Jejum intermitente para iniciantes – Dúvidas comuns

Jejum intermitente para iniciantes – Dúvidas comuns

20 de Março de 2018

Se está procurando um bom guia de jejum intermitente para iniciantes, seus problemas acabaram. Cheguei!

O jejum intermitente é sem dúvida o método de cura mais barato e poderoso que podemos incorporar em nossas vidas.

Nós, seres humanos, estamos jejuando desde que caminhamos pela Terra pela primeira vez.

banner método emagrecimento fácil

Nossos antepassados não tinham o luxo de lojas de conveniência, um McDonald´s em cada esquina, ou mesmo geladeiras para armazenar seus alimentos. Assim, eles comeram o que estava disponível na hora.

Mas às vezes eles não conseguiam encontrar nada para comer, e seus corpos evoluíram para poder funcionar sem alimentos por longos períodos de tempo.

Hoje, ainda temos essa mesma biologia – não evoluímos nesse aspecto ainda.

Tenha em mente que em mais de 99% da história da humanidade na Terra fomos treinados para sobreviver em escassez, e a abundância atual ainda teve tempo para nosso pool genético sofrer um processo adaptativo em resposta.

E, se for caso disso, o jejum de vez em quando é mais “natural” e mais saudável do que constantemente comer 3-4 (ou mais) refeições por dia.

Sendo assim, vejamos o que você precisa saber sobre jejum intermitente.

Jejum intermitente para iniciantes – o que é jejum intermitente?

jejum intermitente para iniciantes 1

Jejum intermitente em uma imagem

É um padrão alimentar onde você faz um ciclo entre os períodos de comer e não comer.

banner método emagrecimento fácil

Não é uma dieta que diz “coma isso, não é isso”, mas sim, você não come nenhum alimento por um certo período de tempo – geralmente 16-24 horas.

Existem vários tipos diferentes de jejum intermitente, mas todos servem o mesmo propósito – para permitir que seu tempo corporal sem alimentos gaste mais de sua energia na cura e reparação interna – algo que não pode acontecer quando você está constantemente em estado alimentado.

Para quem é o jejum intermitente?

 

Com base nos inúmeros benefícios que você está prestes a descobrir, o jejum intermitente é realmente destinado a qualquer pessoa que seja séria em melhorar sua saúde e talvez perder peso sem revisar sua dieta.

Tecnicamente, você não precisa mudar nada sobre sua dieta para se beneficiar do jejum intermitente, o que torna muito atraente para muitas pessoas.

É também para aqueles que querem essa vantagem extra para queimar gordura, mantendo seus músculos.

É completamente seguro de fazer e oferece enormes benefícios, por isso realmente é apenas uma questão de comprometer-se, experimentando e vendo se é algo que você quer fazer regularmente.

 

 

Quais são os benefícios?

 

Existem literalmente dezenas de benefícios, Dentre eles:

 

– Maior expectativa de vida

– Perfil Hormonal Melhorado

– Perda de peso mais rápida

– Manutenção da massa muscular esquelética

– Diminuição dos níveis de glicose no sangue

– Diminuição dos níveis de insulina e aumento da sensibilidade à insulina

– Aumento da lipólise (degradação das gorduras) e oxidação da gordura

– Aumento dos níveis de norepinefrina e epinefrina, o que aumenta a degradação da gordura

– Aumento dos níveis de glucagon, que degrada a gordura

– Aumento dos níveis de hormônio do crescimento, que preserva a massa muscular

 

Por que é eficaz?

 

Uma revisão da literatura em 2014 mostrou que os poderes de jejum intermitente provêm do seu impacto na adaptação respostas celulares que reduzem o dano oxidativo e a inflamação, otimizam o metabolismo energético e melhoram a produção celular. A revisão mostrou que em roedores, o jejum intermitente foi capaz de proteger contra diabetes, cânceres, doenças cardíacas e neurodegeneração, enquanto em humanos ajuda a reduzir obesidade, hipertensão, asma e artrite reumatóide. (

Os efeitos benéficos do jejum intermitente resultam de pelo menos dois mecanismos: redução do dano oxidativo e aumento da resistência ao estresse celular.

Isso significa que ajuda seu corpo a lidar com o estresse, o que inclui ser capaz de lidar melhor com o jejum (que é uma forma de estresse). O jejum também desencadeia o processo de autofagia, que desmorona e recicla proteínas disfuncionais e detritos celulares. Isso é semelhante ao retirar o lixo e a limpeza em toda a casa – um processo que você esperaria ocorreria em seu corpo com freqüência.

Por que o jejum intermitente queima gordura?

jejum intermitente para iniciantes 1

É por aí…

Vários dos mecanismos citados anteriormente vão atuar na queima de gordura

Simplificando, não comer diz ao seu corpo para utilizar mais as reservas de gordura. Este é um fenômeno semelhante experimentado com treinamento de exercícios consistente.

Basicamente, seu corpo se torna “mais esperto” e entende que, para manter o açúcar no sangue e gastar músculos e glicogênio do fígado (carboidratos armazenados) para uso imediato potencial, é melhor depender da gordura, o que naturalmente fornece mais energia (9 calorias por grama ) versus carboidratos ou proteína (4 calorias por grama cada).

 

Mas antes de prosseguirmos... Que tal conhecer um método de emagrecimento totalmente sistematizado e fácil, onde você não precisa abandonar totalmente os alimentos que tanto gosta e acabar de vez com o tal do efeito sanfona, mudando sua vida e saúde para sempre?

Você está a um clique de uma verdadeira revolução na sua vida. Se você precisa perder 10, 20, 30kg ou mais, veio ao lugar certo. E se precisa perder só alguns quilinhos, é mais rápido ainda. Nada de medicações, dietas milagrosas, nada disso. Até porque nada disso é necessário.

E você também vai conhecer 7 alimentos que você provavelmente acha que são emagrecedores, mas que na verdade promovem justamente o efeito contrário.

Clique aqui para saber mais e bem vindo à sua nova vida.

 

Quais os tipos de jejum intermitente?

 

Em dias alternados

Basicamente a pessoa está em jejum a cada dois dias por um período de 24 horas. Por exemplo, você comeria normalmente na segunda-feira, terça-feira jejua, coma quarta-feira, quinta-feira jejua, coma sexta-feira, sábado jejua, e assim por diante.

Não costuma ser a melhor forma de iniciar o jejum, e na maioria das vezes que os efeitos negativos observados em algumas mulheres aparecem, está associado a este tipo, especialmente no que tange a hormônios e fertilidade.

A verdade é que não é sustentável para a maioria das pessoas.

 

Protocolo 16/8

 

Você jejua por 16 horas e come durante as 8 restantes.

Um tanto quanto pomposo chamar de protocolo, mas eu tenho um nome mais prático para isso: Pular o café da manhã. Faça as contas.

Idealmente, o jejum deve ser quebrado ao meio-dia ou pouco depois se você acordar às 6-7 da manhã como a maioria das pessoas.

Na verdade não importa quando você inicia seu período de comer de 8 horas. Você pode começar às 8h e parar às 4h. Ou você começa às 14h e pára às 10h. Faça o que funciona para você.

 

Jejum de 24h

Como o nome indica, este é um jejum de 1 dia – normalmente 18-24 horas de duração.

Aqui, em vez de jejum todos os dias ou todos os outros dias, você simplesmente jejua uma vez por semana.

Para facilitar a sua vida, basta começar o seu jejum depois do jantar para que quando você acorde na manhã seguinte, você já tenha completado cerca de 12 horas do seu jejum.

Entretanto, não fique decepcionado se você não aguentar as 24h. Mesmo períodos como 14, 16, 18h de jejum já trarão benefícios. E com a prática você pega o jeito da coisa.

 

Seja qual for o tipo de jejum intermitente que você escolher, o benefício adicional que lhe proporciona é um pouco mais de flexibilidade com sua dieta. E economia também. Afinal, comer menos = gastar menos.

 

Como iniciar jejum intermitente para emagrecer.

 

Uma vez por semana já é um bom começo. Em estado de jejum, você já começa a treinar seu organismo para usar os estoques de gordura.

E após adaptar-se ao jejum, uma boa idéia é associar um treino intervalado de alta intensidade, nem que seja por 5 a 10 minutos. Isso já coloca você num estado hormonal pró queima de gordura.

A tendência é que pouco tempo após esse treino, seu organismo mobilize a gordura armazenada com maior intensidade. E para arrematar, você pode fazer uma caminhada ou corrida moderada por 30 minutos, porque essa gordura será usada como energia.

 

Como quebrar o jejum intermitente

 

Comendo.. Simples. Mas espere um pouco!

Quando você termina seu jejum, você precisa fingir que ele nunca aconteceu.

Sem compensação, sem recompensa, sem maneira especial de comer e sem beliscadas.

No momento em que você decidir parar de jejum, simplesmente limpe o jejum da sua memória e coma exatamente a maneira que normalmente você comeria naquele momento específico do dia.

Não existe uma maneira mágica de acabar com seu jejum e nem um alimento correto (se você estiver fazendo dieta low carb, nesse caso existe sim).

 

Jejum intermitente vai me dar hipoglicemia?

 

Hipoglicemia não é algo tão comum assim como pensamos.

Para a grande maioria da população saudável, é facilmente capaz de manter açúcares sanguíneos saudáveis ​​mesmo fazendo exercício.

E no caso de você estar numa dieta cetogênica ou low carb, seu corpo estará treinado a funcionar com base em gordura, então a hipoglicemia deixa de ser um problema. Isso claro, depois que você já se adaptou.

Minha recomendação é não se exercitar na 1ª semana tanto da low carb como de jejum, se você não está fazendo low carb.

 

Exercício em jejum, pode?

jejum intermitente para iniciantes 1

Uma ajudinha extra

A resposta é sim. Seja durante ou fora do período de jejum.

Mantenho a recomendação de adaptar-se primeiro para depois testar o exercício durante o jejum

E como a prática de jejum ajuda a preservar musculatura, treino de resistência deve ser praticado.

Os níveis de energia durante o treino (disposição) em jejum podem ser menores, especialmente se você não está em uma dieta low carb ou cetogênica, mas treinar durante o jejum, especialmente o treino intervalado de alta intensidade, é uma arma secreta para queimar mais gordura.

 

 

Fome e dor de cabeça durante o jejum

 

São efeitos que tendem a passar à medida que você pratica o jejum regularmente.

Quando seu estômago fica vazio, a grelina é produzida. Esse hormônio manda a mensagem de fome para o cérebro. Mas é só aguentar firme no começo. Lembre-se, você foi treinado uma vida inteira a comer o tempo todo, e precisa se adaptar.

Dor de cabeça nem todas as pessoas terão. É inclusive mais comum em mulheres. E numa dieta low carb ou cetogênica, pode ocorrer na 1ª semana devido a uma eliminação excessiva de sal.

Também tende a passar com a prática.

 

O que comer e beber durante o jejum

jejum intermitente para iniciantes 1

Aprecie com moderação

Curto e grosso: Jejum significa não comer.

Sobre beber, a resposta é pode, mas certifique-se de que não há calorias.

Isso também não significa beber refrigerante diet. Apenas tome água ou chá. O café é controverso, especialmente porque se você exagerar, ele causa a mesma resposta que o stress, aumentando a secreção de catecolaminas e retardando a queima gordurosa.

Poder pode, mas sem exageros. E claro, eu falo do café puro.

 

Jejum intermitente lentifica o metabolismo?

jejum intermitente para iniciantes 1

Chefia, não são umas horinhas sem comer que vão te deixar rápido como eu não…

Apesar de todos os benefícios de queima de gordura que já mencionei, você ainda pode estar se perguntando se o jejum intermitente irá atrasar o metabolismo.

Afinal, você provavelmente foi informado de que você tem que comer a cada 2-3 horas ou seu metabolismo irá desligar e você vai armazenar gordura.

Felizmente, isso não poderia ser mais falso.

A maioria dos estudos não consegue comprovar redução de metabolismo devido a jejuns relativamente curtos, e inclusive alguns detectaram aceleração.  E você não vai passar 2 semanas em jejum, então isso não é um problema.

A conclusão é que o alimento, ou a falta dele (pelo menos no curto prazo), praticamente não tem nada a ver com seu metabolismo.

Na verdade, seu metabolismo está muito mais ligado ao seu peso corporal e, especificamente, à sua massa muscular.

Jejum intermitente é seguro para mulheres?

 

Esta é a maior área de controvérsia quando se trata de jejum intermitente.

Aqueles que advertem as mulheres contra o jejum intermitente afirmam que estudos mostram que isso afeta negativamente a fertilidade. E isso é verdade.

Infelizmente, o que a maioria dessas pessoas não enxerga é que TODOS esses estudos usam protocolos de jejum em dias alternados onde as mulheres literalmente não comem nada todos os dias!

Não é de admirar que seus hormônios entrem em estado de caos e tenham problemas de fertilidade.

É altamente improvável que jejuns mais curtos e menos frequentes venham a causar problemas.

Então se você é mulher e ainda não sabe se o jejum ou o jejum intermitente são adequados para você, então meu conselho seria testar você mesma, de modo que você esteja jejuando por 8 a 10 horas por vez.

Então, gradualmente, aumente esse período de tempo conforme você entender. Cada corpo vai possuir uma tolerância diferente a diferentes períodos de jejum.

 

 

Descubra quais são os 7 alimentos que parecem saudáveis, mas que na realidade não são.

Sim, eu quero.

Publicidade

O que você pensa sobre emagrecimento e dietas? Escreva abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *