do ano de 2005 a julho de 2006, em 13 farmácias de manipulação e em 27 drogarias em diferentes regiões de Santo André.

Foram analisadas 39.782 receitas especiais– 16.124 coletadas das farmácias magistrais e 23.658 das drogarias.

Desses totais, 10.919 prescrições continham fluoxetina – 9.259 provenientes das farmácias magistrais (84,8%) e apenas 1.660 (15,2%) das drogarias.

As prescrições de fluoxetina eram predominantemente destinadas a mulheres (79,8%).

Na imensa maioria das receitas, a fluoxetina foi prescrita em associação com um grande número de outras substâncias ativas, (exemplo: sibutramina e fluoxetina), chegando a mais de dez outras em quase a metade das prescrições.

Esse tipo de prescrição múltipla, principalmente para mulheres, é comparado com as prescrições de fórmulas magistrais para emagrecer, muito utilizadas no Brasil.

Isso mostra como os dados obtidos sugerem que a utilização de fluoxetina teria um fim estético (perda de peso), e não um fim terapêutico (tratamento de depressão).

O que é altamente preocupante, como veremos abaixo.

Efeitos colaterais da fluoxetina.

fluoxetina e seus efeitos colaterais.
Não use remédios para emagrecer. Existem saídas muito mais saudáveis e eficientes para perder peso.

Alguns dos efeitos colaterais são: boca seca (xerostomia); sangramento vaginal fora do período menstrual; enjoo; diarreia; aumento da produção de leite materno; fadiga; confusão mental; tremores; irritabilidade; ansiedade.

 

Mas antes de prosseguirmos... Que tal conhecer um método de emagrecimento totalmente sistematizado e fácil, onde você não precisa abandonar totalmente os alimentos que tanto gosta e acabar de vez com o tal do efeito sanfona, mudando sua vida e saúde para sempre?

Você está a um clique de uma verdadeira revolução na sua vida. Se você precisa perder 10, 20, 30kg ou mais, veio ao lugar certo. E se precisa perder só alguns quilinhos, é mais rápido ainda. Nada de medicações, dietas milagrosas, nada disso. Até porque nada disso é necessário.

E você também vai conhecer 7 alimentos que você provavelmente acha que são emagrecedores, mas que na verdade promovem justamente o efeito contrário.

Clique aqui para saber mais e bem vindo à sua nova vida.

Também merecem destaque alguns efeitos colaterais mais terríveis, como taquicardias e alterações da pressão arterial, tireoidite de Hashimoto, redução da libido, e o aumento do índice de suicídio entre os usuários.

Um outro efeito colateral inesperado, mas possível, é o inverso do que se espera, o ganho de peso.

E claro, não poderíamos deixar de comentar da possibilidade de dependência do medicamento.

Um outro alerta é quanto às interações medicamentosas. Alguns medicamentos não devem ser usados em associação com a fluoxetina. Os principais são:

– Haloperidol
– Ivabradina
– Triptofano
– Linezolide
– Propafenona
– Tamoxifeno

E também falemos das contraindicações:

A principal contraindicação da fluoxetina é o seu uso em pacientes que estejam tomando, ou que tenham tomado nos últimos 14 dias, medicamentos que pertençam a classe dos inibidores da monoamina oxidase, como por exemplo, Isocarboxazida, Fenelzina ou Tranilcipromina.

A fluoxetina deve ser utilizada com cuidado em pacientes com diabetea (pois há um maior risco de hipoglicemia), e também em pacientes com doenças hepática.

A fluoxetina também deve ser evitada em pacientes em fase maníaca, pois pode agravar os sintomas.

A fluoxetina não costuma ser o melhor medicamento para os casos de doença bipolar (maníaco-depressivo).

O consumo de álcool deve ser evitado, pois potencializa o risco de efeitos colaterais.

Apesar de não ser totalmente contraindicada, a fluoxetina costuma ser evitada na gravidez, já que existem outros antidepressivos mais seguros, como a Sertralina.

O mesmo raciocínio vale para as mulheres que estão amamentando.

 

Por fim, vale a reflexão: se você só consegue emagrecer por causa de um medicamento, o que acha que vai acontecer quando você parar de tomar?

Ou então vai ter que tomar para o resto de sua vida?

Concluindo

Desta forma, vimos que o uso indiscriminado da fluoxetina para emagrecer não é recomendado de forma alguma.

A melhor forma de emagrecer já é conhecida há milênios, e buscar atalhos na verdade acaba fazendo você demorar ainda mais para chegar onde deseja.

Ao invés de perguntar “fluoxetina emagrece em quanto tempo”, seu questionamento real deveria ser “em quanto tempo eu vou engordar depois que parar com o medicamento”.  Porque é provavelmente o que vai acontecer.

Quem vai segurar a sua fome, contida artificialmente por tanto tempo? Agora cabe a dúvida se a fluoxetina emagrece ou engorda, não?

A fluoxetina tem suas indicações precisas, e só deve ser consumida de acordo com prescrição, orientação e acompanhamento médico.

O médico provavelmente vai tentar utilizar as medidas certas para conseguir o emagrecimento saudável, as clássicas reeducação alimentar e prática de atividades físicas – esta aliás é um do melhores e menos usados antidepressivos que existem – e se ele achar necessário, prescreverá o medicamento.

44 comentários

  1. BEM JA TENTEI DE TUDO ATÉ AGUA DE BERINGELA FAZIA TODOS OS DIAS TOMEI MEDICAMENTOS CONTROLADOS , FIZ CAMINHADAS , ACADEMIA FUI AO MEDICO FIZ VARIOS EXAMES CLINICOS NADA TENHO DE RUIM NO ORGANISMO, E NÃO CONSIGO EMAGRECER DE FORMA ALGUMA SERÁ QUE VCS TEM A FORMULA PRA MIM???

  2. Meu médico endocrinologista me prescreveu fluoxetina e thyrox. Fui a ele pq queria emagrecer, dai fiz exames e descobriu que tenho hipotireoidismo. Sou ansiosa e quero só ficar beliscando comida. Dai ele me receitou fluoxetina para me tirar ansiedade e me satisfazer mais rápido. Mas claro q ele me passou que tenho q fazer reeducacao alimentar e caminhadas. Tomando o remedio tira a fome e dai e neste momento que faz Reeducao e exercicios, para q quando vc pare de tomar, esteja adaptada ao estilo de vida saudavel e nao volte a engordar.

  3. Jane Cristina rocha miguel

    Boa noite eu tomo este medicamento ha quatose anos porque sou depressiva muito nervosa e anciosa TB mas dez,o ano retrasado parei de tomar pro conta própria por um ano mas a depressão voltou de novo e engordei do nada mas parei de tonar alguns meses toma TB o Tajá preta para dormi nunca FPI de comer besteira amo saladas verduras mas não entendi porque peguei peso assim agora estou pensando em voltar ha tomar de novo ando muito depressiva com raiva do mundo mas não sabia que as pessoas usava para perder peso…. Mas uso ela porque o meu medico passou para ansiedade e me deixar mais tranquila….

  4. Ola tenho 19 anos.Eu to tomando flouxetina 20mg hoje faz 14 dias tomo pois tenho sidrome do panico e ando um pouco desanimada,so que parece que eu melhorei um pouco mais nao durmo muito bem a noite e acordo cedo sinto tremedera coracao acelera mim canso rapido mais espero que o efeito colateral passe logo e mim volte ao normal..

  5. Me foi receitado fluoxeti na 20 mg mas não tomei porque li a bula e lá diz que emagrece já estou muito magra fiquei com medo porque já não tenho apetite, se ele tira o apetite vou ficar anorexa

  6. Sandra-kidman@hotmail

    Eu estou tomando floxetina aliada a uma fórmula de ervas naturais..tomo a de 10 MG..eu estou emagrecendo por q eu não tenho tanta ansiedade de ficar beliscando como antes..

  7. estou tomando a 2 meses o remedoi porque comecei com tremedeira um no na garganta dor no peito falta de ar e tontura nao aguento mas ficar asim ja emagreci muito fico palida so tenho 26 anos me ajudem

  8. Oi então não devo tomar fluoxetina pra emagrecer

  9. Boa noite a eu tomar essa remedivo para emagrecer eu volto quando parar engordo mais do q o normal ?

  10. Meu médico endocrino receitou fluoxetina de 30mg,para nervoso, eu estou com medo de toma

  11. Olá eu fiz redução de estômago, mas tou voltando a engorda, vou toma fluoxetina, pq sou muito ansiosa

    • Se o seu médico achar que você deve tomar a fluoxetina, ok.

      O problema é: vai tomar fluoxetina para sempre???? Que outras formas de controle de ansiedade você utiliza???

      Porque depender exclusivamente da fluoxetina é pedir para engordar de novo quando parar.

  12. Meu médico receitou fluoxetina pra ansiedade aproveitei pra ver se emagreço mas na verdade sinto mais fome engordo mais perco o sono da coceira no corpo e até perco a vontade de ter relação sexual não inibe a fome não ao contrário aumentou

  13. Eu não sei só preciso emagrecer já fiz redução de estômago emagreci 50 kg de engordei 20

  14. To querendo começar a tomar,mais estou com medo.

  15. Eu tomei medicamentos para controle de apetite por mais de vinte anos. Nunca tive problema algum. Aliás, achava que era a única que tomava inibidores de apetite até proibirem (ANVISA) os anorexigenos em 2011. Foi então que vi muita gente adoecer e até morrer devido a obesidade. A OBESIDADE É UMA DOENÇA SERIA. Os anorexigenos são de extrema necessidade. Mas as autoridades se negam a dar a necessária atenção a isso.

  16. o meu medico receitou a fluoxetina vou começar a tomar para ansiedade espero que de o resultado esperado não aguento mas comer o dia td e nunca esta satisfeita.

  17. Eu tenho 18 anos sou muito ansiosa muito nervosa desde que eu tive uma depressao aos meus 15 anos pesava 60 engordei 20 kg , mais devido a mudanca de abito de vida emagreci quase 10 kilos e quando to con raiva minha pressao cai e eu choro atoa explodo facil e nesses momentos eu sinto muita vontade de comer ate quando estou feliz me da vontade d colocar algo na boca isso e ansiedade e tomei durante uma semana a fluoxetina pois tenho muita vontade de comer doce me fez muito bem nao senti nada alem de tranquilidade e comer na hora certa e quando parei de tomar conti uei bastante tempo assim mais e o chocolate sumiu a vontade nessa uma semana mais ou menos um mes e volto a asiedade de novo se estou feliz como se estou triste como e acho q a minha unica solucao e apelar por ele de novo. Pois quero fazer jump e preciso pelo menos reeducar minha alimentacao que ai quando eu consegui eu paro e mudo meus habitos alimentares e cotidianos

  18. Olá. Eu tinha um peso legal e uma vida bem equilibrada ha +- 6 anos, quando um psiquiatra me diagnosticou erroneamente com depressão. Eu comecei a tomar fluoxetina e comecei a engordar sem parar. Parei a medicação e nunca mais consegui recuperar o peso. Estou 20kg acima do que estava quando fui indicada à fluoxetina. Ja fiz dieta, exercicio, nada resolve. Até consigo emagrecer um pouco mas com muito custo. Como posso me livrar disso?

  19. Estou tomando fluoxetina para depressão,mais estou emagrecendo muito com esse remédio,e tá me dando muito sono o que devo fazer,pode tomar alguma vitamina pra engordar fazendo o tratamento com fluoxetina?

  20. Meu filho está com TOC ( transtorno obcessivo compulsivo ) nunca havia visto isso antes! Só de ouvi falar! Um ano atrás tomou fluoxetina durante alguns meses, parou por conta própria! Ficou um ano sem sintomas, neste tempo fazia uso de suplementos como complexo B, magnésio, vitamina D e ômega 3.
    Bom, ele engordou bastante, porém não sei dizer se foi ao parar de vez com a fluoxetina, ou por não fazer atividades físicas e ficar muito tempo parado em frente ao computador!? Agora depois de um ano o toc voltou! Ele teve um problema emocional forte, não conseguiu superar e o problema voltou pior que dá primeira vez!!! Estou super angustiada, quero a cura dele! Mas recuo estes medicamentos por vários motivos! Um se engorda, se causa dependências etc.
    Não daria a ele já mais se não fosse por motivos muito sérios!!!!! Infelizmente tem casos que só a droga pode ajudar.

  21. Clélia Ancovitt Silva Ribeiro

    Acredito que alimentação saudável e exercícios físicos são as únicas coisas que podemos fazer para emagrecer por toda a nossa vida

  22. Gracielle Teixeira Nicolau

    Eu fui no medico pois estava morrendo por dentro so gostava de ficar no quarto o dia todo nao conseguia dormir a noite e por isso comia a noite toda e no dia também.
    Descontava minha frustração no chocolate de 4 a 5 caixa por semana .chorava atoa e me irritava com tudo nem conseguia mais cuidar dos meus filhos e o medico me receitou fluxcetina e depois de 15 dias estou me sentindo muito bem ja consigo levar minha filha na escola e estou dormindo melhor a noite.
    Perdi o apetite e parei de comer no desespero, resolvir aproveitar isso para tentar novamente uma reeducação alimentar pois com todos esses problemas hoje com 30 anos 1,65 estou pesando 122 kilos e agora que aquela fome toda diminuiu vou aproveitar para fazer uma dieta e exercícios , tenho medo de voltar a me sentir um lixo de novo entao estou me agarrando nesse remédio por enquanto.

  23. Tenho 47 anos e estou pesando 138 quilos, meu pai morreu a 4 anos meu cachorro morreu. Também..enfim tenho uma vida difícil. Muitos problemas mesmo e detalhe parei de fumar a mas. De dois. Anos. So que a vontade esta. De volta. Quando. Fui a endocrinologista ela me receitou “Bupium” cheguei a tomar uma caixa.e queria muito q ela mudasse para fluoxetina.o que vc acha? Já estou cansada de me esconder de ser feliz sabe?… Fico triste mesmo. A vida esta passando e eu, com medo. De tudo…bjs

  24. Monica Clanisa Pereira

    Por Favor preciso perder 25 kilos me ajude estou com água no pulmão e depressão profunda perdi meu marido não consigo superar me ajude!

    • Anna Souza Vieira da Silva

      Busque forças na palavra de Deus miga…O seu melhor amigo está sempre com você,que é o Senhor Jesus!…Tudo vai dar certo honey…Tenha Fé…

  25. É difícil, eu tenho depressão e não sinto melhoras…

    Para piorar eu como muito agora e estou gorda. Realmente desconto na comida minhas frustrações.

    Meu pai morreu de diabetes tipo 2, ele chegou a ficar cego, foi horrível, então tenho uma tendência… Ele era gordo, foi emagrecer mais no fim de sua vida, por recomendações médicas e a situação estava crítica. Tudo tão de repente.

    Em 2014 eu havia emagrecido com restrição alimentar, adquiri uma raiva de tal forma que recusava os outros alimentos, tudo para emagrecer, já que eu sofria bullying por parte da família, a raiva me motivou e eu consegui rs…

    Basicamente o que eu comia era abóbora, batata doce, arroz, normalmente muita sopa, recheada de verduras (poucas vezes com macarrão), muita vitamina de abacate, mamão, banana, eu tomava bastante leite, às vezes puro mesmo, mas eu nem fazia ideia que o leite não faz bem. Comia pouco pão, porque substituía pela vitamina.

    Nesse período eu tirei muito o uso de sal(comida insossa) e o açúcar branco, açúcar das próprias frutas. Sucos sem açúcar branco. Os refrigerantes fiquei mais de 6 meses sem tomar um gole.
    Posso dizer que foi o melhor período da minha vida. Aprendi até a gostar de verduras, eu não gostava, minha infância de gordinha foi só besteira, sanduíche, pizza, bolachas e todo o resto que pode imaginar.

    Após a morte do meu pai as coisas voltaram a piorar, comecei a comer açaí, bolo de pote, até formar uma grande bola de neve novamente. Meu desânimo aumentou, a desmotivação para continuar com aquela alimentação. Traduzindo: viciada no açúcar de novo e em doces como antes.

    Percebo a diferença, porque antes o gosto do suco de laranja, por exemplo, sem açúcar, era normal. E se eu tiro o açúcar agora é estranho. Então, posso dizer que eu meio que estava desintoxicada do açúcar naquele tempo.

    Pena que não tenho mais motivação, apenas tristeza e mais tristeza.

    Às vezes brigo aqui em casa, minha mãe diz que estou gorda de novo, mas antes ninguém me apoiava também.

    Minha tristeza me faz pensar que talvez seria melhor se permitissem uma eutanásia para depressivos no Brasil, quem sabe fosse melhor diante de tanto sofrimento.

    • Sabrina,olha só…
      Quando tudo diz que não uma voz te encoraja pra seguir,
      Quando tudo diz que não ou parece que o mar nao vai se abrir,saiba que ñ está só
      O que dizem sobre ti nao pode te frustararb Deus venha em seu favor e cumpra em ti seu querer o Deus do impossível nunca desistiu de ti..querida ao te enviar a estrofe desse louvor estou torcendo q essa fase da sua vida tenha passado,mas quero te dizer ainda nao é o fim, lute com todas as suas forças contra isso q você tem passado e saiba q existe um Deus que te ama e ele ainda nao pós um ponto final em sua vida pelo contrário ele te oferece vida e vida com abundância peça socorro a ele e com certeza Deus virá ao seu encontro,não entregue sua vida pra quem nao pagou um preço auto por ela..mas entregue a jesus que te ama e morreu na cruz do calvário por amor de nós pensa bem minha querida…QUANDO TUDO DIZ QUENÃO JESUS TE ENCORAJA A SEGUIR..BJO NO CORAÇÃO DEUS TE ABENÇOE
      .

  26. Parei de ir à minha psiquiatra, não tem quem me apoie aqui em casa, nem eu mesma me apoio. Estou perdida.

    A fluoxetina foi o primeiro remédio que a médica prescreveu para mim. Dormia muito, comia ainda mais.

    Se tivesse me ajudado a emagrecer seria bom.

  27. tomei o fluoxetina por 5 dias por prescrição da endocrinologista, mas comecei a sentir um incomodo na garganta, insonia,coração acelerado,ansiedade, e falta de ar,passei em um pronto socorro e a médica me informou q esses sintomas é devido a ansiedade mas me orientou a parar de tomar…
    será q depois esses sintomas desaparecem?

  28. Meu médico me receitou fluoxetina mas estou com medo de tomar e TBM pq eu tenho uma filha de 3 anos e ela tomar leite materno.
    Sou muito medrosa devido a minha filha com 8 meses ter tido a crise convulsiva desde então quando estou com medo como,tô com raiva como,to triste como e estou com raiva tbm como e devido a muito comilança está me prejudicando pq eu pensava 65 kilos hj estou com 90 kilos é muito para meu tamanho e por esse execo de pessoas sinto muita dor nos pés e nao tenho desposição para nada..
    Oq eu faço será q tomo esse remédio???

  29. eu tomo fluoxetina faz uns 4 anos para ansiedade recomendada pela minha cardiologista .me sinto muito bem tenho quase 56 anos e adoro viver alegre
    eu tomo este medicamento um dia sim e o outro nao
    e me sinto muito bem
    nao engordei e nem emagreci. continuo com o meu peso 55 k

  30. Vou começar amanhã o uso da fluoxetina 20mg, minha médica.me.receitou para ansiedade, espero que me.ajude tbm na questão do sobre peso, já que estou acima do.peso tbm….
    Depois volto para contar sobre os resultados

  31. Me chamo Luciana tenho 46 anos tomo amityl e agora esse remédio o médico me receitou porque mudei muito to me sentindo estranha angustiada sem vontade de fazer nada sinto vontade de chorar tudo perdeu a graça pra mim tenho 4 filhos o mais novo tem 4 anos e preciso voltar a ser aquela mulher alegre sou evangélica e todos os dias clamo a Deus por socorro comecei tomar hoje esse remédio e não tenho medo confio no médico e em Deus e creio q vou ficar bem em nome de Jesus e q Deus abençoe a vida d todos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *