Parou de perder peso? O que fazer para nunca mais ver a balança estancar.

Parou de perder peso? O que fazer para nunca mais ver a balança estancar.

23 de maio de 2017

Você está colocando um grande esforço para perder peso rápido. Mas de alguma forma, você atingiu um ponto onde simplesmente, apesar de seus esforços, a perda de peso parou. Frustrante.

E o que pode ser feito sobre isso?

Primeiro precisamos definir o que é um platô de perda de peso, ou seja, o ponto onde a pessoa acaba estancada.

banner método emagrecimento fácil

Pode parecer bobeira, mas a maioria das pessoas tem um entendimento errado do que é esse platô.

Talvez você ache que esse platô é não perder peso em uma semana determinada… Errado!

E infelizmente tem muita gente que desiste por causa de uma mísera semana de falta de progresso.

Assista a versão em vídeo:

 

banner método emagrecimento fácil

Aproveite e inscreva-se no nosso canal do Youtube clicando na imagem abaixo

Um platô de perda de peso significa um período de tempo alongado, onde você não perde peso (de acordo com a balança que você usa), e tampouco perde medidas (circunferência abdominal, cintura) de acordo com a fita métrica.

Friso que é necessário pesar-se sempre com a mesma balança. Usar balanças diferentes pode ter efeito ruim, porque elas provavelmente vão mostrar resultados diferentes.

Tudo o que você não precisa é ver um resultado numa balança e outro um pouco maior na outra balança.

Sua balança pode até não ser precisa, mas o que interessa não é o seu peso em si, mas a maneira como ele evolui.

Exemplo: Se na balança A você pesa 75kg, e na B 75,5kg, ao perder 1kg elas passarão a apontar respectivamente 74 e 74,5kg, ou seja, para acompanhamento evolutivo, elas mensuram a mesma coisa.

 

E não se trata de um verdadeiro platô de perda de peso se essa “estabilidade” não permanecer por 3 semanas ou mais.

Se não for o caso, basta continuar o que você estava fazendo, e os números vão voltar a cair. Lembre-se que é normal o ritmo de perda de peso se reduzir ao longo do processo, e isso não é algo errado que necessite conserto.

Outro fator a considerar é o balanço de líquidos em nosso corpo. Mesmo depois de começar uma dieta, seu peso pode sofrer variações de até 1,3kg (este número varia de pessoa para pessoa), isso de um dia para o outro, simplesmente por alterações na sua hidratação.

Este equilíbrio é afetado por coisas como a temperatura externa, ou sua ingesta de líquidos e sal.

Nas mulheres, o ciclo hormonal pode exacerbar essas diferenças.

Aliás, ainda sobre as mulheres, em até 10 dias antes do começo da menstruação, seu organismo pode reter mais água que o usual, o que vai afetar totalmente a pesagem.

Não se desespere se não perder peso nesses dias, e tenha isso em mente.

Seu corpo simplesmente está retendo mais líquidos, e isso vai se normalizar, com a inevitável volta do ritmo de perda de peso.

Isso claro, se você continuar fazendo o que já estava. Uma ideia é não se pesar nesse período, manter sua rotina, e só voltar a fazê-lo no dia seguinte ao final da menstruação.

Como você pôde observar, é preciso um pouco mais de tempo para avaliar se você estancou no seu peso atual, ou não.

Então tudo o que foi listado acima está descartado, e você realmente está num platô. O que fazer? Vamos a uma série de dicas:

Sua dieta para perder peso

dieta-perder-peso

Verifique se alterou a sua dieta e veja quantas calorias você, agora, precisa ingerir.

É o primeiro lugar para onde você deve olhar quando atinge um platô.

Pode ser que você tenha comido demais nos últimos dias. Ou à medida que progride, sua dieta pode ter sofrido alterações sutis que fizeram alguma diferença.

Outro aspecto importante é que, com a diminuição esperada do seu metabolismo, pode ser que você também precise diminuir um pouco a ingestão de calorias, em especial aquelas provenientes de carboidratos. E prestar atenção a certos alimentos e bebidas.

A real causa mais comum de um platô é comer mais calorias do que você pensa que está comendo.

Se você está indo muito a restaurantes, pode ser um problema.

Outras áreas a considerar incluem comer de forma inconsciente, controlar as porções, bebidas adoçadas e álcool.

Se ainda assim você não encontrou o problema, fazer um diário alimentar é uma grande ideia.

Parece trabalhoso, mas um diário alimentar é a forma mais honesta que você pode ter para observar seus padrões alimentares.

Lembre-se, um chocolate aqui, um refrigerante ali, e as calorias vão subindo, sendo que no final do dia, você sequer vai lembrar do que botou para dentro.

Também é comum que a pessoa fique menos vigilante à medida que as semanas avançam, de forma que, anotando tudo num diário é uma boa forma e ficar atento.

Sem falar que, só por estar anotando tudo, você não vai querer se sabotar.

 

Mas antes de prosseguirmos... Que tal conhecer um método de emagrecimento totalmente sistematizado e fácil, onde você não precisa abandonar totalmente os alimentos que tanto gosta e acabar de vez com o tal do efeito sanfona, mudando sua vida e saúde para sempre?

Você está a um clique de uma verdadeira revolução na sua vida. Se você precisa perder 10, 20, 30kg ou mais, veio ao lugar certo. E se precisa perder só alguns quilinhos, é mais rápido ainda. Nada de medicações, dietas milagrosas, nada disso. Até porque nada disso é necessário.

E você também vai conhecer 7 alimentos que você provavelmente acha que são emagrecedores, mas que na verdade promovem justamente o efeito contrário.

Clique aqui para saber mais e bem vindo à sua nova vida.

Se você não faz um diário alimentar e atingiu um platô, tente anotar tudo o que come por 7 dias e poderá se surpreender com o que vai encontrar.

Uma ideia alternativa, se você não tem paciência para anotar o que come, é tirar fotos (isso mesmo) e depois analisá-las.

Seus exercícios para perder peso

Quer perder peso? Mantenha uma rotina de exercícios.

Tenha continuidade na sua rotina de exercícios, se deseja perder peso.

A probabilidade maior do seu platô ter ocorrido é devido à sua dieta para perder peso, mas o que não descarta algum envolvimento dos exercícios que você está fazendo.

Em especial, a intesidade destes.

Um erro muito comum, pois existe sempre a tentação de mudar o que se está fazendo, é ficar sempre testando novas rotinas de exercício, ou seja, toda hora você altera o que está fazendo.

Continuidade é algo muito importante na questão da atividade física.

Pense da seguinte forma: O objetivo do exercício é aumentar sua força e níveis de condicionamento físico, e progredir de forma que o exercício fique mais desafiador ao longo do tempo.

Mas se você constantemente muda sua rotina para algo diferente, torna-se bem difícil ver progresso.

E sem ver progresso, o desânimo vai acabar batendo à sua porta.

Do lado oposto, seu corpo pode se acostumar aos exercícios que você está fazendo semanalmente, e ficar competente em fazê-los.

É por isso que aumentar a intensidade e/ou duração dos exercícios dá ao seu corpo o gás que ele precisa para evoluir.

Por exemplo, se você estiver correndo e se sentindo confortável, tente dar alguns tiros curtos e intensos acelerando.

Ir aumentando o peso na academia, à medida que vai se sentindo mais confortável, também é uma boa estratégia.

Em resumo, ao invés de mudar completamente suas rotinas de exercícios, faça pequenas mudanças, aumente a intensidade ou os pesos, etc.

Não jogue fora a sua rotina só porque viu e quer testar um novo exercício “revolucionário” ou a última moda em fitness.

Por último, em se tratando de exercícios, algo que pode estar acontecendo é a completa falta destes.

Um rotina consistente é incrivelmente importante para aumentar o seu metabolismo, e potencial de queima de gordura. Se você atingiu um platô e não estava se exercitando, é uma boa ideia começar já.

Relaxe

relaxar-perder-peso

Não deixe o processo se tornar algo cansativo e pesado para você.

Perder peso pode se tornar uma obsessão, e uma fonte de stress, que em última análise, atrapalha seus esforços para perder peso. Às vezes você precisa descansar, dar um tempo.

Se você sentir que está caindo nessa situação, só não cometa o erro de voltar a comer porcarias, mas dê um tempo à sua mente.

Deixe a balança de lado por algum tempo, colocando foco em comer de forma intuitiva. Coma quando está com fome, pare quando estiver satisfeita, e veja onde isso pode te levar.

Mesmo que não resolva o platô, sua mente estará descansada e pronta para novos desafios.

Não desista

nao-desistir-perder-peso

Aceite que seu processo de perder peso terá altos e baixos. Não desista.

No final das contas, os platôs acabam às vezes acontecendo. O que vai fazer a diferença é como você lida com eles.

Além das estratégias acima, o principal conselho que podemos deixar é não desistir nunca. Aprender como perder peso vai necessariamente passar por lidar com essas dificuldades.

Mantenha em sua mente que mudar o seu corpo é uma maratona, não uma corrida de 100 metros rasos.

É um jogo de paciência, então mantenha a sua estratégia, persista, adapte-se quando as dificuldades aparecerem, e no final você terá o sucesso que merece.

Descubra quais são os 7 alimentos que parecem saudáveis, mas que na realidade não são.

Sim, eu quero.

Publicidade

10 disseram o que pensam. Agora é sua vez.

  1. NOS ÚLTIMOS 4 ANOS TIVE UM GANHO DE PESO QUE SOMA 14 QUILOS.
    NÃO ESTANDO CONTENTE COM ESTE GANHO RESOLVI FAZER UMA DIETA DE CORTAR OS CARBOIDRATOS,ESTAVA TUDO DANDO CERTO ATÉ A PERDA DE CINCO QUILOS,DAI ENTREI NO PERÍODO PLATÔ.
    AGORA NÃO CONSIGO PERDER MAIS UMA GRAMA É MUITO FRUSTRANTE.
    NÃO ALCANÇAR O OBJETIVO DE PERDER PESO É UM PERÍODO DE ESTRES TOTAL,ENFIM PRECISO PERDER MAIS DEZ QUILOS.
    VOU SEGUIR AS DICAS DE FICAR DANDO UM TEMPO DE IR NA BALANÇA DE FICAR ME COBRANDO TODOS OS DIAS.
    OBRIGADO PELAS DICAS
    LEANDRO FERREIRA.

  2. Muito bom esse artigo, na minha opinião o mais difícil é manter a rotina de exercícios físicos, mas estou fazendo todos os dias.

  3. Tenho 30 anos , e aos 29 anos fui diagnosticada com endometriose e por conta disso , passei a tomar anticoncepcional (Cerazette) para não menstruar mais . Meus peso de 64kg foi para 70 até que resolvi brigar com a balança . Malho todos os dia ( elíptico , esteira e elásticos ) e mexi na alimentação , não bebo refrigerante há mais de 4 meses , doces evito e sempre que posso , troco a farinha de trigo pela a de arroz integral e açúcar por asoçante culinário ou açúcar mascavo . Conclusão : o máximo que consegui foi sair dos 70kg para os 69.2 kg mas estou perdendo medidas. Não sei se estou tendo dificuldades por conta do remedio , ou se meu corpo não está respondendo . Definitivamente , é frustrante subir na balança

    • Manu, eu farejo que você é hipersensível a carboidratos. Talvez no seu caso não seja suficiente trocar pelas versões integrais. Nós engordamos porque quem dispara o sinal para guardar gordura é a insulina. Se você não produz insulina em resposta a alimentação (leia-se não come carboidratos), não há estimulo para guardar gordura, e não se engorda.

      Você conhece a dieta cetogênica? Sugiro fortemente que você dê uma tentada. Conheça aqui: http://comeceaemagrecer.com.br/dieta-cetogenica

  4. Interessante o artigo. Após o fim de ano, notei que estava muito gordo. Suava indo até a esquina. Então, pensei que era hora de mudar. As roupas… nem se fala! Não estavam cabendo mais.

    Comecei a dieta no dia 10/02/2016. Hoje, 30/09/2016, tenho um grande problema: Não saiu de 90kg (estava com 125kg).

    Mantenho a mesma base alimentar de sempre. Inhame, macaxeira, macarrão, soja, filé de frango, aveia, vitamina de banana, etc. Não estou entendendo o que está acontecendo.

    Eu tinha um ritmo de exercício assim: Corria 5km por dia. 3 ou 4 vezes por semana. Nos últimos dois meses, comecei a notar que não estava perdendo. Então, pensei: Vou retomar aquele ritmo do começo. Correr todos os dias. Foi o que fiz. Tenho corrido todos os dias e mantendo a base alimentar. São 6km/7km por dia. Um mês depois (09)… Adivinham? Continuo com 90kg. Muito louco isso. Não estou me queixando. A evolução é monstra. Músculos aparecendo. Perdendo muito gordura na barriga e na região do tórax. Acredito que já posso entrar na academia. Realmente, tá sinistro. Não consigo entrar na casa dos 80kg.

    • Kleyton, tive problema semelhante ao seu.

      No meu entender, você come carboidratos demais para perder peso. Digo isso porque houve um momento que eu estanquei, e a solução foi reduzir os carboidratos.

      Confira aqui: comeceaemagrecer.com.br/dieta-low-carb

  5. No ano passado consegui perder 6kg. Estava ótimo para mim, mas este ano tudo mudou. Engordei uns 7Kg. Tenho fome emocional. Luto para tentar me controlar, mas é difícil. Depois bate o arrependimento quando vejo que estou pesando mais que pessoas que antes pesavam mais do que eu…
    Mas tenho esperança!

  6. Eu penso que a reeducação alimentar é a melhor opção, para evitar o efeito sanfona. Não adianta emagrecer se os hábitos continuarem os mesmos.

  7. Quanto tempo perdura esse efeito platô?

Trackbacks/Pingbacks

  1. Perder peso: Quantas vezes você já tentou? - Comece a Emagrecer - […] você acha que está condenado ao fracasso porque vive tentando perder peso e não consegue, elimine esses pensamentos, porque…
  2. Metabolismo lento: Verdade ou não, descubra a única coisa que interessa (e que resolve) a respeito. - […] não justifica a formação de um platô na perda de peso. E como já falamos nesse artigo sobre perda…

O que você pensa sobre emagrecimento e dietas? Escreva abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *