Tipos de jejum intermitente

Tipos de jejum intermitente

19 de março de 2018

Você sabia que existem vários tipos de jejum intermitente?

O jejum intermitente é uma ferramenta útil para aqueles que procuram perder peso e melhorar a saúde em geral.

Tornou-se especialmente popular ultimamente no mundo da saúde, destacado por gurus da saúde e outros.

banner método emagrecimento fácil

Embora a maioria dos tipos de jejum intermitente tenha grandes benefícios, existem diferentes maneiras de fazê-lo.

Se você não tem certeza de como começar ou se pergunta qual método de jejum pode funcionar melhor para você, este artigo pode ajudar.

Examinaremos cada um dos tipos de jejum intermitente, e os prós e os contras de cada um.

Conheça os tipos de jejum intermitente

 

1- Jejum dentro de uma janela diária

Só pode comer dentro dela…

Esta é muitas vezes a forma mais popular de jejum intermitente, uma vez que é mais fácil comer naturalmente dessa maneira.

Por exemplo, alguém pode pular o café da manhã e ter sua primeira refeição ao meio-dia, depois comer regularmente durante o resto do dia, mas parar de comer às 8h.

Isso significa que você estaria comendo por um período de 8 horas e jejuando por 16 horas.

banner método emagrecimento fácil

Esses intervalos são apenas um exemplo, também.

Algumas pessoas pode preferir começar a comer mais tarde no dia (funciona especialmente para aqueles que estão acostumados a pular o café da manhã), enquanto outros vão começar mais cedo e jantar com antecedência.

A quantidade de tempo para isso varia.

Algumas pessoas comerão dentro de um pequeno período de tempo, como seis, quatro ou mesmo um período de uma hora, tendo apenas uma grande refeição por dia.

O que é importante lembrar aqui é que não importa o quanto e quando você come durante o dia, você ainda controlar o valor de calorias (dependendo dos seus objetivos_ e estar atento às necessidades de macro e micronutrientes.

Prós: a maioria das pessoas tem maior sucesso e de forma saudável com este método, ao aderir a um horário de alimentação regular e tornando-o adequado ao seu estilo de vida.

Contras: além de possivelmente demorar um pouco para se ajustar a uma janela de jejum que funciona para você, não há muitos contras para esse método. Apenas certifique-se de comer bem e comer calorias suficientes durante a janela de alimentação

2- Jejum em dias alternados

 

Hoje é sim ou não?

 

Este método envolve jejum por alguns dias cada semana e comer como você normalmente faria nos outros dias.

Por exemplo, você poderia jejuar na segunda e quarta-feira e comer normalmente o resto dos dias fora de sua semana.

Outra versão disso é o método 5-2: comer normalmente cinco dias fora da semana e escolher dois dias para comer em torno de ¼ de sua ingestão calórica regular (que geralmente é de cerca de 500 a 600 calorias para a pessoa média).

Prós: o jejum em dias alternados pode ser realmente flexível para a maioria das pessoas e permite personalizar sua semana. Em um pequeno estudo com 24 mulheres, o método 5-2 ajudou a proteger contra o câncer de mama.

Contras: simplesmente restringir as calorias nos dois dias pode ser mais difícil do que apenas jejum para algumas pessoas, além disso, não há garantia de que ele irá colocá-lo em cetose, se esse for o seu objetivo. A qualidade dos alimentos definitivamente importa, então, a menos que você se concentre em alimentos com poucos carboidratos, os dias de baixa caloria podem ser realmente desconfortáveis.

 

3- Pular uma refeição

Esse é o almoço de hoje

É bastante auto-explicativo: apenas pular uma refeição do seu dia.

Por exemplo, Você faria duas das três refeições “padrão” por dia, ignorando a hora habitual para o café da manhã, almoço ou jantar (uma dessas).

Prós: simplesmente pular uma refeição funciona bem, se você é novo no jejum e não quer esquentar a cabeça com horários e protocolos. Além disso, é uma maneira fácil de economizar tempo e dinheiro se você estiver viajando ou preso sem comida para uma certa refeição.

Contras: Às vezes, saltar uma refeição sem planejamento adequado pode causar uma compensação nas outras refeições, por isso é importante abastecer-se de gorduras saudáveis ​​e outros alimentos mais para o lado cetogênico da coisa, para controlar a fome.

 

4- Dieta cetogênica

Pensou que dieta, ovo e bacon não combinavam, né? Bem vindo à dieta cetogênica!

Não é bem um jejum intermitente, mas acaba funcionando como se fosse.

Cerca de 80-90% das calorias da dieta cetogênica provêm de gordura, e a ingestão de calorias geralmente é mantida baixa. Porque você não sente fome, graças a diversos mecanismos em jogo, um deles sendo os baixos níveis de insulina circulante.

Isso acaba tornando mais fácil um jejum intermitente, limitando seus tempos de comer a uma janela menor, para resultados ainda melhores.

Prós: Assim como com a dieta cetogênica, a grande quantidade de gordura ajuda você a ficar satisfeito e reduzir a fome, tornando os períodos de jejum muito mais fáceis do que uma dieta mais centrada em alimentos com carboidratos. Além disso, ajuda a garantir que você fique em cetose nutricional e faça escolhas alimentares mais simples.

Contras: aderir à dieta cetogênica para muitos será sacrificante, pois você pode rapidamente se cansar de comer os mesmos alimentos.

5- Dieta do Guerreiro

Guerra é comigo mesmo!

 

A Warrior Diet (dieta do guerreiro) envolve comer uma pequena quantidade de frutas, vegetais e proteínas de assimilação rápida, como iogurte ou proteína de soro de leite a cada poucas horas e comer uma refeição muito grande nas últimas quatro horas da noite.

Se você está se concentrando em alimentos cetogênicos, obviamente, você terá que retirar as frutas e se concentrar em vegetais com baixo teor de carboidratos e lanches.

Prós: uma vez que pequenos lanches são “permitidos” antes da noite, pode ser mais fácil do que abandonar o alimento durante o dia. Além disso, a dieta promove opções de alimentos de alta qualidade e permanece longe de açúcares adicionados e alimentos processados.

Contras: o encorajamento de um grande banquete à noite pode fazer com que alguns comam demais e levem a problemas de digestão que prejudiquem o sono.

 

Mas antes de prosseguirmos... Que tal conhecer um método de emagrecimento totalmente sistematizado e fácil, onde você não precisa abandonar totalmente os alimentos que tanto gosta e acabar de vez com o tal do efeito sanfona, mudando sua vida e saúde para sempre?

Você está a um clique de uma verdadeira revolução na sua vida. Se você precisa perder 10, 20, 30kg ou mais, veio ao lugar certo. E se precisa perder só alguns quilinhos, é mais rápido ainda. Nada de medicações, dietas milagrosas, nada disso. Até porque nada disso é necessário.

E você também vai conhecer 7 alimentos que você provavelmente acha que são emagrecedores, mas que na verdade promovem justamente o efeito contrário.

Clique aqui para saber mais e bem vindo à sua nova vida.

 

6- 24h de jejum

Passa rápido…

Este é bastante simples. Basicamente, você apenas faz uma refeição (café da manhã, almoço ou jantar) e a próxima refeição será a mesma, no dia seguinte.

Por exemplo, você pode parar de comer após o jantar uma noite e jejua até jantar na noite seguinte, ou qualquer refeição que seja melhor para você.

É melhor fazer isso alguns dias por semana e comer normalmente no resto dos dias.

 

Prós: esta pode ser uma boa maneira de entrar em cetose mais rapidamente ou dar ao seu corpo uma boa pausa com os alimentos.

Contras: algumas pessoas podem achar esse método difícil e podem começar melhor com um jejum de 12-16 horas antes de flertar com as 24h.

 

7- Comer apenas quando tiver fome (Eat-stop-Eat)

Tá na hora!

Embora esta não seja uma maneira estruturada de “Jejum”, muitas vezes, naturalmente, torna-se um jejum quando você aprende a respeitar sua fome.

Basicamente, se você não está com fome mesmo que seja “tempo” para o café da manhã, basta ignorá-lo! Ou suspenda o almoço ou o jantar, se você não está com fome durante esses momentos.

Prós: isso permite que você ouça seu corpo e também não coma demais, porque sente que precisa comer só porque é uma certa hora do dia. Você pode até não acreditar, mas a quantidade de pessoas que come por comer é impressionante, ainda mais com as porcarias alimentares que existem por aí.

Contras: como no caso de pular uma refeição e do método 5-2, esse tipo de jejum nem sempre garante a cetose se você não estiver comendo alimentos cetogênicos – e mesmo assim, não há como saber com certeza, a menos que você seja testando seus níveis de cetona. E, como com cada método de jejum, comer bem é uma obrigação para os melhores resultados.

 

Diretrizes adicionais de jejum

 

Para tirar o máximo proveito do jejum intermitente, há algumas boas regras para ter em mente: não importa o método que você usa, as “regras” são bastante semelhantes: durante os tempos de jejum, planeje beber água, café preto ou outras bebidas sem açúcares adicionados ou calorias, como chá gelado ou de ervas não adoçados.

Isso não só ajudará você a se manter hidratado, mas também ajudar a reduzir os sentimentos de fome.

Embora o jejum seja ótimo e saudável, é importante comer alimentos de alta qualidade durante os horários de alimentação, especialmente se a perda de peso e/ou cetose é seu objetivo.

Veja nossa lista de alimentos cetogênicos para ajudá-lo a permanecer em cetose e sempre lembre-se de testar regularmente seus níveis de cetona.

Além disso,uma dieta cetogênica baixa em carboidratos é uma ótima adição a um cronograma de jejum intermitente, uma vez que o controle sobre a fome existente numa dieta com poucos carboidratos é tudo o que você precisa para ter a sua disciplina no jejum intermitente.

Concluindo

 

O jejum intermitente pode ser uma ótima maneira de entrar em cetose mais rápido, aumentar a perda de peso e reduzir suas chances de doença.

Não importa qual método é usado, o jejum intermitente com alimentos saudáveis e naturais podem ser uma ótima maneira de aumentar os benefícios de sua dieta cetogênica e, finalmente, cuidar muito do seu corpo.

Descubra quais são os 7 alimentos que parecem saudáveis, mas que na realidade não são.

Sim, eu quero.

Publicidade

O que você pensa sobre emagrecimento e dietas? Escreva abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *